Home / Plantas / O Que o Cacto Precisa Para Sobreviver?

O Que o Cacto Precisa Para Sobreviver?

Cacto: As Flores do Deserto

Muitas pessoas escolhem cactos e suculentas para ter em casa pois tem em sua imaginação de plantas que não precisam de água e nem de cuidados, ou cuidados menores do que flores mais complexas, como as orquídeas

Na realidade, os cactos necessitam de cuidados sim! Veremos mais abaixo para sua planta sobreviva bem, não morra de fome, e nem de sede.

Os cactos passaram por muitas mutações para que pudessem sobreviver em habitats desérticos da forma como os conhecemos hoje em dia. Seus espinhos servem para espantar os animais ao redor que podem roubar sua água.

Seus caules possuem escamas mais duras que fazem com que a perda de água seja pequena, ao contrário das demais flores que precisam de rega frequente com pétalas delicadas e finas.

Além do mais, suas raízes tem uma espécie de cera que ajudam a filtrar e armazenar a água por um período maior de tempo, no caso, o excesso de água faz com que elas apodreçam e são a parte mais sensível no que se refere a sua adaptação.

Mesmo com todas essas qualidades e estruturas, alguns cuidados são necessários para que essa planta sobreviva caso você goste da sua beleza singular e deseje ter uma em casa. Nos dias atuais, é muito comum pessoas darem mini cactos e suculentas como lembrancinhas em casamentos ou de recordação, por isso, estar preparado para cuidar de uma pode não ser em vão!

O Que o Cacto Precisa Para Sobreviver?

Embora seja uma planta muito fácil de ser cuidada e facilmente encontrada em supermercados com preços bem acessíveis a partir de 4 reais, os cactos precisam de algumas responsabilidades para que seu dinheiro não seja jogado fora e sua plantinha morra!

Por isso atenção as dicas abaixo e não deixe de anotar tudo.

  • Vaso Definitivo

    Cacto no Vaso
    Cacto no Vaso

O cacto não gosta de mudanças bruscas, principalmente as que envolvem temperaturas, então se possível não troque de vaso, deixe o cacto em um vaso de cerâmica definitivo.

Ele precisa de calor para sobreviver mas cresce de forma rápida, por isso, coloque em um vaso de tamanho médio para que não precise trocar depois e nem muito grande por conta das raízes com excesso de água que podem apodrecer.

  • Muito Calor

Alguns dos segredos para cultivadores de cactos são as estufas, como nem todas as pessoas dispõem desse artificio em casa, colocar os cactos em um local que bata sol apenas pela manhã ou fim do dia, mas seja quente é o ideal.

Arrisque colocando seu cacto em janelas com luz solar indireta e em épocas de frio, existem técnicas com garrafas pets que podem ser bem acessíveis e imitam o calor das estufas, fazendo com que a plantinha sobreviva e continue crescendo mesmo no inverno.

  • Água: Nem Demais, Nem De Menos!

Mantenha a terra úmida em seu vaso, de modo a sentir com o dedo que ela ainda está levemente molhada. No caso o vaso além de um tamanho confortável, também deve ter buracos para escorrer a água para que o excesso não apodreça as raízes.

Um erro comum dos marinheiros de primeira viagem é colocar pouca água e deixar a planta morrer de sede, embora ela sobreviva a grandes períodos de seca, o ideal é mantê-la fresca. No verão, rege sua planta com a medida de 100 ml de água e no inverno essa mesma medida é suficiente para uma vez por mês.

  • Nutrientes Importantes

Procure em lojas especializadas adubos especiais, por isso pesquise junto ao seu responsável a melhor opção de acordo com o cacto que você escolheu, mas uma terra fértil e com muitos nutrientes é ideal para manter sua planta saudável e longe de insetos que podem agredi-la.

Por Que Ter um Cacto em Casa?

De acordo com as modas atuais, o cacto leva grande destaque no designer e planejamento de interiores sendo encontrado até mesmo em apartamento em mesas, pequenos jardins, berçários de flores, entre outros.

Além de ter um preço que cabe no bolso da maioria das pessoas, também se deve pela facilidade de cultiva-lo, ao contrário de outras plantas mais bonitas como girassóis e orquídeas e também porque traz um charme cheio de personalidade, sendo muito característico dos anfitriões que decidem coloca-los em seus lares.

Não deixe de pesquisar ideias em mídias digitais como utilizar essas plantas em diversos ambientes e compor uma arquitetura rústica e moderna ao mesmo tempo, tudo isso sem gastar muito!

Curiosidades Sobre os Cactos

Cactos no Deserto
Cactos no Deserto

Essa planta cheia de estilo também tem por trás de sua essência algumas curiosidades, como: você sabia que os cactos podem florescer? Porém isso só ocorre quando a planta já é bem madura, quase uma anciã com 80 anos de idade!

Veja abaixo algumas outras curiosidades:

  • Algumas espécies de cactos dão frutos e acredite se quiser: eles são comestíveis!
  • Podem viver até 300 anos e ter até 25 metros de altura.
  • A diferença dos cactos e das suculentas que também são bem conhecidas nos lares brasileiros  é que as suculentas possuem folhas mais finas e nem sempre tem espinhos.
  • Embora seja composta pela maioria de água, a presença de cactos entre uma paisagem significa que aquele solo é pobre e seco, até porque seria impossível para um cacto sobreviver em um ambiente com muita água, e por isso mesmo que ele a estoca, pois existe o risco de acabar.
  • No Brasil mais de 300 cactos são reconhecidos como espécies, no mundo, esse mundo esse número pode passar de mil.
  • Se reproduzem por sementes ou por mudas, no caso de você ver um cacto crescendo e quiser replantar em outro vaso, isso é totalmente possível.
  • Embora seja difícil pela presença dos espinhos nos cactos, alguns pulgões conseguem ataca-los e isso pode ser visto por manchas, entre outros machucados presentes em sua planta.
  • Seus espinhos na realidade são as suas folhas que se adaptaram para sobreviver em ambientes de deserto para que animais não se aproximassem e o comessem. Muito interessante, não é?

Ficou curioso para saber mais sobre cactos? Existem muito mais artigos sobre essa planta tão diferente e particular no site Mundo Ecologia! Acesse já.

Veja também

Como Fazer Chá de Folha de Crajirú?

O crajirú (nome científico Arrabidaea chica) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *