Home / Plantas / História Da Flor De Alfazema E Origem Da Planta

História Da Flor De Alfazema E Origem Da Planta

Também chamada de lavanda, a alfazema é uma das flores mais interessantes da natureza, amplamente usada para a confecção de fragrâncias com aromas dos mais agradáveis. Mas, você sabe qual a história e a origem dessa flor?

É o que vamos saber a seguir, além de mostrar algumas características e propriedades dessa planta que talvez você não conheça, mostrando que ela pode ser usada para além de ser uma simples essência para perfumes.

Características Básicas Da Alfazema

As alfazemas são pequenos arbustos, que tanto podem ser perenes, quanto anuais. Apresentam folhas opostas (sendo estas lineares ou lanceoladas), cuja coloração é verde esbranquiçada, além de serem bem aromáticas. Essas folhas também são usadas para a extração de um óleo essencial bastante valioso.

As flores da alfazema, por sua vez, podem ser azuis ou arroxeadas, cujas inflorescências são do tipo espigas. Além disso, são tanto ou mais perfumadas do que as folhas do arbusto. A sua floração ocorre, na maior parte dos casos, entre as estações da primavera e do verão.

Trata-se também de um arbusto rústico, que não necessita de grandes exigências quanto à fertilidade do solo para plantio. Porém, esse mesmo solo precisa ser drenável, e ser em local que tenha sol pleno. Adapta-se muito bem a climas amenos e secos.

Podas leves de formação podem ser realizadas, bem como adubações que sejam ricas em fósforo para estimular a floração delas. É um tipo de planta que tolera bem períodos de seca, frio e geadas. Algumas espécies, inclusive, toleram bem o calor dos trópicos, sendo, portanto, um arbusto bem versátil quanto ao cultivo.

História E Origem Da Alfazema

A alfazema é originária do Mediterrâneo, da África tropical e da Índia. Ou, mais precisamente, suas espécies nativas são encontradas nas Ilhas Canárias, no norte e no oeste da África, no sul da Europa e no Mediterrâneo, na Arábia e em toda a extensão da Índia. Os maiores produtores de lavanda são os seguintes países: Bulgária, França, Grã-Bretanha, Austrália e Rússia.

Segundo consta, inicialmente a alfazema havia sido batizada de “nadus” no continente asiático. Esse nome faz alusão à sua origem, ligada à Naarda, que se trata de uma cidade localizada na Síria, muito próxima à região do Rio Eufrates.

Com o passar do tempo, essa erva ficou tão conhecida devido às suas características aromáticas, que ela pode, facilmente, ser considerada precursora do desenvolvimento e da expansão da perfumaria e do ramo da cosmética. Nessas regiões, por exemplo, o aroma de alfazema se tornou um óleo essencial para todo e qualquer tratamento de doenças e enfermidade.

Principais Propriedades Da Alfazema

Essa planta é uma verdadeira “mil e uma” utilidades, pois além da planta ser muito bonita e cheirosa, ela é usada tranquilamente para finalidades que, muitas vezes, nem imaginamos.

Uma dessas finalidades é para com o setor de beleza, pois suas substâncias são bastante apropriadas para a confecção de produtos que combatem a acne e a foliculite, além de ajudar a melhorar olhos cansados e congestionados. Também é usada para produtos que auxiliam contra bolhas nos pese nas mãos, pernas inchadas, alergias de pele e edemas.

Propriedades Da Alfazema
Propriedades Da Alfazema

E, claro, além dessas questões, e ainda no ramo da beleza, a alfazema serve muito na confecção de perfumes, talcos, sabonetes e óleos para massagem. Por sinal, o Brasil é o país que mais consome perfumes no mundo.

Só que além dessas aplicações, a alfazema também pode ser bem utilizada na área da culinária, servindo como aromatizante para vinagres doces, geleias e cremes. Fora que suas flores podem ser cristalizadas com açúcar, servindo como ótimos decorativos de pratos.

E, por fim, a alfazema também pode ser usada na área da saúde, já que sua essência é ótima para combater dores de cabeça, problemas respiratórios, náuseas, gota, problemas digestivos, pressão alta, problemas menstruais e depressão (sua essência age diretamente no sistema nervoso, sendo uma excelente calmante).

Além do mais, a planta pode ajudar na congestão linfática, em tosses, dores reumáticas, problemas circulares, sinusite, vertigens eczemas, abscessos, queimadura, gripe, e, por fim, bronquite.

É ou não é uma verdadeira “multiuso” a tal da alfazema? A seguir, vamos apresentar mais algumas peculiaridades a respeito dessa planta.

Algumas Curiosidades Sobre a Alfazema

Você sabe como a alfazema é usada comercialmente? Bem, o cultivo comercial dela, basicamente, destina-se a uma coisa: à extração de óleos das flores, do caule e das folhas. Interessante observar que esses óleos já eram usados pelos romanos da antiguidade para lavar roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como produto curativo.

Outra curiosidade é que as flores de alfazema produzem bastante néctar, o que acaba rendendo um mel de excelente qualidade. Esse tipo de mel, inclusive, foi produzido primeiro na história pelos povos que cercavam o Mediterrâneo.

As flores da alfazema também podem ser usadas na decoração de bolos, ou mesmo para fazer saquinhos para gavetas, ou os chamados “sachês”, com o intuito de aromatizar o ambiente.

Curiosidades Sobre a Alfazema
Curiosidades Sobre a Alfazema

Antigamente, por sinal, acreditava-se que quem tivesse uma alfazema consigo não era atacado pela peste que assolava a Europa há alguns séculos atrás. Por essa razão, criou-se a crença de que andar com essa planta protegia a pessoa dessa enfermidade.

Já durante as duas Grandes Guerras do século XX, a alfazema era bastante usada para a limpeza de ferimentos, além do seu óleo ter sido muito testado para realizar bandagens cirúrgicas, o que só veio a se comprovar depois com a certeza de que essa planta também tinha propriedades cicatrizadoras bem fortes.

Conclusão

Como se pode ver, tanto a origem, quanto a história da alfazema são bem interessantes, mostrando a multiplicidade de seu uso por diversos povos ao lago dos tempos. Usos esses que apenas se aperfeiçoaram até chegarmos na atualidade, quando as substâncias da planta não são apenas usadas para a fabricação de perfumes, mas até mesmo para remédios.

Uma planta bem interessante, que apesar de sua aparente simplicidade na aparência, pode ter muitas utilidades diferentes, e ainda ter muitos significados, inclusive, de ordem espiritual, como é o caso dela representar a calma e a tranquilidade.

Sem dúvida, uma planta com história pra contar.

Veja também

Arroz Branco na Tigela

Arroz Branco Tem Açúcar? Quais os Seus Nutrientes?

O arroz é um grão rico em amido usado como ingrediente básico por mais da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *