Home / Plantas / Quais São os Principais Fungos Comestíveis?

Quais São os Principais Fungos Comestíveis?

Quando se fala em fungos, provavelmente a mente da maioria fará uma imediata associação com coisas pútridas que geralmente surgem, por exemplo, quando se deixa algum alimento estragar, não é assim? E você comeria um alimento com fungos? Bom, talvez já esteja comendo e nem se deu conta. Sabia que cogumelos são uma espécie de fungos?

Quais são os Principais Fungos Comestíveis?

Nós os conhecemos assim: um corpo desajeitado e uma enorme cúpula, ou chapéu na cabeça. Na manhã seguinte a uma noite de chuva forte, os entusiastas correm para a floresta, excitados na busca desses preciosos fungos comestíveis; criaturas que, como dizem, “surgem como cogumelos”. E, na verdade, fungos é o que realmente são! ainda assim, buscar e coletar cogumelos é uma atividade extremamente agradável e relaxante feita com muito mais frequência do que imaginamos.

Imerso no silêncio dos bosques, em caminhos intransponíveis, muitos se concentram na busca por essa comida excepcional para já desfrutar imediatamente no almoço. É preciso ter cuidado, porém, porque se acontecer de você consumir o fungo errado, arrisca-se a uma intoxicação severa. Catar cogumelos não é uma atividade para iniciantes. É bom saber o que está colhendo pra não parar num hospital!

É interessante saber que, mais do que apenas uma comida exótica, fungos comestíveis, os cogumelos são organismos fundamentais para o ecossistema e para o homem, que os utiliza, assim como alimentos, também para fins médicos, terapêuticos e cosméticos. Entre eles, além do cogumelo clássico como o conhecemos, estão também incluídos bolores, leveduras e mofos. Mas vamos tentar entender algo mais sobre isso.

Existem cerca de 100.000 variedades de cogumelos no mundo, que vivem tanto na terra como na água. Eles pertencem a um reino próprio, o reino dos fungos, separado dos de outras plantas superiores. De fato, ao contrário das plantas, fungos não têm folhas nem flores. Mas a característica que talvez mais os distingue do resto da flora é certamente a ausência de clorofila.

Não tendo os mecanismos da fotossíntese disponíveis para alimentar os fungos, eles devem adquirir substâncias orgânicas já preconcebidas. Por esta razão, eles estão sempre ligados a outra coisa (muitas vezes danificando-as). Existem três maneiras pelas quais os fungos se alimentam, o que de fato determina sua primeira classificação:

  • Parasitismo: a palavra em si já diz, fungos parasitas são aqueles que vivem à custa de plantas ou animais vivos. Eles são muito pequenos e freqüentemente causam danos aos organismos aos quais estão ligados.
Fungos Parasitas
  • Saprofitismo: os fungos saprófitas são aqueles que se alimentam de matéria orgânica em decomposição.
Fungos Saprófitas
  • Simbiose: é a modalidade nutricional mais comum entre os fungos que vivem na floresta e é baseada na livre troca entre o fungo e as raízes da planta.
Fungos Simbiose

São sobre fungos comestíveis que estamos interessados ​​em conhecer nesse artigo, estes são os cogumelos. Mas, como já dissemos, nem todos podem ser comestíveis. Então vamos apresentar alguns dos principais e mais cobiçados no mundo inteiro agora. Se tiver algum desses na localidade onde você mora, saiba que é um privilegiado e deveria experimentar essa delícia.

Gênero Boletus

Este gênero inclui muitos cogumelos entre os mais apreciados para comer. São os chamados porcinos, um cogumelo comestível por excelência. Chapéu compacto, castanho, sem ripas. Existem diferentes variedades no mundo. Uma vez que você consiga três ou quatro deles em casa, um jantar deleitoso espera por você!

Nenhum boletus é, em princípio, fatal, mas algumas espécies causam distúrbios gástricos ou gastroentéricos, mais ou menos sérios, dependendo do indivíduo. Então é uma questão de selecionar bem, conhecer as espécies do gênero considerados comestíveis em sua região e ir à caça desses. Seu paladar vai agradecer muito! Entre os boletus visados podemos citar o:

Boletus Aestivalis: com um chapéu de cor avelã castanha uniforme e uma carne branca, imutável, tendendo a amarelo, bastante suave ao toque de sabor doce;

Boletus Aestivalis

Boletus Aereus: muito procurado e apreciado pelo seu aroma inebriante e porque tem carne muito compacta e, portanto, excelente rendimento; duro, branco, não colorido sob a cutícula do chapéu. Muito grato, intenso e aromático odor, especialmente após o cozimento.

Boletus Aereus

Boletus Edulis: este que é o mais comumente conhecido como porcino e o mais conhecido do gênero. Tem uma carne branca e imutável, tanto o chapéu como o do caule; firmes em espécimes jovens, flexíveis e esponjosos nos antigos, com tons de marrom-violeta sob a cutícula da capa. Considerado aromático e de sabor doce.

Boletus Edulis

Gênero Agaricus

Outro gênero que também inclui cogumelos entre os mais apreciados para comer. é o gênero dos famosos champignon. Os cogumelos pertencentes a este gênero são terrestres, eles crescem tanto na floresta e nos prados ricos em húmus.

Muitos são comestíveis, mesmo de alto valor alimentício; vários não-comestíveis, alguns mais ou menos tóxicos (em tempo, todos os cogumelos são tóxicos e exigem cuidados).

O mais conceituado verdadeiro champignon do gênero é o agaricus bisporus, muito apreciado e amplamente comercializado em todo o mundo. Mas outros também considerados champignon no gênero são, por exemplo, agaricus campestris e agaricus macrosporus.

Outros Fungos Comestíveis

Existe uma grande variedade, na verdade, de cogumelos comestíveis pelo mundo. Alguns são apreciados e comercializados no mundo inteiro. Outros são considerados iguarias locais. Há aqueles que são proibidos em um país e apreciados em outro. Sabemos que gosto não se discute, não é mesmo? Pode ser até que muitos dos que citamos aqui não agrade.

Leccinum scabrum: alguns o conhecem como escaravelho boletus ou cinza porcinello. Sua culinária é considerada discreta, limitada ao chapéu; a carne do caule é pobre.

Leccinum Scabrum

Agrocybe aegerita: alguns o conhecem como cogumelo do álamo ou pioppini aveludado. Na culinária é apreciado e consumido desde os tempos antigos.

Agrocybe Aegerita

Albatrelo pes-caprae: talvez conhecido como língua de mouro, mas um cogumelo muito raro. Comestível, mas muito apropriado para a preservação no óleo.

Albatrelo Pes Caprae

Amanita caesarea: mais famoso como o cogumelo dos césares ou cogumelo real. É tão apreciado e excelente comestível, que é um dos poucos cogumelos que pode até ser comido cru.

Amanita Caesarea

Armillaria mellea: alguns o chamam de cogumelo de mel, mas não se engane que tenha algo haver com o sabor. É comestível para alguns mais ousados, mas deve ser consumido com precaução porque pode causar distúrbios e envenenamento. Para evitar tais problemas, somente os espécimes jovens devem ser consumidos, em quantidades modestas e sempre depois de uma fervura prolongada, jogando a água para cozinhar várias vezes.

Armillaria Mellea

Por se tratar de uma diversidade tão extensa, fizemos aqui um curto resumo de alguns mas, se souber de outros que queira compartilhar com nossos leitores, fale sobre eles nos comentários, combinado?

Veja também

Alpinia Zerumbet Óleo Essencial de Colônia: Para Que Serve?

Antes de existir a fabricação industrial de remédios em larga escala, as pessoas já possuíam …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *