Home / Plantas / O que Fazer para Tirar o Amargo da Berinjela? Dicas de Como Fazer

O que Fazer para Tirar o Amargo da Berinjela? Dicas de Como Fazer

A berinjela é um fruto — sim, fruto, e não legume — que provoca um sentimento dúbio nas pessoas. Por esse motivo, há quem se identifique com seu sabor e sua versatilidade como ingrediente, mas também existem aqueles que fazem questão de sempre evitá-lo devido ao seu sabor amargo.

Para os inimigos e amantes da berinjela, a boa notícia é a possibilidade de usufruir deste fruto tão injustiçado com a aplicação de algumas técnicas certeiras para tirar seu amargo, arrasar nas receitas culinárias e, é claro, utilizá-lo na prevenção de uma série de doenças.

Histórico Amargo

Não é de hoje que a berinjela é desprezada por algumas pessoas e esteve cercada de misticismo e crenças. De acordo com este artigo da botânica Linda Trujillo, publicado pela Universidade do Arizona, o fruto começou a ser cultivado em meados do século XIII, na Índia e na China. Quando as rotas comerciais foram abertas, a berinjela foi introduzida na Europa.

Ao chegar pela primeira vez à Itália, as pessoas acreditavam que seu consumo levava à loucura. Por isso, seu nome em italiano é melanzana ou “mela non sana”, que significa “maçã não sadia”. Mais tarde, o fruto chegou à América ainda com resquícios das ressalvas dos irmãos europeus. Hoje em dia a história é diferente, e a berinjela está presente em mesas e cozinhas de todo o mundo.

Berinjela Características

Berinjela de Várias Faces

Por ser um fruto que sofreu inúmeras mutações ao longo de sua história, apresenta vários tipos que se diferenciam por suas cores e tamanhos. O mais comum é a Violeta Longa, de coloração roxa ou vermelha escura. Tem o formato comprido, a polpa macia e apresenta uma película lisa e brilhante. Seu sabor é de um amargo suave.

Existem também as espécies mais raras, como a Violeta de Florença (ou Berinjela Italiana). Ela é semelhante ao formato da Violeta longa, porém com o tamanho um pouco menor, sabor mais adocicado e picante. Também provinda de outro país, temos a Berinjela Asiática (ou Japonesa), que tem o formato fino e alongado, de coloração verde ou roxa. Com seu sabor adocicado e a polpa cremosa, fica perfeita quando frita e serve bem como tira gosto.

Entre as mais adocicadas está a Berinjela Redonda (ou Niobe). Como o próprio nome já diz, este tipo do fruto apresenta um formato arredondado. A polpa é clara e macia, com um sabor bastante doce. Há também a curiosa Berinjela Branca, utilizada como planta ornamental e popularmente conhecida como “Planta Ovo”. Por demorar a amadurecer, o fruto permanece por várias semanas no pé, o que faz parecer que está carregada de ovos.

Dicas de Como Fazer para Tirar o Amargo

Não importa sua forma ou tamanho, a berinjela é um ingrediente bem facetado, possibilitando receitas que vão do simples ao mais alto nível de requinte. Dependendo do prato escolhido, o fruto pode ser salteado, assado, grelhado ou frito. Pode ser servido como acompanhamento, (o Babaganuche árabe) ou prato principal (Ratatouille francês). E de qualquer maneira, não importa como será consumido, é impossível negar que o amargor da berinjela é uma característica muito marcante do fruto. É imprescindível que se retire o sabor amargo ao começar uma receita, pois, do contrário, o resultado será intragável.

Pensando nesta característica, existem hoje vários truques para que o amargor do fruto seja retirado. O mais simples deles é a utilização de sal grosso. Em uma peneira ou prato plano, deve-se cortar as berinjelas em rodelas, dispô-las em camadas e salgá-las. Deixe descansar durante 30 minutos e depois enxágue.

Outra dica para tirar o amargor é o uso de vinagre ou suco de limão. É preciso que se misture duas colheres de sopa de um dos líquidos com um litro de água. Após isso, deve-se inserir a quantidade de berinjela requisitada por sua receita e deixar de molho por 20 minutos. Ao final, é necessário limpar o fruto com água corrente. Há também a opção de utilizar a junção de água, sal, farinha ou leite. Após cortar as berinjelas de acordo com as instruções da receita, deve-se misturar o fruto aos ingredientes sugeridos e deixar de molho por 30 minutos.

Mesmo com todas essas dicas, o mais importante para que todas tenham sucesso é saber escolher a berinjela certa para sua receita. Independente do tipo, é preciso observar se ela está madura, ou seja, se ela apresenta uma casca lisa, de cor viva e bem brilhante. Seu cabo deve ter a coloração verde e com as pontas coladas na casca.

Berinjela é Um Santo Remédio

Por fim, não podemos deixar de mencionar que além de um ingrediente de peso na culinária mundial, a berinjela é um alimento muito importante na prevenção de doenças e na manutenção da saúde física. O fruto tem pouca quantidade de carboidratos e é bastante rico em fibras, ferro e cálcio, o que ajuda no tratamento e controle do Diabetes tipo 2, no bom funcionamento do intestino, na redução de colesterol, de pressão alta e no fortalecimento dos ossos.

Por reprimir possíveis antioxidantes e ser rica em complexo B, a berinjela ajuda no bom funcionamento do cérebro, protegendo os neurônios, diminuindo o cansaço mental e no melhor controle do humor. É possível ainda utilizar da infusão de água e do fruto com casca para perda de peso, pois este auxilia na contenção de líquidos e liberação de toxinas. Além disso, é um importante artifício contra o câncer, pois os antioxidantes presentes em sua casca, previnem a formação de células cancerígenas.

É importante ressaltar que, para ser consumida, a casca da berinjela deve ser cozida. É porque ela contém uma substância chamada solanina, uma toxina que funciona como uma espécie de pesticida natural para a proteção do fruto contra pragas e animais. Caso haja a deglutição em seu estado cru, pode ser prejudicial à saúde provocando distúrbios intestinais. Para que não se perca todos os nutrientes benéficos, o fruto deve ser cozido à vapor ou com pouca quantidade de água.

Veja também

Como Fazer Mudas de Hibisco por Estaquia?

As plantas e flores têm diversos usos possíveis na civilização mundial, havendo diferentes formas de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *