Home / Plantas / Plantas em Extinção na Caatinga

Plantas em Extinção na Caatinga

Este grande cerrado no nordeste do Brasil fornece habitat para uma variedade de espécies de flora e fauna; mais de 1.200 espécies de plantas vasculares ocorrendo aqui, das quais trinta por cento são endêmicas.

Particularmente rica em avifauna, mais de trezentas e cinquenta espécies é encontrado aqui, incluindo duas das aves mais ameaçadas do mundo, a arara azul e a ararinha.

Mais de cinquenta por cento do habitat foi alterado devido ao desenvolvimento da agricultura ou pastoreio de gado. Parques nacionais devem ser estabelecidos para preservar esta ecorregião, já que menos de 1% da área é protegida.

Porém, não são apenas as espécies animais que se destacam nesse bioma. As plantas também dão um show à parte. A notícia ruim é que, mesmo com a proteção, muitas delas estão sendo ameaçadas de extinção. Sim, as plantas também podem ser extintas!

Veja mais sobre isso no decorrer do artigo.

Localização e Descrição Geral da Caatinga

A Caatinga é a maior região de floresta seca da América do Sul e certamente uma das florestas secas mais ricas do mundo. Abrange a parte mais seca do nordeste do Brasil (Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia e norte de Minas Gerais).

A Caatinga possui fronteiras muito complexas com o Cerrado, a Mata Atlântica e a Amazônia, que permitiram um considerável intercâmbio biótico entre essas regiões durante o período evolutivo.

Em geral, a Caatinga está localizada em depressões cristalinas ou sedimentares, cuja continuidade é quebrada por platôs isolados distribuídos em mosaico. A vegetação da caatinga cobre a maior parte da ecorregião.

Os botânicos reconheceram que a vegetação da caatinga é tão heterogênea e diversa que se pode dizer com razão que não existe uma única vegetação de caatinga, mas sim várias caatingas distintas.

Essa é a razão pela qual alguns especialistas chamam essa ecorregião de “região das caatingas” em vez de “região da caatinga”. Já foi reconhecido mais de dez tipos de caatinga que podem ser agrupados em seis grandes unidades.

Os tipos de caatinga variam da caatinga baixa e arbustiva (até 1 m de altura) associada a solos arenosos rasos e uma superfície nivelada ou suavemente ondulada a uma floresta alta de caatinga (até 25 a 30 m de altura) associada a solos eutróficos derivados de rochas básicas. O clima é quente e seco com 6 a 11 meses secos.

A precipitação média anual varia entre 250 e 1.000 mm, e a temperatura média anual situa-se entre 24 e 26 ºC.  A Caatinga abriga uma biota única, com milhares de espécies endêmicas. Todas as análises biogeográficas da América do Sul apontaram a Caatinga como uma importante área de endemismo para diferentes grupos de organismos.

Recursos de Biodiversidade

Embora a biota da Caatinga seja pouco conhecida, os estudos até agora identificaram um conjunto de espécies muito diversificado e distinto.  A biodiversidade da Caatinga é composta por pelo menos 1.200 espécies de plantas vasculares, pelo menos 185 espécies de peixes, 44 lagartos, 9 anfíbios, 47 cobras, 4 tartarugas, 3 crocodilos, 49 anfíbios, 350 aves e 80 mamíferos.

Biodiversidade da Caatinga
Biodiversidade da Caatinga

A porcentagem de endemias é muito alta entre as plantas vasculares (cerca de 30%), mas um pouco menor entre os vertebrados (até 10%). Os invertebrados são pouco conhecidos, mas parece que a maioria deles ficará restrita a essa ecorregião.  Espécies endêmicas não são distribuídas uniformemente na ecorregião, mas concentradas em alguns locais especiais.

Por exemplo, entre 41 espécies de lagartos e anfisbenas registradas de um sistema de paleodunas ao redor de Xique-Xique, na Bahia, 40% são endêmicas dessa pequena área.  As endemias da Caatinga também são altamente ameaçadas. Entre as dez aves mais ameaçadas do mundo, duas são endêmicas da Caatinga: a arara azul (Anodorhynchus leari) e a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii).

As espécies distintivas e endêmicas incluem:

  • Plantas, Godmania dardanoi, Cordia globosa, Billbergia fosteriana, Cereus jamacaru, Melocactus oreas, Pilosocereus gounellei, Copernicia prunifera e Ziziphus joazeir;
  • Pássaros, arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari), ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) e arapaçu-de-bigode (Xiphocolaptes falcirostris);
  • Mamíferos, um rato espinhoso (Proechimys yonenagae) e;
  • Vários lagartos, Tropiturus amathites, Tropidurus divaricatus e Tropidurus cocorobensis.

Plantas Ameaçadas de Extinção

Hoje em dia, cerca de 80 espécies de plantas estão ameaçadas de serem aniquiladas do mundo. Suas principais causas são o desmatamento desenfreado, a extração inadequada e o contrabando para a venda no mercado negro. Entre as espécies, estão:

  • Flor de Carajás;

    Flor de Carajás
    Flor de Carajás
  • Castanheira;

    Castanheira
    Castanheira
  • Cumaru de Cheiro;

    Cumaru de Cheiro
    Cumaru de Cheiro
  • Cravo do Maranhão;

    Cravo do Maranhão
    Cravo do Maranhão
  • Pau Rosa;

    Pau Rosa
    Pau Rosa
  • Mogno;

    Mogno
    Mogno
  • Xaxim;

    Xaxim
    Xaxim
  • Andiroba.

    Andiroba
    Andiroba

Grande parte delas estão sendo plantadas em outros locais, para evitar a extinção total. Os esforços estão indo bem, porém, o número de cada uma delas vem diminuindo cada vez mais em seu habitat natural.

As estimativas eram que, em menos de 50 anos, pelo menos 50% de todas as espécies ameaçadas seriam extintas. Entretanto, graças aos esforços de muitos, essa contagem mudou para melhor. Hoje, poucas estão em risco crítico.

Status Atual

Pelo menos 50% da Caatinga já foram completamente convertidas de sua vegetação nativa ou modificadas de maneira importante.

O severo uso excessivo da caatinga por pastoreio e navegação por tantos séculos tem resultado em grande modificação ambiental da região.

Caatinga Atual
Caatinga Atual

Além disso, a extração insustentável de madeira para combustível, incêndios extensos e descontrolados e, mais recentemente, o cultivo de algodão desempenharam papéis cruciais na destruição quase completa de importantes ecossistemas regionais.

Tipos e Gravidade de Ameaças

Como resultado, uma grande área da ecorregião é classificada hoje como altamente ameaçada pela desertificação. Em contraste com a enorme proporção da área sob forte pressão humana, menos de 1% da ecorregião é protegida em parques ou reservas.

Várias dessas áreas protegidas precisam ser implementadas de acordo com as melhores diretrizes de gestão. Um dos melhores parques nacionais brasileiros está na Caatinga: o Parque Nacional da Serra da Capivara.  Este parque combina duas características extraordinárias: um conjunto importante de biota da Caatinga e um dos sítios arqueológicos mais importantes da América do Sul.

Veja também

Suco de Babosa

Babosa Serve para Tratar que Tipo de Doenças? Lista de Doenças

Babosa: O que é? Babosa, nome popular para a planta Aloe Vera, leva esse nome …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *