Home / Animais / Guepardo Domesticado: É Possível Ter Um de Estimação? Como?

Guepardo Domesticado: É Possível Ter Um de Estimação? Como?

Se você pudesse ter qualquer animal de estimação no mundo sem conseqüências, qual seria? Em meio as respostas, com certeza você encontrará quem deseje um guepardo. Para muitas pessoas, os guepardos são modelos de graça, agilidade e ferocidade. Portanto, não é de surpreender que haja muitos que têm interesse em manter esses animais icônicos como animais de estimação pessoais. É possível?

Guepardo Domesticado: É Possível Ter Um De Estimação? Como?

A manutenção de animais de estimação exóticos é muito controversa, em grande parte devido à ignorância. Muitos são desinformados sobre o que um animal de estimação exótico realmente é; guepardos pela maioria das definições se qualificam como animais de estimação exóticos, mesmo dentro de sua área de habitat natural. Guepardos nunca tornaram-se passivos a domesticação mas, mesmo assim, foram mantidos como animais de estimação por milhares de anos.

Eles eram frequentemente os companheiros do rico e alto perfil. Historicamente, imperadores, reis e os faraós os mantinham como sinal de riqueza. Acredita-se que Akbar, um governante mogol da Índia moderna do século XVI, possuía 9.000 chitas ao longo de 49 anos.

Nos tempos mais modernos, pouco mudou. Eles também são mantidos como animais de estimação por alguns dos ricos nos Emirados Árabes Unidos. Às vezes, eles são vistos ajudando caçadores em países africanos e do Oriente Médio (embora os cães também realizem esse serviço muito bem).

Muitas pessoas perguntam se é possível obter um guepardo de estimação. Se você estiver nos Estados Unidos, esqueça. Os guepardos são raros nos EUA e nem são tão comuns nas instalações zoológicas porque são difíceis de reproduzir e não são importadas com facilidade. Além disso, é ilegal mantê-los como animais de estimação nos EUA.

Proprietários privados de guepardos legal e ilegalmente obtidos provavelmente moram nos Emirados Árabes Unidos, em alguns países da Ásia Ocidental, onde podem ser comprados (e não são ilegais), ou em um país africano onde podem ser encontrados em estado selvagem ou comprados em leilões.

No Brasil a lei de importação é frouxa e muito suscetível a corrupção mas, teoricamente, é proibido a aquisição de guepardos como animais de estimação. Infelizmente, porém, segundo até uma organização sem fim lucrativos com sede na Namíbia, já confirmou que há muito comércio ilegal de guepardos nas plataformas de mídias sociais. Só o Instagran bate o recorde das plataformas com essa prática, com mais quase 80 % de posts voltados pra esse tipo de oferta.

Muito recentemente nos Emirados Árabes Unidos criou uma proibição de importação de guepardos (bem como de outras espécies selvagens), e isso principalmente ao excesso de pessoas mal informadas adquirindo esses animais ilegalmente, o que tem resultado em um aumento de animais abandonados ou negligenciados.

Guepardo na Jaula
Guepardo na Jaula

Há criadores de guepardos em cativeiro nos Emirados Árabes Unidos, mas é provável que a maioria deles tenha se originado a partir de métodos agora ilegais. Infelizmente, mesmo que um criador afirme que um animal foi criado em cativeiro, talvez não seja assim. Alguns proprietários se orgulham de obter guepardos através de métodos ilegais.

Guepardos Como Animais De Estimação

Se os guepardos sobrevivem ao cativeiro, os adultos ainda devem ser mantidos em dietas específicas que atendam às suas necessidades nutricionais ou estarão em risco de desnutrição, que é uma condição que eles geralmente sofrem quando são removidos de casas particulares.

A dieta deve consistir de uma dieta carnívora especialmente preparada e uma presa completa com suplementação (vitaminas A, D e E), incluindo ossos para evitar a ocorrência de erosão palatina focal, deficiência de cálcio e outros problemas dentários que podem colocar a vida em risco.

Da mesma forma que outros animais de estimação como cães, guepardos precisam de sua própria estimulação específica para cada espécie e enriquecimento ambiental. Tem sido demonstrado que o bem-estar dos guepardos é melhorado se eles puderem ver suas presas naturais.

Como seria de esperar, o exercício também é importante. Embora guepardos em cativeiro geralmente não atinjam sua velocidade máxima de 60 mph em cativeiro devido à falta de condicionamento, é importante exercitá-las com uma curta distância e corrida rápida. Isso pode ser feito com uma isca mecânica.

Embora guepardos possam parecer manso, seu cuidado não é como o de um cão e gato típico. Eles muitas vezes podem ser destrutivos em casa, e são propensos a pulverização de urina. Não é do melhor interesse da espécie como um todo mantê-los como animais de estimação, infelizmente.

O sucesso reprodutivo extremamente pobre desses felinos os torna insustentáveis como animais de estimação. Portanto, os animais que não são criados em cativeiro são mais do que prováveis de terem sido obtidos por práticas imorais, como a remoção da natureza, o que pode resultar na morte da mãe.

Outras Considerações Éticas

Os filhotes de guepardo são muito difíceis de cuidar. Além disso, os filhotes geralmente são maltratados no caminho até o destino. Os animais sobreviventes são vendidos indiscriminadamente a pessoas que os compram apenas para exibi-los, o que, por si só, pode não ser negativo, mas gera dificuldade em permitir que os filhotes recebam os padrões rígidos de atendimento de que precisam.

A população atual de guepardos é de cerca de 12.000 a 15.000, abaixo dos aproximadamente 50.000 em que estava antes da interferência humana. De acordo com a mesma organização da Namíbia mencionada anteriormente, mais de uma centena de guepardos são capturados anualmente para o comércio de animais de estimação.

Enquanto o comércio de guepardos de estimação não é de forma alguma a principal ameaça que os animais enfrentam contra suas populações selvagens, a remoção de animais de populações ameaçadas, especialmente se os números forem mais baixos em um local específico, pode trazer um impacto significativo.

Guepardos são um exemplo de um animal de estimação exótico em que o comércio de animais de estimação realmente prejudica populações selvagens por estas razões, mas todos os animais de estimação exóticos não se enquadram neste rótulo, ao contrário da crença errônea.

O Melhor Que Você Pode Fazer

Se você é dessas pessoas que vive desejando um animal selvagem ‘porque ele é muito fofo’, fica aqui a sugestão do melhor que você realmente pode fazer que beneficiará principalmente a esses animais: seja voluntário em um zoológico que os possui, não só guepardos mas também muitos outros animais selvagens ali que precisam de apoio e carinho. Com sorte, você pode trabalhar até chegar a uma posição em que possa interagir com eles. Se você não tem o compromisso de tempo para fazer isso, você também pode apenas frequentar o zoológico com freqüência e apreciá-los.

Seu dinheiro será bem utilizado para a conservação da espécie. Se outros animais no zoológico não são da sua preferência ou gosto, ou se você simplesmente não é um tratador do tipo disposto a tolerar os aborrecimentos de animais não domesticados, existem raças de felinos totalmente domesticadas com pontos como o gato egípcio. Obtenha um desse e estará bem próximo de possuir um felino com aparência de guepardo, e legalmente.

Veja também

Flamingo Pequeno: Características, Nome Cientifico e Fotos

O flamingo-pequeno é o menor de todos os flamingos, mas tem o maior número de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *