Home / Plantas / Lista de Cores Existentes do Crisântemo, Cuidados e Fotos

Lista de Cores Existentes do Crisântemo, Cuidados e Fotos

A “Flor de Ouro”, o Chrysanthemum, ou simplesmente Crisântemo, é uma comunidade da família das Asteraceae, que abriga mais de 100 espécies diferentes e entre 700 e 800 variedades, capazes de produzir uma lista quase infindável de cores existentes, cada uma com as suas especificidades (como vemos nessas fotos) e exigências de cuidados.

Esse seu apelido, “Flor de Ouro”, foi dado em função do seu aspecto tradicional – aquele com inflorescências amarelas –, e por serem consideradas símbolos de nobreza, abundância, riqueza material, entre outros qualificativos referentes ao grau de importância de um indivíduo, classe ou grupo.

As suas origens estão supostamente ligadas à China de 500 a.C.; e o que se sabe é que nessa sociedade apreciar o crisântemo como símbolo de distinção era um hábito quase cultural.

Selos, distintivos oficiais, brasões, fachadas de templos e de residências nobres…não havia lugar ou espaço onde essa espécie não fosse logo associada a um símbolo de status e de imponência.

Ter um jardim de crisântemos era certamente um sinal de extremo bom gosto! Isso sem contar o fato de que ele – também supostamente – é capaz de trazer bons fluidos, resultar em boa sorte, ventos favoráveis, entre outros benefícios geralmente de caráter místico e espiritual – e que, convenhamos, em tempos como aquele, eram muito bem vindos.

Na verdade há quem diga que, de tão importante e envolto em misticismo, o Crisântemo, em um determinado período de tempo, passou a ser considerada uma espécie exclusiva da nobreza.

Ao que parece havia até uma proibição do cultivo que não fosse feito no ambiente “superior”, místico e “divino” onde se assentava a antiga nobreza.

Mas o tempo passou e o caráter divino e espiritual das antigas nobrezas foi sendo deixado de lado. E o resultado foi que espécies florais como o crisântemo, com a sua infinidade de cores existentes, exigências de cuidados e características (como essas fotos nos mostram), tornaram-se populares em todo o mundo.

E ainda capazes de conferir beleza, graça, alegria e um alto astral a qualquer ambiente. Como somente as espécies florais conseguem fazer nesse extravagante e imponente Reino Plantae, que abriga algumas das mais belas expressões naturais do planeta.

Crisântemo: Lista De Cores Existentes, Cuidados Específicos, Fotos E Imagens

Elas são, verdadeiramente, espécies admiráveis! Nessa lista de cores, podemos encontrá-la com a sua, digamos, tonalidade tradicional, a amarela, que simboliza, como dissemos, nobreza, abundância material, riqueza, sucesso, prosperidade, entre outros significados geralmente ligados a conquistas.

Mas também é possível encontrar crisântemos com uma coloração quase toda ela branca. E o que se diz é que, para conferir um ambiente de paz, calma, suavidade e bem estar, poucas se lhe comparam no planeta.

Já os crisântemos de cor vinho são verdadeiras extravagâncias da natureza! Em um ambiente eles logo trazem vivacidade, energia, coragem, compaixão; aquela ímpeto de alçar grande voos!

E um crisântemo rosa? Sabemos que ele da mesma forma compete em graça e beleza como os demais. Com a diferença de que uma jardineira (ou mesmo um canteiro) ornado com essa variedade certamente irá conferir ao ambiente um ar de pureza, ingenuidade, romantismo e os aspectos maternais femininos.

Mas essa espécie também poderá apresentar-se com a coloração lilás. E, nesse caso, ela remete a símbolos espirituais e místicos; a determinadas instâncias psíquicas; e por isso mesmo poderá facilitar práticas de meditação e um relaxamento inicial que logo logo resultará em mergulhos mais profundos.

Quais Os Cuidados E Formas De Cultivo Relacionados a Espécies Como Os Crisântemos?

O crisântemo é uma variedade herbácea, capaz de atingir entre 0,7 e 1,2 metros, geralmente cultivada pelo método da estaquia ou por sementes.

Ele também exige alguns cuidados específicos, como por exemplo, uma exposição matutina ao sol indireto e com algumas períodos de sombra, a fim de que desenvolva as características que são tão apreciadas, como essa lista de cores e de formas existentes (como vemos nessas fotos), além das diferentes tonalidades com as quais também se apresenta.

O crisântemo possui um ciclo de floração curto, entre 15 dias e 3 semanas, geralmente a partir do outono; e nesse caso o que também se recomenda é manter a planta em uma região sombreada, e só após o fim da floração transportá-lo para uma área com sol (o da manhã).

Atenção também para o fato de que será necessário realizar uma poda de todos os botões ainda existentes (geralmente ressequidos e com um aspecto degradado). Isso é importante pois é o que fará com que uma nova floração surja – após mais ou menos três semanas –, ainda mais vigorosa, bela, resistente e abundante.

Uma Espécie E as Suas Características De Cultivo

O crisântemo, como dissemos, possui uma verdadeira lista de colorações, variedades, espécies e formatos; mas também exige cuidados específicos, que é o que na verdade garantem que ele adquira essa extravagância que podemos observar nessas fotos e imagens.

Logo, é importante saber, por exemplo, que essa comunidade aprecia regiões com sol – onde possam aproveitar-se dos raios oferecidos a cada manhã – , de forma indireta, e que o ajudem a desenvolver-se plenamente.

Mas é importante saber, também, que essa é uma variedade típica do clima frio e seco do período outono/inverno, por isso eles não apreciam incidência direta de sol; e esse é um motivo pelo qual é mais fácil encontrá-los em cultivos por estufas, pois estas conseguem oferecer-lhes essas condições climáticas durante o ano todo.

Como um método simples para o cultivo dos crisântemos, recomenda-se a técnica da estaquia. E para tal, basta retirar um pequeno galho ou ramo da planta (com cerca de 6 cm), retirar todas as folhas até a metade, e fincá-lo em um vaso com um bom substrato e material facilmente drenável.

Mas é importante atentar também para a necessidade de oferecer à planta um solo mais para o arenoso, rico em material orgânico, facilmente drenável, com um pH entre 5 e 7; e ainda fortalecido por uma adubação que contenha doses ideais de fósforo, cálcio, magnésio e outros minerais.

E, por fim, observar corretamente a irrigação – uma das ferramentas básicas do cultivo de crisântemos –, que nesse caso deverá ser feita com moderação, de forma a que, em hipótese alguma, a planta fique encharcada. Pois isso, para eles, trata-se de uma verdadeira sentença de morte, e da qual dificilmente conseguem escapar.

Caso queira, deixa a sua opinião sobre esse artigo. E continue compartilhando as nossas publicações.

Veja também

Como Fazer Transplante de Cineraria e Cuidados Apos Ele

O termo cineraria significa “cinza acinzentado”, portanto, não é surpreendente a planta Cineraria ser chamada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *