Home / Plantas / Por Que as Briófitas São de Pequeno Porte?

Por Que as Briófitas São de Pequeno Porte?

Você tem curiosidade de saber por que as briófitas são de pequeno porte? Bom, primeiramente, é necessário entender o que são. As briófitas são uma divisão de plantas que inclui todas os tipos terrestres não vasculares.

Elas podem ser divididas em dois grupos: musgos e liquens. Embora cada grupo seja geneticamente muito diferente, cada um deles compartilha algumas adaptações comuns que os levaram a ser classificados atualmente como briófitas.

Além de não vasculares, as briófitas têm um conjunto de características comuns que ajudam a distingui-las de todas as outras plantas terrestres. Musgos e liquens, acabam por se reproduzir usando esporos ao invés de sementes. Além do mais, não se caracterizam por conter madeira, frutas ou flores.

Seu ciclo de vida é dominado por uma geração de gametófitos. Isso pode fornecer suporte e nutrientes para a forma de crescimento que produz esporos, conhecida como esporófito.

Ainda entrando no mérito de por que as briófitas são de pequeno porte, podemos dizer que algumas espécies passaram a desenvolver tecidos especiais. Tal condição é o que lhes permite transportar água e outras substâncias através de seus tecidos.

No entanto, esses tecidos não contêm lignina, pois esta é uma proteína essencial encontrada no verdadeiro tecido vascular. Portanto, este tecido especializado não é considerado vascular, mesmo embora faça um trabalho respeitável de desempenhar uma função semelhante.

Que tal nos acompanhar lendo o artigo até o final e descobrindo mais sobre essas plantas incríveis? Confira!

Onde as Briófitas São Encontradas?

As briófitas podem ser encontradas em ambientes úmidos em todo o mundo. Por não terem tecido vascular, não são capazes de retirar água do solo e transportá-la para tecidos superiores.

Tanto por isso, elas realmente precisam de ambientes úmidos e geralmente bem sombreados. Tais ambientes devem fornecer muita água da chuva para ser absorvidas.

Essas divisões de plantas são, portanto, comuns no chão da floresta e nos caules das árvores nas florestas tropicais, nos ecossistemas das áreas úmidas e em grandes altitudes. Então, por que as briófitas são de pequeno porte? Seria por esse motivo?

Deve levar em conta que elas também podem encontrar seu caminho na vida urbana. Dessa forma, se estabelecem em locais como tijolos e nas fendas de superfícies pavimentadas.

Por Que as Briófitas São De Porte Pequeno?

Você realmente deve estar interessado em saber por que as briófitas são de porte pequeno, não é? A resposta é simples: elas são plantas muito pequenas, pois têm os métodos de transporte de água inadequados. Sem contar que o transporte de gases e outros componentes também são ineficientes.

Mesmo o maior musgo pode crescer somente até 50 cm, entretanto, colônias muito maiores de briófitas podem ser encontradas. Essas colônias são compostas por muitos indivíduos menores que trabalham juntos para absorver e reter água.

Espécie de Briófitas na Floresta
Espécie de Briófitas na Floresta

Qual a Idade Das Briófitas?

As briófitas são as mais antigas de todas as plantas terrestres. Dessa forma, acredita-se que sejam o elo remanescente mais próximo entre espécies da terra e da água. Seu tecido mole deixa os registros fósseis em dúvida, mas as evidências mais antigas encontradas até agora podem ser datadas de quase 500 milhões de anos atrás.

Estruturas esporádicas de uma espécie dessa foram encontradas em rochas argentinas datadas de 473 a 471 milhões de anos. A primeira evidência de musgo aparece muito mais recentemente entre fósseis com idades entre 299 e 250 milhões de anos. Devido à fraca preservação das briófitas, é bem possível que elas sejam significativamente mais velhas. Incrível, não acha?

Como Foi Que as Briófitas Evoluíram?

Não se tem uma cronologia de fatos certeira, mas acredita-se que a divisão das briófitas tenha evoluído a partir de algas verdes em mais de uma ocasião. A análise genética mostrou que as espécies de briófitas não compartilham o mesmo ancestral comum e, em alguns casos, estão apenas relacionadas à distância.

Duas adaptações possibilitaram a passagem da água para a terra dessas plantas: uma cutícula cerosa e gametângios. A cutícula cerosa ajudou a proteger o tecido das plantas de secar e os gametângios forneceram proteção adicional contra a secagem especificamente para os gametas das plantas. As briófitas também mostram desenvolvimento embrionário, que é uma adaptação significativa que as liga às plantas vasculares da terra.

Como O Ciclo De Vida Delas Funciona?

Você já sabe por que as briófitas são de pequeno porte, mas sabe qual é seu ciclo de vida? Como todas as plantas terrestres, essas plantas possuem um ciclo de vida que alterna a cada geração. Uma geração é conhecida como gametófito e a segunda é o esporófito.

O gametófito produz esporos haplóides com apenas o material genético das células gametófitas. O esporófito é cultivado quando os esporos liberados germinam em um novo ambiente e começam a se dividir. Para as briófitas, o gametófito é a geração mais óbvia. O esporófito é geralmente muito pequeno e depende do gametófito para suporte e nutrientes.

A seguinte geração de esporófitos ocorre quando um espermatozóide de um gametófito fertiliza um óvulo de outro gametófito. A fertilização só é possível quando os gametófitos são cobertos por uma fina camada de água que pode permitir que o esperma viaje em direção a um gametófito vizinho.

Por Que as Briófitas São Importantes?

As briófitas são um elo importante entre plantas aquáticas e terrestres. Além disso, contêm várias adaptações características das espécies da terra e da água. Como é sabido, elas têm cutículas, gametângios e desenvolvimento embrionário, características de plantas terrestres mais avançadas. Por outro lado, elas ainda precisam de água para a reprodução e não têm tecido vascular. Essa ligação é vital para reunir a história evolutiva da vida na Terra.

Além disso, as briófitas fornecem vários serviços importantes que ajudam a manter uma flora totalmente equilibrada. Elas são importantes por seus papéis;

Reprodução Briófitas
Reprodução Briófitas
  • Na filtragem da água;
  • Na produção primária;
  • No fornecimento de habitat para insetos e outros invertebrados.

Essas espécies também foram utilizadas por seres humanos para uma série de propósitos, tanto historicamente quanto nos dias atuais. Tradicionalmente, elas têm sido usadas ​​para isolamento, estofamento e como combustível. Mais recentemente, estão sendo úteis ​principalmente no comércio de flores.

E então? Gostou de saber por que as briófitas são de pequeno porte? Além disso, foi interessante entender um pouco mais sobre esses tipos de plantas, não?

Veja também

Espada-de-São-Jorge é Venenosa? Ela é Perigosa?

Dificilmente um brasileiro não conhece a famosa espada-de-São-Jorge, comumente chamada de língua-de-sogra, espadinha ou simplesmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *