Home / Plantas / Mangostão Quanto Tempo para Produzir: Como é a Sua Propagação?

Mangostão Quanto Tempo para Produzir: Como é a Sua Propagação?

O mangostão (nome científico Garcinia mangostana) é uma fruta tropical descrita pela primeira vez no ano de 1753 por Linnaeus, mas que só passou a ser cultivado com mais frequência no ano de 1855.

Esta fruta é nativa da Ásia, na verdade sudeste asiático ou, mais precisamente, dos países como Malásia e Tailândia. Aqui no Brasil, sua origem remonta à década de 1940.

Comercialmente, o mangostão é bastante interessante, uma vez que pode ser consumido in natura, ou através de sucos, doces ou tortas. A polpa pode ser vendida nas formas desidratada, congelada ou enlatada e, além das vantagens culinárias incríveis, também apresenta propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

A valorização comercial da fruta permite que a mesma seja vendida pelo preço de até R$ 36 o quilo, nos supermercados.

No Brasil, o cultivo da fruta é realizado em todo país, porém se concentra nos estados da Bahia e Pará. Em relação ao estado da Bahia, existe uma colônia de japoneses que se dedica ao cultivo de mangostão durante bastante tempo.

Mangostão Características Físicas

O pé de mangostim pode alcançar altura estimada em 10 metros de altura. Possui folhas grandes e de consistência dura, com cor verde-escura e aspecto brilhante. As flores apresentam tonalidade vermelho-escura.

O fruto mangostão em si é de formato esférico, cuja tonalidade varia entre o vermelho ao castanho-escuro, além de contar com algumas manchas de cor amarela. Esse fruto apresenta casca espessa e polpa mole.

A polpa é disposta em bagos. No interior de cada bago, encontra-se uma única semente oleoginosa.

Mangostão Considerações Sobre o Plantio

Recomenda-se fortemente que o solo seja preparado em até 30 dias antes do plantio, através do enriquecimento com matéria orgânica.

Condições ideais de temperatura e umidade encontram-se na faixa dos 25°/30°C e percentual de 80%, respectivamente. Caso a temperatura esteja abaixo dos 5°C ou acima dos 38°C, ela é considerada letal para este vegetal. Temperaturas abaixo dos 20°C podem resultar no retardo do seu desenvolvimento.

O plantio deve ser realizado, preferencialmente, no início da estação chuvosa.

Mangostão Quanto Tempo para Produzir: Como é a Sua Propagação?

O pé de mangostão demora cerca de 8 anos para entrar em sua fase produtiva, ou seja, gerar frutos. No entanto, a produção ganha força considerável apenas com 12 anos de cultivo. Logo, é um investimento considerado de médio e longo prazo, contudo rentável. Em uma propriedade do Distrito de Bananal do Sul (extremo leste do estado de São Paulo), durante a safra de 2015, 550 pés renderam cerca de 12 toneladas. 

E Como Ocorre a Propagação Deste Vegetal?

Antes de compreender sobre este processo, é importante saber que o pé de mangostão é um vegetal unissexuado, logo existem árvores “macho” ou “fêmea”. Todavia, até os dias atuais, não foi encontrada nenhuma planta inteiramente macho.

As estruturas conhecidas como sementes na verdadeira são pseudosementes, visto que resultaram de embriões não fertilizados. Estas estruturas são apomíticas (termo que significa que são resultantes de reprodução assexuada). Possuem formato variável e comprimento compreendido entre 1,7 a 2 centímetros.

Os principais países produtores da fruta trabalham com a formação de mudas na modalidade sexuada. Fator que resulta em plantas sem grande variabilidade genética, uma vez que as sementes são apomíticas.

Em relação à germinação dessas sementes, é importante considerar que elas perdem a viabilidade muito facilmente com os métodos de armazenamento convencionais. Sugestões para minimizar o problema incluem estratificar as sementes em um substrato umedecido com água (esse substrato pode ser feito com fibra de coco ou pó de serragem curtida), ou conservar as sementes ainda dentro dos frutos e em sacos de polietileno durante 35 dias, no máximo.

Caso as sementes permaneçam viáveis e encontrem condições favoráveis de umidade e temperatura, poderá germinar em até 10 ou 20 dias após a semeadura.

Ao alcançar uma altura considerada ‘ideal’, a muda já poderá ser enxertada, inclusive, a enxertia também é uma modalidade de propagação do mangostão, embora seja considerada assexuada e reduza o período vegetativo da planta em até dois anos. Outros fatores também contribuem para que a enxertia seja raramente empregada em pomares comerciais.

Nos raros casos em que ocorre enxertia de mangostão, a garfagem é realizada no topo em fenda lateral. Os porta-enxertos, plantas ou mudas a serem empregados apresentam geralmente 2 anos de idade. A recomendação para as mudas recém-enxertadas é que estas permaneçam em local sombreado.

Mangostão Cuidados Necessários à Muda

Muda Mangostão
Muda Mangostão

Quando a planta estiver em seu estado de muda, a sugestão é que seja mantida em local sombreado, com condições de luminosidade compreendidas em 50%. Dentro do viveiro, é importante realizar irrigações regulares nessas mudas, bem como eliminar ervas daninhas que possam crescer sobre o substrato.

Adubações foliares devem ser realizadas com frequência, de modo que haja sempre reposição dos macronutrientes e micronutrientes. Outra recomendação é sobre a aplicação periódica (de 2 em 2 meses) de fungicidas, de modo a realizar o controle das doenças naturalmente presentes no viveiro.

Em condições ideias de manejo, após 2 anos, a muda já apresenta uma altura compreendida entre 30 a 40 centímetros e já pode ser replantada, deste vez em local definitivo.

Mangostão Frutificação

Mangostão Roxo
Mangostão Roxo

Este vegetal gera frutos apenas uma vez ao ano, e geralmente entre os meses de Junho a Agosto.

Mangostão Benefícios Para a Saúde

O mangostão é considerado uma fruta altamente nutritiva, auxiliando inclusive na prevenção e medida alternativa de controle ao câncer. Também auxilia no controle da pressão arterial e frequência cardíaca (através da presença dos minerais Magnésio, Cobre, Manganês e Potássio). Auxilia no controle dos níveis de açúcar no sangue, assim como no controle do peso corporal. Possui substâncias que previnem, bem como tratam de forma alternativa, as doenças degenerativas, responsáveis por danos físicos e mentais, como é o caso do Mal de Alzheimer. Auxilia na eliminação de toxinas do organismo, através da urina; entre outros incríveis benefícios.

*

Agora que você já conhece importantes características dessa fruta, incluindo referentes ao seu plantio, modalidades de propagação e tempo de produção; o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

G1 Espírito Santo. Agricultores de Linhares investem no cultivo do mangostão. Disponível em: < http://g1.globo.com/espirito-santo/agronegocios/noticia/2015/10/agricultores-de-linhares-investem-no-cultivo-do-mangostao.html>;

Mangostão. Cultivo. Disponível em: < https://www.mangostao.pt/cultivo.html>;

Mangostão. Propagação. Disponível em: < https://www.mangostao.pt/propagacao.html>;

Sou Agro. Benefícios do Mangostão para a saúde- Veja suas propriedades e como tomar. Disponível em: < https://souagro.com.br/beneficios-do-mangostim-para-a-saude/>.

Veja também

Origem da Flor Amarilis e História da Planta

O cultivo de flores está se tornando uma atividade cada vez mais comum no Brasil; …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *