Home / Plantas / Orquídeas com Bulbos Redondos

Orquídeas com Bulbos Redondos

Os bulbos são estruturas vegetais com a função de reservar alimentos que normalmente ficam localizados dentro do solo.

No interior dos bulbos desenvolvem-se as gemas, que são as informações genéticas de novas estruturas das plantas.

E para exercer sua função, o bulbo precisa dos processos químicos gerados pela fotossíntese através das folhas, absorvendo a energia solar e o transformando em alimento.

Esses bulbos podem possuir formas variadas, ovalados, mais arredondados, mais elíptico e outras formas variando de espécie para espécie.

Orquídea dançarina (oncindium varicosum)

Orquídea  de porte médio, muito apreciada pelas cores vibrantes de suas folhas que vão de tons de branco, amarelo, rosa, castanho até sua versão tigrada.

Oncidium Varicosum
Oncidium Varicosum

Apresentam pseudobulbos ovalados e achatados e flores pequenas, normalmente na cor amarela, por isso são também conhecidas como chuva de ouro.

Oeceoclades Maculata

Esta orquídea terrestre tem folhas parecidas com a da “espada de São Jorge), são pendões finos, altos e bem delicados, porta inflorescência lateral e reta que brota da base dos bulbos.

Seus  pseudobulbos se apresentam aglomerados, são pequenos e redondos, desenvolve de uma a tres folhas grandes se comparadas ao bulbo.

Phaius Tankervilleae

São originárias de alagados e pântanos da Ásia, apresentam um escapo floral de 5 a 10 flores de boa fragrância, e sofreram grande exploração.

Esta orquídea, também chamada orquídea da freira, produz uma flor marrom-amarelada, são espécies bulbosas, de crescimento simpodial e bem robustas, com rizomas curtos.

Os pseudobulbos bem encorpados e grossos, ficam sob as bases de 2 a 8 folhas grandes de até 0,90 cm.

Bulbophyllum Lobb

São orquídeas epífitas unifoliadas, de porte de pequeno a médio nativas do Caribe, de rizoma curto e crescimento simpodial

Em estado natural apresentam-se fixadas em arvores, com seus pseudobulbos bem espaçados e folhação única, inflorescência ereta  e uma única flor que surge do nódulo do rizoma.

Grobya Galeata

Espécie de orquídea de pequeno porte, é desprezada por orquidófilos pois apresenta poucos atrativos estéticos.

Apresenta crescimento simpodial e vegetam fixadas em arbustos, em áreas de bastante umidade, espécies diferentes de Grobya apresentam flores semelhantes.

A Grobya galeata possui um rizoma bem espesso, com bulbos, de em média 2,5 cm. de espessura, redondos, maciços e bem unidos que são apelidados de cebolão, ou cebola da mata.

Cada bulbo origina de 2 a 8 folhas e suas hastes florais que surgem ao lado dos cebolões medem cerca de 15 cm.

Coelogyne Cristata

São consideradas grande entre as orquídeas, podendo atingir até os 70 cm. de altura, formando grandes touceiras.

Esta orquídea epífita, apresenta belas flores pendentes, franjadas bem branquinha, que surgem dos pseudobulbos, como o rizoma é curto, os bulbos, que são redondinhos e meio alongados,  ficam bem pertinho um do outro.

Como não precisa da luz direta do sol, ela fica linda em qualquer ambiente dentro de interiores, desde que próximo de janelas e bem iluminada.

Cymbidium Traceyanum

Orquídea terrestre e rizomatosa, conhecida como “the boat orchid”. Apresenta pseudobulbos ovoides, parecidos com o jiló. Folhas coriáceas brotam em cachos. Inflorescência em haste longa e ereta, a partir da base. Flores pequeninas e numerosas, dispostas em cachos.

As orquídeas da espécie cimbídios encontradas no mercado vem do resultado de manipulações hortícolas de melhoramento e são formas hibridadas.

Encyclia Flava

Vigorosa orquídea epífita originária de regiões do Serrado. Planta robusta que sobrevive com o sereno da região e grandes variações de temperatura da noite para o dia.

Orquídea bulbosa de porte médio.que chegam a 10 cm. de altura de crescimento lento. Apresenta pseudobulbos ovoides alongados, folhação estreitas e lanceoladas. Inflorescência em cachos eretos com muitas flores pequenas  de até 3 cm. de diâmetro.

Cirrhopetalum Rothschildianum

Orquídea epífita de ambientes úmidas e arejadas, originária da Ásia. Apresenta pseudobulbos ovoides uni foliares, espalhados pelo rizoma. Produz belas e encantadoras flores de cor púrpura.

Brasiliochis Picta

Orquídea conhecida pelo seu aroma incomparável, com fragrância de mel.

Possui um rizoma multi ramificado, formando touceiras, apresenta pseudobulbos ovalados, com duas folhas lanceoladas de até 25 cm.

Inflorescência curta, uma pequena haste floral de 10 cm., originada na base dos bublbos,e floração única.

Aspasia Variegata

Orquídea nativa das Américas, frequenta florestas tropicais, formando touceiras, apresenta um rizoma alongado, com pseudobulbos elípticos, um tanto ovalados, portando duas folhas.As flores apresentam-se sob as folhas, junto ao pseudobulbo.

Bifrenaria Inodora

Orquídea exótica de folhas elípticas e plissadas verde escura, de até 30 cm. de altura, floração plural e pendente, em hastes florais originadas nos pseudobulbos ovalados.

Bletia Catenulata

Bela orquídea terrestre de folhas caducas e pseudobulbos tuberiformes semi ou completamente enterrados, apresenta florescência racemosa e ereta e haste floral de até 1,50 cm.

Brasilidium Gardneri

Esta orquídea apresenta um rizoma espesso, suportando pseudobulbos ovais e dua ou três folhas ásperas e lanceoladas.

A inflorescência é belíssima com uma haste floral de meio metro portando de 5 a 15 flores magníficas, com cores amarelo e marrom.

Grandiphyllum Pulvinatum

Orquídea simpodial que forma grandes touceiras, com rizoma curto e espessas raízes, portando pseudobulbos ovalados, ligeiramente achatados.

Apresenta uma inflorescência incrível, hastes aruqeadas de mais de dois metros com dezenas de floras aromáticas.

Hoffmannseggella Brieger

Apresenta flores magníficas com formas estreladas e cores vistosas, que frequentam regiões rochosas, entre fissuras , muito resistente.

É uma orquídea de pequeno que apresenta rizoma curto, com pseudobulbos pequenos redondos e mono foliados e folhas magenta lanceoladas.

Psychopsis Papilio

Apresenta rizoma curto com robustos pseudobulbos redondos, meio achatados e enrugados, folhação única de aproximadamente 20 cm.

Inflorescência espetacular, portando uma haste floral de um metro, que brota da base dos bulbos, suportando maravilhosas flores de até 15 cm. de diâmetro.

Rudolfiella Aurantiaca

Apresenta plantas de mais ou menos 30 cm., com pseudobulbos ovalados e enrugados separados dos rizomas e folhas com pseudo pecíolo duro.

Porta inflorescência longa e pendente, que brota da base dos bulbos, que  apresentam pequenas  flores de médio e pequeno porte.

Embora não haja consenso, alguns autores teorizam que, bulbos arredondados, e portanto com alta reserva de nutrientes, são mais presentes em orquídeas de rizoma mais curto, então com áreas menores de absorção e captação de nutrientes, e também mais presentes em orquídeas terrestres do que em epífitas, provavelmente pela proximidade com microrganismos presentes no solo.

Rudolfiella Aurantiaca
Rudolfiella Aurantiaca

Aproveite e navegue mais em nosso blog, onde encontrará uma ótima diversidade de artigos ainda sobre orquídeas ou sobre diversos outros interessantes artigos que certamente irão lhe atrair.

Veja também

Curiosidades Sobre a Ameixa e Fatos Interessantes

A ameixa é um membro da família das rosas e é um parente próximo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *