Home / Animais / Como Ressuscitar Uma Lagartixa? Como Manusear o Animal?

Como Ressuscitar Uma Lagartixa? Como Manusear o Animal?

Lagartixa como Animal de Estimação

Embora pareça estranho, algumas pessoas acabam adotando uma lagartixa como animal de estimação. Assim como todos os bichos que optamos por ter dentro de casa, isso gera certa responsabilidade, pois sabemos que independente de qual seja, exige certos tipos de cuidados como alimentação, ambientes que ficarão, e até mesmo possíveis acidentes, como em casas com piscinas ou com a presença de muitas espécies de animais juntos.

Muitas pessoas escolhem a lagartixa e outros repteis pequenos como animais de estimação por serem fáceis de serem cuidados, além de serem baratos, na verdade, podem ser encontrados na natureza ou até mesmo dentro de casa sem custo algum em ambientes quentes. Se alimentam de insetos e só precisam de água, não precisando de vacinas e demais cuidados de veterinários como a maioria dos pets.

Porém, muita atenção, pois a lagartixa assim como todos os repteis pode ter Salmonela, que é uma bactéria que faz mal para humanos.

Como Cuidar de uma Lagartixa

Caso você opte por ter esse animal em sua casa, para captura-la você precisará seguir alguns passos para abrigar a lagartixa em segurança e cuidar dela posteriormente.

  1. Compre um aquário grande e um aquecedor, pois a lagartixa tem sangue frio e precisa de um local quente para se manter saudável. Não coloque folhas, pedras, entre outros objetos com uma temperatura elevada no aquário, pois podem queima-la e ela pode morrer por conta disso.
  2. Decore o aquário com galhos, folhas secas, pedras, entre outros achados que imitem o seu habitat natural. Lagartixas gostam de locais para se esconder, por isso, monte esse ambiente com pequenos buracos que elas possam entrar, mas atenção para que eles não caiam sobre elas e nem as cortem com os gravetos ou algo do tipo.
  3. Forre o aquário com jornal ou papel toalha, para facilitar a limpeza semanal da casa da sua lagartixa.
  4. Compre insetos vivos para alimentar sua lagartixa. Analise o tamanho dela para não comprar insetos grandes demais como baratas, pois invés de alimento se tornaram uma ameaça para ela. Não coloque também uma quantidade muito grande dentro do aquário pois os insetos conseguem se reproduzir com facilidade e limpar seus ovos e larvas acaba sendo uma tarefa difícil em meio a galhos, gravetos e pedras.
  5. Não esqueça de oferecer água para o seu animal em uma pequena tigela. Troque essa água diariamente para não atrair insetos indesejados por conta de ela estar parada.
  6. Limpe seu aquário sempre que vir fezes ou outros tipos de sujeira no forro. Caso opte pelo papel ou jornal, apenas o troque por um novo. Caso escolha folhas e cascalhos, limpe o aquário com água e o seque depois. Durante o procedimento, coloque sua lagartixa com um local fechado e seguro, mas que tenha passagem de ar para que ela possa respirar.

Como Capturar uma Lagartixa

As lagartixas gostam de locais quentes e são facilmente encontradas em quintais ou perto de janelas, entre outros lugares que a luz do Sol seja frequente.

Tenha cuidado para manuseá-la pois é um animal muito medroso e pode morder, caso se sinta ameaçada, além de ser pequena, deve ser pega com delicadeza e não com força, pois dessa forma ela pode parar de respirar, sentir dor, e dependendo isso pode ser fatal ao animal.

Capturar uma Lagartixa
Capturar uma Lagartixa

Preste atenção para verificar se a lagartixa está respirando bem, excesso de mordidas também podem ser sinal que ela está se sentindo apertada ou está com dor. Transfira o mais rápido possível para o aquário que deve estar preparado antes de captura-la.

Caso opte por uma armadilha ou compre um apanhador de repteis, verifique com frequência e sempre reponha as iscas dentro deles. Essa maneira é menos agressiva ao animal, porém pode demorar alguns dias. Após a sua captura, a coloque do apanhador ou da armadilha direto para o aquário, que independentemente do método escolhido, deve estar pronto anteriormente.

Minha Lagartixa Fugiu, e Agora?

Por serem animais muito rápidos e ariscos, é muito comum que a lagartixa fuja na abertura do aquário para inserir insetos como alimentos, na limpeza, entre outros motivos. Pode ser normal também que durante a sua fuga, ela deixe sua cauda para traz, pois esse é um mecanismo de defesa que elas usam para confundir o predador e elas podem achar que você é uma ameaça.

Caso a encontrem em uma piscina ou outros locais que elas possam se afogar, elas precisarão de alguns cuidados para voltar a respirar. Seu sistema de respiração é completo com pulmões e todos os órgãos bem formados e fechados na caixa torácica, por conta disso, o método de ressureição não difere muito do praticado em humanos, por exemplo.

Pressione o indicador sobre o seu pulmão e junto com o dedo médio faça movimentos leves apertando o local. Repita a operação até notar que a lagartixa voltou a respirar ou se mexer.

Caso ela tenha um tamanho maior, pode ser inserido um canudinho em sua boca, e com a sua coloque um pouco de ar no canudo, de modo que simule uma respiração boca a boca, esse método é muito praticado por salva vidas, bombeiros, entre outros responsáveis pela segurança dos visitantes na praia.

Lagartixa na Mão da Dona
Lagartixa na Mão da Dona

Caso com nenhuma das alternativas, a lagartixa volte a respirar, infelizmente ela veio a óbito e não existem muitos profissionais acessíveis responsáveis por repteis que possam chegar a tempo de salva-la.

Por conta disso, cuidados ao manuseá-la, não a apertando com força, nem a machucando com as unhas, entre outros cuidados devem ser tomados. Principalmente caso a lagartixa viva há muitos anos em cativeiro, ela não sobreviverá de volta ao seu habitat natural. Se bem cuidada, a lagartixa pode viver até 8 anos.

Embora não seja muito comum, algumas pessoas optam por adota-la, mas mantê-la em ambientes abertos, sem ser no aquário, pois dessa forma ela pode capturar moscas e pernilongos que estão presentes no ambiente de uma forma natural e atrapalham a saúde das pessoas. Porém dessa maneira ela pode fugir de forma mais frequente, e não voltar, além de poder ser capturada por predadores ou se envolver em acidentes ficando presas em frestas ou até mesmo se afogarem.

Veja também

Cobra Boa Constrictor Sabogae Enrolada

Cobra Boa Constrictor Sabogae: Características, Habitat e Fotos

A jiboia (nome científico Boa constrictor) é um réptil que geralmente causa pavor em muitas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *