Home / Plantas / Poder da Lavanda e Energia de Proteção na Umbanda

Poder da Lavanda e Energia de Proteção na Umbanda

A natureza não é só repleta de coisas muito bonitas (visualmente falando), ou que fazem bem à nossa saúde física. Ela também é um lugar cheio de elementos com muitos significados, alguns, até mesmo espirituais. É o caso da lavanda, uma planta bem peculiar, usada em diversas culturas para fins de curas e tudo mais, como acontece na umbanda, por exemplo.

Que tal sabermos um pouco mais sobre essa questão?

A Lavanda e as Suas Propriedades

De nome científico Lavandula angustifólia, e com nomes populares de alfazema, nardo, e por aí vai, a lavanda pertence à mesma família da hortelã e do alecrim. É conhecida por ter um cheiro característico, e ao mesmo tempo agradável. Isso faz com que a lavanda seja facilmente usada em produtos de limpeza, e até incensos.

Na verdade, a lavanda é uma planta (um pequeno arbusto, para ser mais exato), do qual temos as suas famosas flores,, cuja flagrância é incomparável. São encontradas em diversas partes do mundo, desde as ilhas Canárias, até o sul da Europa, e chegando na Índia. Suas flores, em geral, são das cores lilás e roxa, mas também podem ser encontradas na cor azul.

Por ser da mesma família do manjericão, a lavanda pode até mesmo ser usada como tempero, além de servirem como ótimos aromatizantes para bebidas e sorvetes. Pra completar, até mesmo para fins medicinais, essa planta é usada, principalmente por conta de seus efeitos sedativos, e por ser um ótimo ingrediente para amenizar problemas digestivos.

Mas, no campo espiritual, o que a lavanda tem a oferecer? É o que veremos a seguir.

Os Poderes da Lavanda e a Espiritualidade

Para muitas crenças populares, a lavanda, até mesmo devido ao seu aroma suave e agradável, transmite algumas boas sensações, como tranquilidade, paz e segurança. Trata-se também de uma planta com alto teor ritualístico, sendo usada em banhos, defumações e benzimentos dos mais diversos tipos.

Consta que essa planta é excelente para restabelecer o equilíbrio do nosso corpo, bem como ajuda na limpeza e na purificação dos mais diversos ambientes (em todos os sentidos). Por fazer parte de um grupo de ervas que chamamos de mornas e equilibradoras, a lavanda acaba mantendo a nossa saúde, tanto física, quanto mental (interferindo, claro, no espiritual).

A Lavanda e Espiritualidade

Esse tipo de erva tem como função manter o equilíbrio vibracional do corpo, alinhando e abastecendo energias vitais. Sabe a ação das plaquetas e dos glóbulos brancos em alguma parte machucada da pele? É mais ou menos isso o que essas ervas (como a lavanda) fazem.

No entanto, é preciso ficar atento, pois o uso exagerado dessas plantas para causar o efeito contrário: deixar as nossas energias vitais exauridas.

A Lavanda para Revitalizar a Energia na Umbanda

Na umbanda, muitas ervas são usadas em elementos ritualísticos, como é o caso da lavanda. Ela, na religião afro, representa três orixás: Oxalá, Iemanjá e Oxum. É bastante usada em banhos, perfumes e até mesmo como fumo.

Um dos usos consiste em acender um incenso de lavanda com o objetivo de harmonizar o ambiente, bem como o seu óleo essencial pode ser usado. Tanto o banho de lavanda, quanto o seu perfume, são consagrados como altas ferramentas ritualísticas.

Já os propósitos do uso da lavanda podem ser muitos, desde a conquista do amor, à proteção em todos os sentidos, para conseguir dormir, e para garantir a felicidade e a paz.

Banho de Lavanda para Recobrar as Energias

Dentre as muitas utilidades da lavanda na umbanda, temos o seu banho. Por ajudar em problemas como insônia, já que promovem um grande relaxamento, aliviando determinadas dores, e diminuindo questões como de ansiedade. E, segundo a cultura popular, o banho feito com essa erva tem como intuito também “atrair” o sexo oposto.

Inclusive, independente da crença, você pode usar esse banho somente como relaxante mesmo, já que a eficácia da planta para isso já está devidamente comprovada. E, para fazê-lo, você só vai precisar de 2 litros de água filtrada, vela de força número 12, um pacote de lavanda e um recipiente.

O preparo é simples. Basta colocar a água no fogo, e deixar ferver. Depois, coloque a lavanda e tampe a panela. Após 30 minutos, certifique-se que a mistura está em temperatura ambiente, e tome um banho com ela.

Pronto!

Outros Significados Espirituais para a Lavanda (ou Alfazema)

Por ter um poder relaxante, a lavanda comumente é usada para aplacar estados fortes de ansiedade, irritabilidade, depressão e estresse. Segundo a crença popular, é um tipo de planta bastante usada por pessoas que precisam concretizar os seus ideais, ou que estejam muito tristes.Também se diz que serve para pessoas imaturas a serem mais otimistas.

É uma ótima ferramenta para o que diz respeito à meditação, principalmente porque ajuda abrandar conflitos emocionais de toda espécie. Ou seja, “enxuga” e foca melhor os pensamentos, restituindo o que chamamos de força anímica que se vai devido à alta tensão emocional.

Além disso, desperta tanto a consciência, quanto à atenção, construindo espécies de “pontes” entre as energias dos corpos ao nosso redor. Isso causa equilíbrio interno e externo.

Considerações Finais a Respeito da Lavanda na Umbanda

Na religião da umbanda, folhas e ervas (como a lavanda/alfazema) são consideradas o “sangue vegetal” de todas as coisas, pelo qual elas purificam e consagram aos orixás na forma dos banhos. Não é à toa que um dos orixás que representados pela lavanda é Iemanjá, rainha das águas, e que tem tudo a ver com limpeza e purificação.

Dentre as ervas usadas na umbanda, existe uma classificação entre elas que as coloca como bravas, fortes e calmas. A lavanda está neste último grupo por motivos óbvios. Inclusive, o banho de lavanda, além de purificação, representa mudança.

Certo mesmo é que, independente de sua crença, a lavanda é uma planta que pode ser muito útil à saúde física. E, a depender de uma questão de fé, essa erva também pode ser bem importante como forma de purificação e calmaria espiritual, algo que, no final das contas, é tão importante quanto o bem-estar físico, com um sendo o reflexo do outro.

Veja também

Lista de Alimentos Derivados do Trigo

A intolerância ao glúten está se tornando cada vez mais comum na era moderna, principalmente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *