Home / Plantas / Gabiroba Amarela: Características, Benefícios e Fotos

Gabiroba Amarela: Características, Benefícios e Fotos

A Gabiroba-amarela oferece benefícios e apresenta características que são típicas de uma fruta tropical brasileira, como podemos notar nas fotos abaixo.

Ela é a Campomanesia xanthocarpa, ou para os mais íntimos, a gabiroba, a guavirova, gabiroba, araçá-congonha, gabiraba, além de inúmeras outras denominações dadas pelos indígenas, para os quais ela era a “wa’bi” (comer) + “rob” (amargo), ou a “fruta amarga que se come”, em uma referência ao terrível amargor das suas cascas que, graças à experiência dos indígenas, agora já se sabe que não são comestíveis.

A ocorrência da gabiroba-amarela estende-se da bacia do Rio Paraná até o Rio Grande do Sul, como um membro exótico e singular da família das Myrtaceas, endêmica do Brasil e praticamente um sinônimo do Cerrado Brasileiro, especialmente das regiões Centro-Oeste e Sudeste, com alguma inserção na região Sul.

A árvore pode ser uma extravagância com 15 a 20 m de altura, uma folhagem abundante, de onde surgem folhas verdes-claro, em concorrência com uma floração belíssima, composta por flores diminutas, com um aspecto meio esbranquiçado, e que surgem, magníficas, durante toda a primavera.

Mas além dos seus benefícios, como essas fotos nos mostram, a gabiroba-amarela também tem a característica de apresentar-se em um singelo arbusto, com não mais do que 1 ou 1,5 m, com ramos laterais, tronco discreto, folhagem semelhante ao couro (ao toque), com 3 ou 4 cm de comprimento por 2 cm de largura, com uma base em formato de cunha, bordas irregulares, parte de cima pontuda, estreitas e com uma coloração meio amarelada.

Elas ainda possuem pedicelos vigorosos, cálices com 4 ou 5 recortes agudos, invólucro interno com 5 pétalas esbranquiçadas e com formato ovoide.

E Dentre Os Principais Benefícios Da Gabiroba-Amarela, Estão:

1.É Um Manancial De Vitamina C!

Recentemente os cientistas descobriram que algumas variedades da gabiroba, como a gabiroba-amarela, além das características que essas fotos nos mostram, também podem conter até 20 vezes mais vitamina C do que as laranjas!

E como se isso não fosse o suficiente, essa sua coloração amarela significa abundância de betacaroteno, que transforma-se em vitamina A, e que em combinação com as suas altas taxas de potássio, fósforo, cálcio, magnésio e cobre, fazem dela um verdadeiro revigorante natural, capaz de oferecer uma dose extra de energia para as atividades diárias.

2.Combate a Diarreia

Combate a Diarreia
Combate a Diarreia

Esse benefício é obtido por meio da infusão das suas folhas, na proporção de 1 colher de chá para cada 150 ml de água.

Essa água deverá ser fervida e as folhas acrescentadas. Logo após, abafe por cerca de 8 minutos; e aí então é só tomar entre 2 e 3 xícaras diárias; e ainda combater tosses, resfriados e a produção de muco.

3.Trata Processos Inflamatórios

Processos Inflamatórios
Processos Inflamatórios

Especialmente os processos inflamatórios como uretrites, cistite, problemas renais e demais distúrbios do trato urinário, podem também ser combatidos por uma infusão da planta – só que nesse caso das suas cascas, cujo potencial adstringente, anti-inflamatório, diurético e cicatrizante é comprovado cientificamente.

4.Um Cicatrizante Sem Igual!

A gabiroba-amarela é um cicatrizante natural. Por isso mesmo, um cataplasma com as suas folhas ou cascas pode, em questão de dias, cicatrizar feridas, arranhaduras, curar aftas, lesões bucais, dor de dente, contusões, além de ser uma espécie de abortivo.

Só recomenda-se o cuidado com uso desse tipo de expediente, já que os produtos naturais não observam as características e especificidades de cada indivíduo, e por isso mesmo um médico especialista é quem irá determinar o tratamento para cada pessoa individualmente.

Pé de Gabiroba
Pé de Gabiroba

5.É Um Parceiro De Quem Sofre Com Diabetes

Indivíduos portadores de diabetes mellitus podem aproveitar os benefícios e as características da gabiroba-amarela, que além de ser uma espécie belíssima, como fica fácil perceber nas fotos desse artigo, ainda contribui para o controle da absorção de glicose pelo organismo, reduz a transformação dos carboidratos em açúcares, estimula o pâncreas a trabalhar melhor, entre inúmeras outras razões para fazer desse vegetal um verdadeiro parceiro do seu dia a dia.

Diabetes
Diabetes

6.Perda de Peso

A gabiroba-amarela também pode contribuir para tornar menos traumática a vida dos que sofrem com a balança. Por ser um alimento termogênico, ela exige um gasto calórico maior por parte do organismo para ser metabolizada; isso sem esquecer da sua capacidade de auxiliar o organismo a quebrar as moléculas de gorduras, e ainda, por tabela, eliminar toxinas e impedir a retenção de líquidos.

Perda de Peso
Perda de Peso

7.Faz Bem Para a Memória

Um estudo produzido por pesquisadores da Universidade de Illinois, EUA, comprovou a oportuna capacidade de antioxidantes como a luteína de protegerem as células neuronais do estresse oxidativo.

Este estresse é um dos responsáveis por diversos transtornos cerebrais, como o Mal de Parkinson, AVC, dificuldades de memorização, entre várias outras consequências da dificuldade que apresentam as células danificadas de executarem os seus relativos processos metabólicos.

Ilustração Sobre Memória
Ilustração Sobre Memória

A gabiroba-amarela, consumida in natura (ou mesmo a infusão de vegetais semelhantes), além das características que infelizmente não podemos observar nessas fotos, ainda apresenta-se como uma grata surpresa na luta para a preservação das células das agressões provocadas pelos famigerados radicais livres.

8.Protege as Defesas Do Organismo

E, finalmente, esse outro benefício do consumo regular de frutas como a gabiroba-amarela.

Por meio das suas doses fartas de vitamina C, carboidratos, proteínas, niacina, vitaminas do complexo B, sais minerais, ferro, cálcio, potássio, magnésio, entre outras substâncias, a gabiroba-amarela consegue atuar como um guardião do sistema imunológico.

Tantos as células do tipo B, quanto as T e NK, são beneficiadas pelo consumo regular de frutas como essa, que aumentam e preservam a quantidade de linfócitos no organismo, o que garante a produção de anticorpos, o combate a células que porventura já estejam danificadas, entre outras ações.

Nunca sendo demais lembrar que todo e qualquer tratamento natural só age de forma genérica, sem observar as especificidade de cada paciente. E é por isso mesmo que não existem garantias de que um tratamento que funcionou em indivíduo funcione em outro.

Sendo recomendado, portanto, que um profissional em medicina seja consultado, a fim de que faça a prescrição correta, de acordo com as suas características físicas e biológicas.

Caso queira, deixe o seu comentário sobre esse artigo. E com isso nos ajude a aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Veja também

Qual É O Maior Estado Produtor De Soja No Brasil? E a Região?

A soja, sem dúvida, um dos carros-chefes do agronegócio brasileiro, ali, lado a lado com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *