Home / Plantas / Pitanga Vermelha: Cultura, Características e Fotos

Pitanga Vermelha: Cultura, Características e Fotos

Quem cresceu ou viveu em sítios e fazendas, ou até mesmo ia em alguns momentos da vida, é muito acostumado a comer as coisas bem naturais. Fazer os próprios doces, tirar o leite direto da vaca e especialmente comer a fruta direto da árvore. São muitas as frutas que se tornaram populares pelo Brasil e que fazem sucesso. Normalmente, essas frutas tem o apelo da infância, já que fizeram parte da vida de muitos brasileiros.

Uma dessas frutas é a pitanga. Ela sempre foi muito presente em interiores, apesar de não ser fácil de encontrar em mercados ou feiras quando está fora de época. Existem 3 tipos de pitangas, e no post de hoje iremos falar sobre a pitanga vermelha. Contaremos um pouco mais sobre suas características, a cultura em volta dela e muito mais. Tudo isso com fotos para você saber reconhecer uma pitanga vermelha e experimenta-la da próxima vez. Continue lendo para aprender sobre essa fruta maravilhosa.

Características Gerais da Pitanga Vermelha

A pitanga é fruto da planta pitangueira, que tem como nome científico Eugenia uniflora. Ela é uma planta dicotiledônea e faz parte da família das mirtáceas. Essa fruta tem a forma de bola, e tem a coloração vermelha. Há outros tipos de acerolas, que podem ser amarelas, laranjas ou até mesmo pretas, sendo a última menos comum. Quanto mais madura, mais vermelha a fruta.

Sua origem é da Mata Atlântica brasileira, e além dela, também é encontrada na floresta do planalto, nas restingas, e em outras regiões que possuam o clima subtropical. Além do Brasil, também é vista na Ilha da Madeira em Portugal, alguns países da América do Sul, América Central e do Norte, além de várias áreas do continente africano.

A árvore tem porte pequeno a médio, medindo no máximo 6 metros de altura, quando as condições de clima e solo são bastante favoráveis. A copa da árvore é cheia de folhagem perene, ou seja, que nunca cai durante o ano todo. Suas folhas são pequenas e de um verde bem escuro, quando amassadas, soltam um aroma bem forte e único. Já suas flores são brancas e pequenas, não tão bonitas assim, mas que atraem muitas abelhas.

Cultivada principalmente em quintais domésticos, sítios e fazendas, a pitanga é muito consumida. Ela tem um sabor agridoce, bem característico e azedinho. O nome pitanga veio do tupi antigo “ybápytanga”, e significa literalmente fruto avermelhado. É mais consumida in natura, mas também utilizada em licores, cachaças, geleias e até mesmo vinhos. Sucos e picolés também são bem comuns, principalmente no verão.

O período de frutificação da pitangueira ocorre desde o mês de outubro até janeiro. Algumas ficam todos esses meses dando frutas, já outras somente um mês. Varia muito da região, clima e solo em que ela está inserida.

Cultura da Pitanga Vermelha

A pitanga é muito mais consumida aqui no Brasil do que em qualquer outro lugar. Porém, não é produzida em nível comercial, ou seja, larga escala. Pois quando está madura, fica muito tenro, e costuma ser danificada facilmente durante transporte. É uma fruta muito frágil que não aguenta esses tipos de transporte.

Existe uma cultura bem antiga de utilizar frutas e suas folhas para o tratamento de doenças. Essa é a medicina tradicional, e até hoje é utilizada por algumas pessoas. A pitanga tem qualidades terapêuticas e junto com suas folhas fazem o chá de pitanga. Serve como calmante e também para febres e resfriados. Elas também são muito apreciadas no paisagismo. Por ter uma beleza em sua planta como um todo, ela acaba traindo abelhas, pássaros e outros animais. Sendo ótima para quem tem quintais grandes.

Benefícios e Fotos da Pitanga Vermelha

Benefícios da Pitanga Vermelha
Benefícios da Pitanga Vermelha

A pitanga além de ser muito gostosa, também apresenta uma boa quantidade de benefícios para o nosso corpo. A seguir vamos apresentar alguns de seus principais efeitos benéficos:

  • É uma fruta de baixa caloria, logo, é ótimo para quem quer emagrecer. Seu suco serve como uma boa bebida diurética para quem está fazendo dietas.
  • Ela é rica em antioxidantes, que trabalham na eliminação de radicais livres. Eles conseguem então reduzir o envelhecimento precoce.
  • As folhas da pitanga são utilizadas no tratamento de febre, hipertensão e algumas doenças estomacais.  Já que possuem propriedades anti-inflamatórias, diuréticas e servem como calmantes naturais.
  • Em sua composição, estão presentes as antocianinas e fenóis, que são substâncias capazes de prevenir doenças degenerativas e atuantes na proteção das moléculas de DNA contra as mutações que podem levar ao câncer.
  • O licopeno é a substância responsável pela cor vermelha da fruta, e também é outro antioxidante presente que trabalha no combate a várias doenças
  • Rica em sais minerais como cálcio, ferro, fósforo, potássio além de ter vitamina A, vitamina C e diversas vitaminas do complexo B.
  • Tem um alto teor de água, o que é uma boa para se manter hidratado e ajuda a dar saciedade também.
  • Ajuda a combater a artrite, uma doença inflamatória nas articulações.
  • Os seus antioxidantes também colaboram na hora da diminuição e prevenção de acne.
  • As folhas da pitangueira possuem uma substância chamada pitanguina, que ajuda em diversas áreas do corpo e serve como tratamento de várias doenças. Ela inclusive ajuda no controle da diabetes ou/e na redução de risco de ter diabetes.

Esperamos que o post tenha te ajudado e ensinado um pouco mais sobre as pitangas vermelhas e suas características. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-las. Leia mais sobre frutas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Arroz Branco na Tigela

Arroz Branco Tem Açúcar? Quais os Seus Nutrientes?

O arroz é um grão rico em amido usado como ingrediente básico por mais da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *