Home / Plantas / Pé de Pera em Vaso: Como Plantar, Cultivar e Fazer Mudas

Pé de Pera em Vaso: Como Plantar, Cultivar e Fazer Mudas

Se você gosta de Pera vai se arrepender caso arrole essa matéria sem lê-la! Hoje eu lhe mostrarei como ter um Pereira no alcance das suas mãos bem aí na sua casa! Vai perder essa oportunidade?

Conhecendo a Pera

A pera possui quatro tipos:

  • Pera portuguesa;
Pera Portuguesa

·         Pera Williams;

·         Pera d’água;

Pera D’água

·         Pera d’anjou;

Pera D’anjou

·         Pera ercolini;

Pera Ercolini

·         Pera red

Pera Red

 

Características da Pereira

Essa árvore é uma boa opção para quem quer se deliciar com o sabor de uma Pera por um longo tempo pois dos 4 até os 40 anos de idade a Pereira é capaz de frutificar, é claro que pode haver variações, e saiba você que elas podem alcançar a altura de 12 metros. São bem grandinhas não é mesmo!

São conhecidas como caducifólias, ou seja, árvores que perdem suas folhas em determinado período das estações, mas nem todas possuem tal característica.

Caso queira se saborear seus frutos então vai ter que esperar até o outono ou verão, época em que as Peras amadurecem sendo que as primeiras flores surgem na primavera. Se você ama essa fruta deve aguardar o seu surgimento com muita ansiedade!

A maior parte da produção da Pera se dá na China e o restante nos diversos outros lugares do mundo. Será que os chineses gostam tanto assim desta fruta?

Como Plantar o Pé de Pera em Vaso

Antes de tudo saiba que as sementes da pera willians são mais fáceis de ser encontrada.

1º Passo: pegue um potinho de plástico e coloque um papel toalha dentro, em cima dele coloque as sementes (coloque quantas quiser), feche o recipiente e leve à geladeira. Deixe lá por umas três semanas.

2º Passo: Após esperar o tempo necessário ao abrir a vasilhinha você encontrará a semente com um pequeno raminho florescendo, um “projeto de raiz” daí coloque-a num vaso (o de 50 litros é perfeito) de plantas com muita terra bem soltinha. Deixe a sementinha com o raminho florescido apontado para baixo e em 4 semanas você terá uma plantinha bem pequenina, mas super bonita. Um passo a menos para ter a sua Pereira!

3º É importante estar ciente que o processo é bem demorado e se você for uma pessoa meio ansiosa e impaciente então não vai ter sucesso nesta empreitada. Em três anos aquela minúscula planta vai crescer e ganhar uma estatura notável no seu quintal.

Lembre-se de que o Pé de Pera possui folhas que caem periodicamente então não se assuste quando ela amanhecer apenas com seus galhos pois significa que ela está hibernando e quando acordar vai começar a florescer.

Essa planta precisa ficar exposta ao frio por 200 horas sendo que outras espécies precisam de período muito superior chegando até a 700 hs.

Tenha bastante ânimo porque não e fácil cultivar essa planta, ela precisa de duas outras para fecunda-la estas devem ter bastante pólen pois este é lançado na sua Pereira e assim ela florescerá. Existem estudiosos nos assuntos que também tem dificuldades de planta-las então não desanime caso haja insucesso na sua primeira tentativa.

Você deve ter achado tudo isso muito louco essa coisa de colocar sementes na geladeira e todo o resto, não é? Mas confie em mim eu não sou biruta, talvez seja um pouco, mas o que ensino para você é certo pode tentar que é sucesso!

Só lembrando que o Pé de Pera não gosta de umidade nem calor, estes climas originam fungos na planta, o ideal é temperaturas mais frias.

Mais uma super dica: cuidado com a poda, ela não deve ser muito drástica, caso contrário pode interferir na produtividade do seu Pé de Pera.

Como Cultivar o Pé de Pera em Vaso

Quando a sua Pereira atingir quatro folhas ou mais é hora de transferi-la para um vaso maior e ao atingir um tamanho ainda mais superior, você deve coloca-la na terra onde será a sua última casa e convenhamos, o local onde ele sempre deveria estar. Esse novo habitat dela deve ser bem aberto para que ela se habitue ao ar livre.Você pode enxertar o seu Pé de Pera se quiser!

Caso escolha cultivar a Pereira a partir da semente então você terá que ter a famosa paciência de Jó porque os frutos só poderão ser vistos de 7 a 10 anos, se quiser o processo em tempo menor como de 1 a 3 anos então deverá adquirir sementes enxertadas de 1 a 2 anos.

Recorde-se sobre aquele assunto em relação a quantidade de frio que essa planta tem que tomar isso é muito importante para o desenvolvimento dela.

Algumas características do clima devem ser consideradas como a luz do sol abundante que não pode faltar de jeito nenhum pois interfere na coloração do fruto, existem agricultores que utilizam até ventiladores para equilibrar a temperatura e não permitir que a planta seja afetada pelas oscilações climáticas.

Como Fazer Mudas da Pereira

Você vai precisar de um porta enxerto e este deve produzir uma grande quantidade de raízes para que a planta tenha um bom desenvolvimento e vigor. Depois é só retirar um galho da planta que você deseja multiplicar, ele deve ter o mesmo diâmetro do porta enxerto e precisa estar em período de dormência.

Fique ciente de que o porta enxerto deve possuir uns 20 cm de altura e faça um corte transversal nele e depois um longitudinal onde será inserido o galho que foi retirado para multiplicação das mudas. Este mesmo processo será realizado no ramo que foi separado por você porque você vai encaixa-lo no porta enxerto. Por fim passe uma fita plástica no meio do ramo e também em sua ponta para protege-la contra a perda de liquido.

Ei, você não dormiu não né? Espero que não tenha ficado enfadado de tantas informações, mas não há outro jeito de aprender este processo senão desta forma, portanto saiba que um admirador de plantas é um ser paciente que observa a cada dia o avanço da sua criação. Tenho certeza que você terá sucesso com a plantação da sua Pereira. Até a próxima!

Veja também

Tempero de Gengibre

Lista Dos Tipos De Gengibre – Espécies Com Nome E Fotos!

Existem diversas plantas e ervas que são mundialmente conhecidas por suas propriedades medicinais e todos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *