Home / Plantas / Pitanga Pitaia ou Pitaya: Fotos e Características

Pitanga Pitaia ou Pitaya: Fotos e Características

A pitaya é uma das plantas mais singulares da natureza, com uma flor como uma explosão de chamas e uma fruta como um botão de rosa. Amplamente conhecida como fruta do dragão (principalmente nos EUA, Ásia e Europa), é nativa da América Central, mas também é cultivada e exportada de vários países do Sudeste Asiático, como Tailândia e Vietnã.

A fruta do dragão é na verdade uma das várias espécies de cactos e, assim como seus parentes, tem uma haste suculenta que fornece uma fruta excepcionalmente deliciosa com umidade nos climas áridos onde normalmente cresce.

A fruta do dragão parece um abacaxi macio com picos, e pode ter pele rosa, vermelha ou amarela e carne branca ou vermelha.

A fruta também tem folhas sobrepostas ou parecidas com escamas, semelhantes a uma alcachofra, e uma abundância de pequenas sementes comestíveis negras. Seu sabor é levemente adocicado, como uma mistura de kiwis e pera, e tem uma textura crocante.

Embora a fruta possa parecer um pouco estranha no começo, é fácil prepará-la. Comece fatiando a fruta do dragão longitudinalmente. Depois, você pode remover a carne ou cortar a fruta ainda mais em pedaços e descascar a pele coriácea.

Certifique-se de comer apenas a parte branca contendo as sementes e descarte as porções cor-de-rosa restantes, pois elas tendem a ser amargas.

Pitanga Pitaia: Características

A fruta do dragão contém um número surpreendente de fitonutrientes. Ela também é rica em antioxidantes e é lar de caroteno, proteína, vitamina C (supostamente próximo a 10% do valor diário recomendado), ácidos graxos poliinsaturados (bons) e B vitaminas que podem ser necessárias para o metabolismo de carboidratos.

Além disso, essa fruta tropical não contém carboidratos complexos, o que pode permitir que a vitamina B1 (tiamina), juntamente com outras vitaminas do complexo B, quebre os alimentos mais facilmente no corpo.

A fruta do dragão também é uma fonte de outros nutrientes, como o cálcio, que pode ajudar a desenvolver ossos e dentes fortes, ferro que pode ajudar a formar glóbulos vermelhos saudáveis ​​e fósforo para ajudar a promover o crescimento, manutenção e reparo de tecidos e células.

Um fitoquímico chamado “captin” está presente na fruta do dragão também. É normalmente usado em medicamentos que podem ajudar a aliviar problemas cardíacos. Outros benefícios conhecidos da pitaia incluem o fortalecimento do sistema imunológico, promovendo uma recuperação mais rápida de feridas e contusões e reduzindo o risco de problemas respiratórios.

Comer pitaias também pode ajudar o corpo a manter sua função normal, ajudando a eliminar metais pesados ​​tóxicos e melhorando a acuidade visual. O licopeno, responsável pela cor vermelha da fruta, tem sido associado a um menor risco de câncer de próstata.

Enquanto isso, os extratos da pitaia são ricos em gorduras polinsaturadas (ácidos graxos ômega-3 e ômega-6) que podem ajudar a reduzir os níveis de triglicerídeos e reduzir o risco de doenças cardiovasculares. Em alguns casos, o óleo derivado das sementes pode servir como laxante suave também.

Certifique-se de consumir a fruta do dragão com moderação, pois ela contém frutose, um tipo de açúcar que pode ser prejudicial à saúde se consumido em quantidades excessivas.

O Que Os Estudos Mostram Sobre a Pitaia?

Alguns estudos já foram realizados para determinar se a fruta do dragão desempenha um papel na melhoria da saúde geral e bem-estar.

Um exemplo é um estudo de 2011 do Jornal do Pacífico Asiático de Prevenção do Câncer, onde os pesquisadores avaliaram a relação entre uma dieta saudável contendo frutas e vegetais, atividade física ao longo da vida e danos oxidativos ao DNA ligados ao câncer de próstata.

A conclusão foi que exercícios e uma dieta de frutas e vegetais frescos, especialmente aqueles contendo licopeno como a pitaya, foi encontrada para proteger contra a doença.

Outro estudo publicado no “Drug Metabolism and Disosition” em 2004 teve como objetivo aprender mais sobre as capacidades de frutas tropicais como a fruta do dragão, uma vez que há informações limitadas em torno delas.

O estudo produziu resultados positivos, e os pesquisadores descobriram que frutas tropicais como a fruta do dragão podem inibir a atividade do citocromo humano P450.

Essa substância pode ser vista no fígado, mas também pode ser encontrada em outros tecidos, como no intestino delgado, nos pulmões e nos rins, e mutações dessa substância em particular foram associadas ao desenvolvimento de glaucoma congênito.

Receita Saudável com Pitaias

Agora que você já leu o quão importante é ingeri-las, que tal começar agora mesmo uma receita incrível, vamos lá?

Ingredientes:

  • 2 xícaras de cubos de pitaia congelados;
  • 1/3 xícara de iogurte grego ou erva crua alimentada com iogurte;
  • 1 banana;

Modo de Preparo:

  • No liquidificador, liquefaça os ingredientes;
  • Sirva em duas tigelas (ou congele metade da porção para mais tarde);
  • Adicione coberturas de escolha e aproveite.

Esta receita faz 2 porções.
Preparação / tempo total: 10 minutos

Curiosidades Sobre a Fruta

Uma das principais razões que a pitaia é tão única é porque a planta tende a viver apenas por uma noite! Primeiro, um cacto de escalada produz lindas flores cor-de-rosa ou amarelas.

Uma vez que essas flores florescem da noite à meia-noite, elas são polinizadas por mariposas e morcegos. Antes do amanhecer, as flores murcham e morrem. Esse evento é uma das principais razões pelas quais a pitaia é às vezes chamada de “flor da lua” ou até “dama da noite”.

No entanto, como a East London Garden Society aponta (Sociedade de Londres), a planta é capaz de produzir frutas pelo menos seis vezes por ano.

Resumo

A fruta do dragão é baixa em calorias, mas oferece inúmeros nutrientes, incluindo vitamina C, vitaminas do complexo B, fósforo, proteína, cálcio, captina e antioxidantes.

Provou-se para ajudar a baixar os níveis de pressão arterial, fortalecer os ossos e dentes, promover a formação de sangue e tecido saudável, fortalecer o sistema imunológico, curar contusões e feridas mais rapidamente e inibir problemas de saúde em seu sistema respiratório.

Como outras frutas vermelhas, a pitaia contém licopeno, que pode ajudar a reduzir o risco de câncer ou doenças cardíacas. É mais bem comida quando refrigerada, picada em cubos e adicionada à salada de frutas ou misturado em uma bebida refrescante ou batido. Isso pode se tornar sua nova fruta favorita, e você nem precisa matar um dragão.

Veja também

Abacate: Sugestões e Diferentes Formas de Consumir

Posso comer abacate batido? Esse é um grande questionamento, que envolve a maneira de comer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *