Home / Plantas / Mangostão Roxo: Características, Nome Cientifico e Fotos

Mangostão Roxo: Características, Nome Cientifico e Fotos

O mangostão roxo é conhecido também como mangostin, mangosteen ou mangustão. Ele é considerado a “rainha” das frutas de países com clima tropical. Sua aparência, sabor e benefícios são totalmente únicos.

A sua história começou há muito tempo atrás. Já no século 18, o mangostão era usado, principalmente nos países asiáticos, como uma fruta com poderes medicinais. O mangostão auxilia não apenas o nosso bem-estar, mas com seus vários nutrientes e benefícios, ele também auxilia no nosso crescimento e desenvolvimento.

Os benefícios que o mangostão oferece são vários, e para várias partes do nosso corpo. Segue um pequeno resumo:

  • Ajuda na redução do risco de câncer
  • Ajuda com inflamações
  • Ajuda com alergias
  • Combate diabetes
  • Contém substâncias antioxidantes, antifúngica e antibacteriana

Fora essa lista, o mangostão também irá auxiliar no controle de peso, no alívio dos sintomas da diarreia e desinteria e no nosso cuidado diário com a pele.

Hoje, iremos aprender tudo sobre o mangostão roxo. Suas características, seus benefícios de forma mais profunda, seu nome científico, e no final, você vai aprender como plantar essa fruta cheia de benefícios para você e para a sua família.

Características e Fotos

A árvore que dá o fruto é originária de países com clima tropical e leva o mesmo nome, mangostão. No livro Species Plantarum, ela apareceu descrita pela primeira vez em 1753, do autor Linnaeus. Mas foi a partir de 1855 que o mangostão começou a ser plantado com muito mais frequência.

Podendo chegar a uma altura de até 10 metros, a árvore possui folhas duras, muito grandes, e com uma cor verde-escura e com tom brilhante.

A fruta, em si, é redonda, de cor vermelha, podendo chegar a tons mais castanho-escuros, possui algumas manchas amarelas, e a casca é bem espessa. Sua polpa é mole, com sabor bem exclusivo e doce, e a semente é gelatinosa com uma textura firme e bem lisa.

Mangostão Roxo Característica

O tamanho médio do mangostão roxo é cerca de 6 centímetros, mas em alguns casos, pode chegar a medir 8 centímetros de diâmetro.

A região tropical, situada no sudeste asiático, principalmente os países Tailândia e Malásia, são os principais criadores dessa fruta. Outro lugar com abundância do mangostão é a Indonésia.

No Brasil, os primeiros registros da fruta se deram em 1940, sendo o Pará o principal cultivador. Hoje, o litoral da Bahia, e regiões oeste de São Paulo, além do Pará, também cultivam essa fruta. Outros países que começaram a plantar o mangostão foi China, Honduras e Panamá.

Nome Científico

O nome científico do mangostão é Garcinia mangostana. Pertence a família Clusiaceae.

Sua classificação é:

  • Reino: Plantae
  • Divisão: Magnoliophyta
  • Classe: Magnoliopsida
  • Ordem: Malpighiales
  • Família: Clusiaceae
  • Género: Garcinia
  • Espécie: G. mangostana

O mangostão é consumido preferencialmente na sua forma natural, pois possui uma fruta com alta qualidade e com um valor nutricional muito alto. Para o fruto não cair diretamente no chão, a sua colheita deve ser feita sempre por colhedores treinados periodicamente, utilizando colhedor ou sacolas.

Sua tabela com valor nutricional pode ser dividida em:

  • Energia (kcal): 76
  • Carboidratos (g/100g): 18,6-19,8
  • Acidez (%): 0,63
  • Gordura total (g/100g): 1,1
  • Proteínas (g/100g): 0,5-0,7
  • Fibras totais (g/100g): 0,3-1,3
  • Sólidos solúveis totais: 18,1

Benefícios

Como citamos, o mangostão também é cheio de benefícios, nutrientes e propriedades que nos auxiliam no desenvolvimento saudável.

Os principais benefícios do mangostão são:

Ajuda na prevenção do câncer: com várias pesquisas sobre a fruta foi verificado que ela ajuda na prevenção do câncer, ou até mesmo sendo utilizada como medicamento que irá ajudar já no andamento da doença. A fruta ainda tem uma substância com nome xantona, e com a ação antibacteriana e anti-inflamatória dela o crescimento de células danificadas pelo câncer são parados.

  1. Controla a pressão arterial: Os minerais que estão na fruta irá atuar como controlador da frequência cardíaca, e juntamente com o minério potássio, uma proteção maior contra derrames, controle da nossa pressão sanguínea, entre outros, irá existir de forma mais eficiente.
  2. Pele saudável: o mangostão possui substâncias antifúngicas, antibacterianas e antioxidantes, e essas substâncias irão auxiliar na minimização dos efeitos da velhice da sua pele, o que também já auxilia na prevenção de inflamações, alergias ou infecções que podem ter diversos fungos ou bactérias como responsáveis.
  3. Auxilia nos problemas estomacais: a casca ou o pericarpo do mangostão, auxilia como um ótimo regulador estomacal, e sintomas como diarreia ou disenteria são aliviados quando consumimos. As doenças estomacais mais sérias também recebem uma proteção maior.
  4. Diabetes e coração: pessoas que sofrem de diabetes, é ideal que tenha o mangostão como uma fruta de consumo diário. No sangue, ela vai agir como um controlador do nível de açúcar. Outras ações encontradas no mangostão é a prevenção de AVC, redução de colesterol e prevenção de infarto.

Como Plantar

O mangostão gosta bastante de sombras, por isso, quando for procurar um local para plantar, é recomendável que ele esteja próximo de outras plantas maiores, para que essa sombra possa ser fornecida, e a sombra é essencial principalmente na sua fase de crescimento e desenvolvimento inicial, uma boa planta como exemplo é a bananeira.

Quando for fazer o espaçamento de um mangostão para o outro, o recomendável é uma distância de 11 ou 12 metros, o solo necessita de um preparo com matéria orgânica, com um adiantamento de 30 dias.

O mangostão prefere climas quentes e úmidos. Quanto a chuva, ele vai preferir locais onda a chuva cai durante o ano inteiro. Locais muito secos, não é legal para ele. O seu solo deve estar sempre úmido e irrigado. Caso seja necessário reter a umidade em casos excepcionais, pode-se usar cascas de coco ou palha.

Após cerca de 10 anos, os primeiros frutos começarão a surgir. Apesar da demora, quando o mangostão começa a frutificação, alguns casos podem chegar até 1500 frutas sendo geradas.

Uma vez que as frutas começarem a cair, o mangostão roxo pode ser servido em diversas receitas, como chá, doces, natural, sucos, entre outros.

Agora você já conhece tudo sobre essa planta maravilhosa que oferece vários benefícios para a nossa saúde. E aí? Você já comeu essa fruta ou já ouviu falar dela? Deixe nos comentários sua experiência com o mangostão e alguma dica de receita.

Veja também

Origem da Flor Amarilis e História da Planta

O cultivo de flores está se tornando uma atividade cada vez mais comum no Brasil; …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *