Home / Plantas / Quais São Os Tipos De Pé De Amora?

Quais São Os Tipos De Pé De Amora?

Um dos frutos mais gostosos e interessantes que existem na natureza atualmente é a amora. Mas, você sabia que existe mais de um tipo de amoreira? É o que vamos ver no texto a seguir.

Tipos De Amoras E Algumas Características Da Fruta

Logo de cara, é interessante fazer aqui uma constatação, pois, da mesma forma que a amoreira, algumas espécies de plantas medicinais (que são chamadas popularmente de “silvas”) também produzem o que conhecemos por amoras. É daí que vêm os tipos de amoras existentes: as vermelhas, as brancas e as pretas. Contudo, apenas as segundas são realmente comestíveis para nós, seres humanos, enquanto que as brancas servem apenas para alimentação de animais.

A fruta amora, em si, tem um sabor um pouco ácido e bem adstringente, sendo usada para a fabricação de produtos, como por exemplo,  doces, compotas e até geleias. Importante destacar que ela, entre outras propriedades, é bem rica em vitaminas A, B e C, além de ser uma fruta depurativa e digestiva.

Tipos De Amoras
Tipos De Amoras

Contudo, o comércio dela na sua forma natural é praticamente inexistente, sendo realmente mais encontrada na forma de outros produtos em supermercados, e lojas do gênero. Até mesmo porque, in natura, a amora é altamente perecível, tendo que ser consumida assim imediatamente após a sua colheita.

Amora-Preta E Suas Peculiaridades

Amora-Preta
Amora-Preta

Esse tipo de amora é nativa de três continentes distintos (Ásia, Europa e Américas do Norte e do Sul), mas, mesmo assim, só cresce em regiões onde o clima seja favorável. Geralmente, esse arbusto possui espinhos, com flores que variam entre o branco e o rosa. E, apesar do nome, o fruto pode ser tanto branco, quanto negro, com uma casca que é brilhante e lisa quando está madura.

Devido à sua aparência, essa amora pode facilmente ser confundida com uma framboesa, com a diferença de que esta possui um centro oco, sendo que a outra tem um coração esbranquiçado. Frisando ainda que a forma natural dessa fruta é bastante nutritiva, possuindo proteínas e carboidratos que fazem muito bem à nossa saúde.

Dentro desse gênero, existem mais de 700 espécies de amoras-pretas. O arbusto dessa fruta pode chegar a 2 m de altura, sendo que sua propagação se dá por meio de estacas de raiz ou mesmo por cultura de meristemas. As variedades mais comuns de amoras-pretas que você encontra atualmente no mercado brasileiro são do tipo: Brazos, Comanche, Cherokee, Ebano, Tupy, Guarani e Caigangue.

Amora-Branca E Suas Peculiaridades

O pé de amora-branca, ao contrário da preta, é bem grande, podendo chegar a quase 20 m de altura, tendo um tronco bastante ramificado. Outra diferenciação em relação  aos outros tipos de amoras é que esta aqui é mais usada na área medicinal, onde, geralmente, as partes mais usadas dela são as folhas.

Essas partes da planta, inclusive, possuem propriedades anti-hiperglicêmicas, antioxidantes e antimicrobianas. Também servem para diminuir a absorção de açúcar pelo organismo, além de melhorar o metabolismo e de reduzir picos glicêmicos.

Para fazer o chá dessa planta você pode usar 2 g de suas folhas, mais 200 ml de água. Depois que esta começar a ferver, basta colocar as folhas em infusão por cerca de 15 minutos. O recomendável é tomar umas 3 xícaras desse chá ao dia.

Amora-Vermelha E Suas Peculiaridades

A chamada amora-vermelha, na realidade, é um pseudofruto de uma planta cujo nome científico é Rubus rosifolius Sm.. Nativa de algumas regiões da África, da Ásia e da Oceania, essa planta equivocadamente é considerada nativa também do Brasil, pois ela foi introdução há alguns séculos aqui, mas, não teve origem em nossas terras.

O pé dessa amora é um pequeno arbusto que não mede mais do que 1,50 m de altura, formando, contudo touceiras bem amplas. O seu reconhecimento é fácil, visto que o seu caule é repleto de espinhos, além de possuir uma folhagem bastante recortada. Já as flores são brancas, e as amoras em si são, obviamente, vermelhas.

Mesmo não sendo nativa do Brasil, essa planta conseguiu se adaptar muito bem nas regiões mais altas e frias daqui, mais especificamente, no Sul e Sudeste. Ou seja, trata-se de um arbusto que prefere ambientes mais úmidos, além de serem também bem iluminados, mesmo que parcialmente.

Essa também é uma amora comestível, usada como matéria-prima para a fabricação de geleias, doces, compotas e vinhos.

Sabendo Diferenciar Amora De Framboesa

É bastante comum que as pessoas confundam essas duas frutas, especialmente, o tipo vermelho da amora, visto que que visualmente elas são bem similares. A coisa se confunde mais ainda pelo fato de ambas as frutas ficarem quase pretas quando estão maduras (outra particularidade que as iguala). Porém, existem algumas diferenças básicas entre ambas.

Entre as principais diferenças está o fato de que a framboesa é um fruto oco por dentro, enquanto que as amoras em geral possuem uma polpa mais homogênea, o que a torna mais apropriada para fazer produtos derivados dela.

Framboesa e Amora
Framboesa e Amora

Fora isso, a framboesa é um fruto mais azedo e perfumado do que a amora, e mesmo assim, possui um sabor mais delicado. Já as amoras são mais discretas no quesito acidez, e têm um sabor bem mais intenso. Tanto é que em algumas receitas a amora pode simplesmente ocultar o sabor mais suave da framboesa.

Amoras E Algumas Curiosidades

Em épocas antigas, a amoreira preta era usada para afastar maus espíritos. A crença era de que se fosse plantada à beira dos túmulos, isso impediria os fantasmas dos mortos de saírem. Tirando essa crendice, as folhas da amora preta são usadas, na prática, como alimento básico do bicho-da-seda, aquele mesmo inseto usado amplamente para a produção de fios que serão usados no ramo da tecelagem.

Em termos de benefícios para a saúde, uma amora comestível é realmente muito eficaz. Pra se ter uma ideia, ela possui praticamente a mesma quantidade de vitamina C que uma laranja comum. Entre outras coisas, os chás dessa fruta também são muito bons, podendo, por exemplo, aliviarem sintomas da menopausa, além de servirem para perder peso e também para regular o intestino. Ou seja, além de saborosas, alguns tipos de amoras ainda podem nos fazer muito bem.

Veja também

Tudo Sobre Jasmim do Imperador: Características e Nome Cientifico

O jasmim do Imperador, de nome científico Osmanthus Fragrans, é uma espécie nativa da Ásia. Compreende sua …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *