Home / Plantas / Pêssego Ouro Mel: Calorias, Benefícios, Nome Científico e Fotos

Pêssego Ouro Mel: Calorias, Benefícios, Nome Científico e Fotos

O delicioso pêssego é na verdade um membro da família das rosas e originou-se na China, onde são  muito populares e de onde se espalharam para o resto do mundo através da antiga rota da seda.

Pêssego Ouro Mel: Nome Científico e Fotos

Frutos de pêssego pertencem ao gênero Prunus da  família das rosáceas . Seu nome científico é Prunus persica. A China de onde se originou é o maior produtor de pêssegos, seguido pela Itália. O nome científico do pêssego, Prunus persica , é uma referência direta às viagens da fruta à Pérsia ao longo dos séculos. O pêssego pode ter carne amarela ou branca, que é mais doce e menos ácida do que a sua contraparte dourada mais tradicional.

Pêssego Ouro Mel:

Cultivares

A coloração da carne dos frutos, sua adaptabilidade ao clima frio para haver a quebra da dormência, a época em que os frutos amadurecem, o porte médio dos frutos, e a qualidade da polpa comestível dos frutos, são os fatores a ser considerados ao classificar os cultivares dos pêssegos.

O Pêssego Ouro-Mel é originado de um cultivar de frutos com porte de médio para grande, de forma oblonga quase sem ponta  e corte desenvolvido. Apresenta um fruto de película  amarela, com intensa tonalidade avermelhada.  A polpa comestível é amarela, de textura fina e macia, suculenta, livre do caroço.  O sabor é suave, com equilíbrio entre acidez e teor de açúcar. Por que se  importar com o valor calórico dos alimentos, como o pêssego?

Pêssego Ouro Mel Cultivares

Pêssego Ouro Mel: Calorias

Para o corpo humano permanecer vivo, precisa de energia. Cerca de 20% da energia que consumimos é usada no metabolismo cerebral. A maior parte do restante é usada no metabolismo basal, a energia de que precisamos quando em estado de repouso, para funções como circulação sanguínea, digestão e respiração.

Em um ambiente frio, precisamos de mais energia para manter uma temperatura corporal constante, à medida que nosso metabolismo aumenta para produzir mais calor. Em um ambiente quente, precisamos de menos energia. Também precisamos de energia mecânica para os músculos esqueléticos, para manter a postura e movimentar-nos.

Respiração celular é o processo metabólico pelo qual as células obtêm energia reagindo oxigênio com glicose para produzir dióxido de carbono, água e energia.  A eficiência com que a energia da respiração se converte em potência física – ou mecânica – depende do tipo de alimento ingerido, do tipo de energia física e de se os músculos são usados ​​aerobicamente ou anaerobicamente.  Em outras palavras, precisamos de calorias para alimentar funções corporais, como respirar e pensar, manter nossa postura e nos movimentar. Quantas calorias eu consumo ao comer um pêssego?

Pêssego Ouro Mel: Calorias

130 gr. de pêssego contém:

Calorias 51

Calorias de Fat 3

Gordura Total 0,3g          1%

Gordura Polinsaturada 0g

Gordura Monossaturada 0g

Colesterol 0mg 0%

Sódio  0mg         0%

Potássio 247mg                7%

Carboidratos  12g            4%

Fibra Dietética  2g           8%

Açúcares  11g

Proteína  1.2g

Vitamina A  8,5% ·

Vitamina C  14%

Cálcio  0,8% ·

Ferro  1,8%

* Baseado em uma dieta de 2.000 calorias.

Pêssego Ouro Mel: Benefícios

Diabetes

Os pêssegos são ricos em micronutrientes, incluindo vitamina C, vitamina A, vitamina K e vitaminas do complexo B, como tiamina, niacina e riboflavina. A fruta também contém 247 mg de potássio, o que representa 7% das suas necessidades diárias recomendadas.

Observe que um pêssego médio tem 12 gramas de carboidratos, 2 gramas de fibra e 11 gramas de açúcar. O que torna o pêssego  uma fruta com baixo índice glicêmico, o que significa que terá um efeito mínimo sobre o açúcar no sangue. Seu consumo pra quem tem problemas de diabetes é bastante recomendável.

Antioxidante

Os pêssegos são ricos em antioxidantes, especialmente a vitamina C. Os antioxidantes buscam e destroem os radicais livres, que são o resultado da oxidação no corpo e podem levar a doenças cardíacas, derrame, câncer e outras doenças inflamatórias crônicas.

A vitamina C é talvez um dos antioxidantes mais conhecidos. Além de ter benefícios antioxidantes, a vitamina C ajuda a melhorar a imunidade, o reparo celular, incluindo a cicatrização de feridas, além de ter propriedades anti-envelhecimento.

Os pêssegos contêm carotenoides, particularmente os carotenoides provitamina A, α-caroteno, β-caroteno, que podem ser sintetizados em vitamina A, essencial para a visão normal e a saúde imunológica.

Controle da Obesidade

Veja na tabela a quantidade de gorduras, menos de meio grama por porção. Esta pequena quantidade de gordura nos pêssegos, são gorduras monoinsaturadas e poli insaturadas saudáveis ​​para o coração. Pêssegos não são uma rica fonte de proteína, mas um pêssego médio tem 1,2 gramas de proteína e  compostos bioativos que podem inibir diabetes e doenças cardiovasculares relacionadas à obesidade.

Os pêssegos também são uma boa fonte de fibras. A fibra é importante para todas as pessoas, pois ajuda a remover o colesterol do corpo, promove a saúde intestinal, aumenta a saciedade e pode ajudar a estabilizar o açúcar no sangue. Além disso, comer uma dieta rica em fibras pode ajudar a mantê-lo satisfeito e promover a perda de peso.

Os pesquisadores acreditam que as antocianinas, os ácidos clorogênicos, os derivados da quercetina e as catequinas dessas frutas trabalham sinergicamente para reduzir o LDL ou o colesterol “ruim”, a obesidade e a inflamação relacionada à síndrome metabólica.

Auxilia no Combate ao Câncer

Além disso, estudos em animais descobriram compostos em pêssegos podem ajudar a combater certas doenças, incluindo câncer de mama. Em um estudo , procianidinas, antocianinas e quercetina em extratos de pêssego foram encontrados para inibir o crescimento de certas células de câncer de mama, ademais uma dieta rica em fibras pode ajudar a prevenir certos tipos de câncer.

Pêssego Ouro Mel:

Contra Indicação

A objeção é geralmente levantada para o consumo das sementes e folhas da Pessegueira, que são perigosos por causa do ácido prússico, um produto  de alterações químicas que ocorrem na presença de calor e umidade “(fermentação) …” .  Comer grandes quantidades de sementes de pêssego, por serem de difícil digestão, sofrerão mudanças químicas na presença do calor e da umidade do estômago, e essa mudança produzirá ácido prússico livremente. Antes da fermentação, eles são absolutamente seguros; após a fermentação, são extremamente perigosos ”.

 

Veja também

Agerato: Para Que Serve? Quais Benefícios o Ageratum Pode Trazer?

O Agerato, comumente chamado de flor de fio dental, é um concurso anual de gelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *