Home / Animais / Crinoidea Características Gerais e Exemplos

Crinoidea Características Gerais e Exemplos

Já ouviu falar de animalzinho muito curioso chamado crinoidea? E, se disser que o nome popular dele é lírio do mar? Agora, sim, não é mesmo? Contudo, você sabe alguma informação ou característica a respeito dele?

Se não, acompanhe a leitura, que vamos fazer meio que um dossiê deste interessante espécime.

Principais Características da Crinoidea

A crinoidea, na verdade, é uma classe de equinodermos, grupo de animais marinhos dos quais fazem parte o ouriço do mar e o pepino do mar, por exemplo. São também conhecidos como lírios do mar ou comatulídeos. Sendo animais exclusivamente marinhos, os lírios do mar podem viver em profundezas de até 6 mil metros, e atualmente conta com algumas centenas de espécies. Por serem mais semelhantes a uma planta do que a um animal, os lírios do mar são seres bem atraentes e bonitos em diversas partes dos oceanos.

Interessante notar que o modo de vida desses seres vivos varia muito. Certas espécies, por exemplo, vivem fixas a um substrato através de um pedúnculo durante toda a sua vida. Já, outros tipos podem viver tanto uma fase larvar, quanto adulta, livremente. O substrato onde esses animais residem podem ser um material rochoso, um fundo que seja arenoso ou simplesmente objetos que ficam à devirá na água.

O se corpo é formado, basicamente, por um disco central (que recebe o nome de cálice), onde, na sua parte inferior, temos o que se assemelham a pés (os cirros), e na parte superior, temos os braços, a boca e o cone anal do lírio do mar. O número desses braços, por sinal, vai variar de espécie para espécie. Alguns possuem apenas 5; outros, quase 200 desses braços.

Fixação e Nutrição dos Lírios do Mar

As espécies que são fixas no substrato onde vivem o fazem por meio dos cirros, ao passo que o animal usa seus braços como remos. Quando estão eretos, inclusive, esses mesmos braços servem como uma eficiente rede que captura plâncton, que é o alimento dos lírios do mar. E, falando nessa questão, a alimentação desses animais se dá por filtração.

Crinoidea ou Lírio do Mar

As partes externas de seus pés são chamadas de pódios, e podem se organizar de 3 em 3 a partir dos canais laterais. Esses pódios também participam do processo de filtração do alimento do lírio do mar, graças a papilas secretoras de muco. Outra função desses pódios é realizar trocas gasosas com as substâncias presentes na água.

Os lírios do mar fixos (que também são chamados de sésseis) limitam-se apenas a movimentos de extensão e flexão de seus braços. Esses movimentos são ondulatórios, e feitos de maneira sincronizada para cima e para baixo.

Como se dá a Reprodução Desses Animais?

Nos lírios do mar, não existem o que chamamos de gônodas, ou seja, órgãos produtores de células sexuais. Em substituição a elas, o que se tem é um tecido germinativo na base das pínulas genitais, localizadas nos próprios braços do animal.

Durante o desenvolvimento do embrião, este se alonga, crescendo até chegar num estágio de larva flutuante em forma de barril. Pouco tempo depois, a larva se fixa no substrato do local, e vai sofrendo metamorfoses, até se tornar um lírio do mar adulto e completamente desenvolvido.

Exemplar Brazuca

Aqui no Brasil, conhece-se apenas uma espécie de lírio do mar, que é a Tropiometra carinata. Sua coloração pode variar do marrom escuro ao laranja, com um padrão que pode tanto ser rajado, quanto pintado. Junto a esse lírio, frequentemente, vive um gastrópode (o Annulobalcis aurisflamma) de coloração igualmente exuberante, e que se sente protegido naquela ambiente, meio que camuflado de predadores.

Tropiometra Carinata

Essa espécie de lírio do mar é encontrada em pequenas profundidades, e é considerada uma espécie comum entre esses equinodermos. No entanto, ainda existem poucos estudos a respeito de seus aspectos biológicos, o que dificulta até mesmo saber como proceder em caso de uma possível preservação ambiental da espécie.

A Beleza Austraaliana

Mais um exemplo de crinoidea, a Ptilometria australis é um lírio do mar que vive nas costas do sudoeste da Austrália, e é um dos mais bonitos espécimes desse tipo de equinodermo. O seu habitat são estuários, recifes e baías, cuja profundidade pode chegar a 110 metros.

Popularmente chamada de estrela da pena de flor, esse lírio do mar possui um diâmetro de aproximadamente 12 cm quando se encontra completamente estendido. Tem de 18 a 20 braços articulados que podem se enrolar quando o animal estiver se alimentando. A coloração desse lírio, geralmente, é de um tom vermelho bem forte, o que confere uma visão bem nítida dele em seu habitat.

Vida de Aquário

Outro exemplo bem interessante de lírio do mar é a espécie Comanthina schlegelii, que pode ser facilmente encontrão em recifes de águas rasas no oeste do Pacífico. Muitas vezes, esse lírio mantém o seu corpo escondido por entre as frestas de um recife, sendo que a única parte visível do seu corpo sé a matriz dos braços. Sua cor é bem variável, podendo ir do amarelo doirado AP castanho claro ou preto, passando por outras combinações multicoloridas.

Muitas vezes, esses espécimes de lírios do mar são vendidos para exibição em aquários de recifes, porém, por não ser fácil atender as suas necessidades alimentares, frequentemente, esses animais morrem de fome. Ou seja, é um espetáculo em lugares reservados como aquários, mas, o preço pra ver esse animal tão interessante pode ser bem alto.

Braços pra dar e Vender

Pra finalizar, podemos citar como mais um bom exemplo de lírio do mar o Zygometra microdiscus, cujo habitat é o lado leste do Oceano Índico e o sudoeste do Pacífico, sendo nativa da Indonésia e da Austrália. Ou ficam ancorados em algas do gênero Halimeda, ou em pequenas rochas, com os braços numa formação que mais parece um ventilador.

Inclusive, falando em braços, um espécime adulto desse lírio do mar por conter de 50 a 100 braços, e que por estarem presos num mesmo plano, dão a impressão de parecerem penas. Para se mover, ele usa de um movimento sincronizado que, aos nossos olhos, de fato, é um belo espetáculo de ser apreciado.

Pois é. Os crinoidea são ou não animais interessantíssimos?

Veja também

Quais São os Predadores do Flamingo e Seus Inimigos Naturais?

O flamingo é uma ave que infelizmente está com ameaça de extinção, sua reprodução é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *