Home / Plantas / Flores que Começam com a Letra C: Nome e Características

Flores que Começam com a Letra C: Nome e Características

As flores são capazes de encantar qualquer pessoa e por isso, são muito procurados para composição de jardins residenciais para fins ornamentais. 

Elas embelezam e dão um toque delicado ao ambiente. Desta maneira, são indicadas para quem deseja deixar a sua casa mais bonita recheada de flores. 

Neste artigo mostraremos as flores que começam com a letra C, suas principais características, propriedades e o nome científico. Confira abaixo! 

Nomes e Características das Flores que Começam com a Letra C

 Existe uma variedade enorme de flores e plantas, por isso dividi-las pela nomenclatura torna a vida de quem deseja cultivá-la mais fácil, inclusive para encontrar a planta desejada e saber suas principais informações. Abaixo você pode conferir algumas plantas que começam com a letra C.

Calêndula

A Calêndula é amplamente disseminada pelas regiões de clima temperado. Elas são oriundas da Europa e são cultivadas há séculos no continente. Isso se deve sobretudo às suas propriedades medicinais muito importante para o correto funcionamento do organismo humano. Elas possuem propriedades expectorantes, antioxidantes, antissépticas, cicatrizantes, entre outras. 

É uma planta que beneficia o estômago, ela consegue aliviar dores crônicas e auxiliar no tratamento de de úlceras, gastrites, azias, etc. Além disso, seu poder de cicatrização também chama atenção, já que o creme de calêndula combate frieiras, assaduras, varizes e diferentes tipos de cortes. 

As flores da calêndula possuem coloração viva, amarelada ou laranja, são dispostas uma ao lado da outra em formato arredondado, e algumas espécies de calêndulas, possuem as flores comestíveis, muito utilizadas para tempero. 

Calendula officinalis é o seu nome científico, ela é classificada dentro da família Asteraceae, onde também estão as margaridas, os girassóis, crisântemos, entre outras.  

Crista de Galo

A crista de Galo é uma belíssima flor, possui características e peculiaridades muito interessantes. Ela caracteriza-se por ser uma planta anual, de florescimento durante praticamente o ano todo, porém, é importante destacar que não devem ser cultivadas em locais friolentos, pois o mesmos impede ela de dar suas belas flores. O ideal é que seja um solo rico em nutrientes, com matéria orgânica que auxilia o crescimento da planta. Ela não deve ser cultivada em locais com temperaturas inferiores aos 20°C. 

Ela está presente na família Amaranthaceae, onde também estão presentes o Amaranto, Quinoa, Celosia, Alternanthera, entre muitas outras. 

Seu nome científico é Celosia Argentea, mas popularmente recebe outros nomes como Crista de galo de Prata, ou mesmo Crista de Galo Emplumada. Trata-se de uma bela flor com diferentes colorações. O importante é não esquecer de cultivá-la em temperaturas mais quentes. 

O Cravo de Defunto é muito conhecido no Brasil. Ele compõe diversos jardins e jardineiras. Ela dá suas belíssimas flores uma vez ao ano, por isso esse momento é muito esperado. Ela possui características bastante distintas das demais, pois seus ramos são longos e compridos, e próximos uns aos outros. O odor que a planta libera agrada algumas pessoas e outras não, mas fato é que é um aroma muito característica da planta, bem forte. 

Seu nome científico é Tagetes Patula e é classificado dentro da família Asteraceae, a mesma da Calêndula (citada acima), das margaridas e girassóis. Ela está presente dentro do gênero Tagetes. Popularmente, recebe diferentes nomes, como: tagetes anão, botões solteirão, ou apenas tagetas. Elas podem possuir diferentes colorações, como amarelas ou laranjas, fato é que são flores que adoram o sol. No México essas flores são muito especiais e utilizadas sobretudo no Dia dos Mortos. 

Coroa de Cristo

Coroa de Cristo 
Coroa de Cristo

Uma bela planta que gera muitas flores de características únicas, a Coroa de Cristo recebe esse nome devido as suas características e disposição de suas flores, o formatos dos ramos são constituídos por espinhos, onde também são conhecidas como coroa de espinhos. 

Cientificamente, ela recebe o nome de Euphorbia Milli e está classificada dentro da família Malpighiales, onde também estão presentes a mandioca, a coca, o linho, entre muitos outros. Ela é classificada no gênero Euphorbia. Popularmente, podem receber o nome de dois amigos ou dois irmãos. 

Suas flores geralmente são avermelhadas, porém, o que chama atenção mesmo na planta são os seus espinhos e o formato dos ramos, assemelhando-se a uma coroa. Ela é um arbusto que pode alcançar o 2 metro de altura, porém, é preciso atenção no manuseio da planta, já que seus espinhos são dotados de substâncias tóxicas que podem levar a infecção. Ela é bastante utilizada como cerca viva e para fins ornamentais. 

Coroa Imperial

Coroa Imperial
Coroa Imperial

Essa planta possui uma longa história aqui no brasil, ela chegou na época da escravidão, e foi justamente trazidas pelos escravos. Ela é uma das espécies mais bonitas que existem por aqui. Suas flores são dispostas em um núcleo redonda, são finas e na vertical. Possuem coloração viva, brilhante e traços avermelhados. 

Cientificamente, ela recebe o nome de Scadoxus Multiflorus e está presente na família Amaryllidaceae. Ela é altamente tóxica, o consumo da planta pode levar a intoxicação rapidamente. Porém, se cultivada com os devidos cuidados, ela surpreende a todos e resulta em belíssimas flores que encantam qualquer pessoa. 

O gênero Scadoxus, onde ela está presente, é conhecido por conter grande quantidade de espécies que possuem toxinas na sua composição. Por isso é fundamental ficar atento aos pequenos detalhes. 

Camomila

A camomila é amplamente difundida por vários países do mundo. Ela nasce em locais com temperaturas tropicais ou mesmo temperados. Ela é muito conhecida pelo seu chá, com poderes calmantes e medicinais, que auxiliam na saúde humana. Ela é cultivado há séculos por diferentes povos e civilizações.

A camomila recebe o nome científico de Matricaria Recutita e está presente na família Asteraceae, a mesma da calêndula e também do Cravo de Defunto. 

Suas flores são pequeninas, porém, nascem em grande quantidade. A planta é oriunda da Europa, e desta maneira, prefere climas mais amenos. Rapidamente suas propriedades foram descobertas e ela foi difundida para a América e para Ásia. O local de cultivado não deve ultrapassar os 30°C e elas não gostam de ficar totalmente expostas a iluminação solar.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos e amigas nas redes sociais!

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *