Home / Plantas / Quais São os Tipos de Caule Aéreo?

Quais São os Tipos de Caule Aéreo?

O caule faz parte da planta que cresce na direção oposta à raiz e é responsável pelo transporte de água e sais minerais para as diferentes partes da planta, além de transportar a seiva processada obtida do processo de fotossíntese para a raiz.
Origem

Tem sua origem na plúmula do embrião da semente.

  • Órgão de apoio das folhas, flores e frutos.
    Possui botões terminais.
    Possui geotropismo negativo e fototropismo positivo.
    É chamado de eixo caulinar.

Classificação

  • 1.- Devido à sua presença na planta:

a) Plantas de Acaules.- Plantas que não possuem um caule e, se o apresentarem, é muito rudimentar. Por exemplo “alface”.

Plantas de Acaules

b) Plantas Caulinares.- Eles têm um caule e são encontrados na maioria das plantas.

Plantas Caulinares
  • 2.- Por sua consistência:

a) caules herbáceas. – Consistência macia e flexível; geralmente verde.
b) Caules semi-leitosos.- São os de base lenhosa e a parte herbácea superior é típica dos arbustos.
c) caules lenhosas.- De consistência dura, são impregnadas com lignina, super tecido ou cortiça. Ex. Caule de árvores, “roseira”.
d) caules carnudas ou suculentas.

Consistência semi-sólida, apresentam tecido parenquimatoso aquático. Por exemplo, “pera espinhosa”, “cacto”.

  • 3.- Pelo meio em que vivem:

a) caules aquáticas: crescem em água e em lugares lamacentos
b) caules aéreas:

Ereto – Eles crescem verticalmente, sem o apoio de outros
Arrastões – Sem rigidez, crescem horizontalmente. Por exemplo, “cenoura”, ” ” abóbora “,”
Alpinistas – Eles crescem no caule de outras plantas ou de vários objetos. Ex.: papel, granadilla,
Volubles – São caules fracos, que crescem em espiral no caule de outras plantas ou suportes, podem ser herbáceos ou lenhosos. Por exemplo “sino”.
c) Caules subterrâneos.- As chamadas de terra, desenvolvem-se na terra, têm brotos que originam galhos, folhas e raízes adventícios.

  • Pode ser:

Tubérculos – Eles são grossos, curtos, armazenam substâncias de reserva, têm entalhes (olhos) originam caules aéreas. Por exemplo, “papai”, “oca”, “oyuco”.
Rizomas – Crescem paralelamente à superfície do solo, e apenas folhas são vistas. Por exemplo “grama”. Emite caules aéreas e raízes adventícias.
Bulbos – Como discos, eles têm folhas chamadas catafiles.

  • 4 – Devido à sua ramificação

a) Ramificação monopódica. – Quando o eixo principal da haste cresce sem interrupção e ao longo dela nascem os ramos laterais.
b) Ramo simpático.- Quando o eixo principal cessa de crescer e os ramos laterais são os que continuam a se desenvolver e, ao mesmo tempo, substituem os anteriores.

Um Pouco Sobre os Caules

Na maioria das plantas, as caules são aéreas, mas em alguns casos elas se desenvolvem na superfície ou sob a superfície do solo. Embora estes últimos tenham aparência de raízes, sua estrutura é a de um caule. Algumas espécies bianuais ou perenes se defendem da estação fria, formando caules subterrâneos que armazenam substâncias de reserva, que servem, no ano seguinte, para a formação de surtos aéreos.

Existem Três Tipos de Caules Subterrâneas

Rizomas Eles têm escamas protetoras e raízes adventícias. Quando o inverno passa, as gemas originam brotos que saem e que, às vezes, adquirem um tamanho grande, como é o caso das bananeiras. Outros exemplos de rizomas são: a grama, o lírio, o anel.

Tubérculos São porções de caule subterrâneo que armazenam um grande número de reservas. Exemplos: a batata, a batata doce.

Lâmpadas Eles têm um caule – geralmente curto – com raízes na parte inferior e um broto na parte superior, protegido por folhas que armazenam substâncias de reserva. Exemplos: cebola, alho, tulipa.

  • Algumas caules aéreas recebem nomes especiais, dentre os quais se destacam:

Tronco. É o tronco ramificado de árvores (tamanho grande) e arbustos (tamanho pequeno).
Cane. Haste cilíndrica com nós muito marcados. Exemplo: trigo.
Stolon. É uma haste rasteira, como acontece em alguns caules de morango.
Gavinha Haste que é rolada para um suporte. Exemplo: alguns talos de videira.
Espinho Haste modificada que adquire uma forma pontiaguda. Exemplo: o majuelo.

  • Nas caules anuais e perenes, encontramos duas possibilidades:

A planta vive vários anos, mas a parte aérea é renovada anualmente (plantas vivas). Exemplo: a batata. As gemas de um tubérculo de batata colocado no subsolo criam caules aéreos e caules subterrâneos. As caules aéreas morrem durante o primeiro ano, após a produção de flores e frutos com sementes. As caules subterrâneas produzem tubérculos, que originam uma nova planta

A planta vive vários anos e suporta apenas uma vez no final de sua vida. Exemplo: a pita. Suas folhas acumulam reservas por vários anos; No final, forma-se um caule que produz flores e frutos com sementes e a planta morre. A planta vive vários anos e frutifica anualmente. Árvores e arbustos produzem caules aéreos que vivem por vários anos. A partir de certa idade, florescem e dão frutos todos os anos, até que a planta se esgote e morra.

Tipos

  • Hastes herbáceas

Estas são as hastes que não possuem estruturas lenhosas endurecidas e, portanto, apresentam uma consistência suave. Geralmente são consideradas ervas, pois são muito finas e flexíveis, como é o caso do arroz.

Caules vívidos: duram apenas um ano, então a planta morre após 12 meses, mas brota novamente no ano seguinte, pois uma parte do caule permanece viva na parte subterrânea.

Caules anuais: são caules que duram apenas um ano e depois secam. Estes são conhecidos como erva.Hastes de escalada: são hastes muito longas e finas que têm a capacidade de escalar e se desenvolver em cima de um suporte, onde são presas a elas através de suas raízes, como é o caso do jasmim.

Hastes Herbáceas

Cana: é apresentada como cilindros com nós e entrenós, como a cana-de-açúcar.
Fuga: são caules que servem apenas para sustentar as folhas, frutos ou flores. Estes secam e morrem quando a fruta ou flor cai ou é removida.
Hastes lenhosas
Refere-se às hastes que mostram sua estrutura bem endurecida. Estes são geralmente conhecidos como madeira, o exemplo desses caules duros é o eucalipto.

  • Tipos de hastes lenhosas de acordo com a sua altura

Mata: refere-se a plantas que têm um caule lenhoso com uma altura que não excede o metro.
Arbustos: nestes o caule lenhoso tem uma altura que varia entre um e 5 metros de altura. Estes apresentam suas ramificações do mesmo nível da terra.
Árvores: essas hastes crescem a uma altura acima de 5 metros. Devido à altura destes, eles geralmente são nomeados como toras, onde as ramificações ocorrem apenas a uma certa altura.

Hastes Lenhosas

Hastes carnudas
Refere-se às hastes carregadas com água e muito grossas. Um exemplo disso é o cacto.

  • Tipos de hastes subterrâneas

Rizomas: têm raízes adventícias e escamas protetoras. Seus brotos no inverno criam brotos que nascem para fora, como é o caso do lírio, da grama e do anel.

Bolbos: apresenta-se como um caule curto, com raízes que partem de sua zona inferior e, na parte superior, apresenta a gema, coberta por folhas que são as que armazenam substâncias de reserva. Um exemplo disso é alho, cebola e tulipa.

Tubérculos: refere-se a peças de caule subterrâneas que chegam a armazenar um alto conteúdo de substâncias que serão usadas como reservas para seu desenvolvimento. Exemplo: batata doce e batata.

Hastes Subterrâneas

Hastes aéreas
Estas são as hastes que se desenvolvem na superfície da terra. Essas hastes fazem parte de quase todas as plantas, como ervas, árvores e arbustos.

  • Tipos de hastes aéreas

Tronco: é o tronco ramificado desses arbustos e árvores.
Gavinha: refere-se à haste que consegue rolar muito facilmente em um suporte. Um exemplo disso é a chinola e a uva.
Stolon: é uma haste rasteira, como é o caso do morango.
Cana: é mostrada como uma haste cilíndrica com nós muito marcados.
Outros tipos de hastes
Hastes da esteira rolante
Refere-se às hastes que crescem espalhando-se por todo o chão, onde são fixadas com suas raízes no chão. São longos e finos, como é o caso da haste da grama, melancia, etc.

Gostou do nosso artigo? Quer nos contar algo? Então deixe nos comentários!

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *