Home / Plantas / Fenologia do Arroz: O Que É? Vegetativa e Reprodutiva

Fenologia do Arroz: O Que É? Vegetativa e Reprodutiva

Entender os fenômenos que ocorrem na natureza é algo essencial para quem gosta de Biologia. Isso porque os fenômenos explicam tudo o que ocorre no meio ambiente, como a interação que existe entre os seres vivos e como esses seres interagem também com o meio ambiente.

A fenologia é um ramo muito interessante da Biologia que muitas pessoas não conhecem e não fazem ideia de que existe, principalmente porque ela não é muito dinâmica e pode ser um pouco mais complicada de se entender.

Apesar disso, é importante que você saiba mais sobre ela para entender tudo sobre cultivo de plantas, já que ela fala exatamente disso e sobre como as plantas interagem com o meio ambiente.

Portanto, continue lendo este artigo para entender o que é a fenologia, o que é especificamente a fenologia do arroz e ainda como é a fase vegetativa e reprodutiva da escala fenológica dele.

O Que É Fenologia?

Na verdade, o termo completo para fenologia é “fenomenologia”, já que esse ramo da Ecologia tem como função analisar e estudar justamente os fenômenos que ocorrem entre os seres vivos e o meio ambiente em que estão, principalmente com as condições desse ambiente, como por exemplo a luz, a temperatura e a umidade.

Esse ramo da Ecologia é extremamente útil para entendermos como uma planta se comporta em um determinado meio ambiente e em condições pré-definidas. É por conta da fenologia que sabemos quais são os melhores climas e a melhor luz para cuidar de uma planta, por exemplo.

Portanto, vamos ver de maneira mais aprofundada como funciona a fenologia do arroz. Assim, você entenderá ainda mais como esse grão se comporta e poderá até mesmo cultivar o seu arroz caso queira.

O Que É a Fenologia Do Arroz?

A fenologia do arroz nada mais é do que a forma com que ele se desenvolve no meio ambiente de acordo com as condições naturais presentes no ambiente. Isso significa que ela não será sempre igual, pois tudo dependerá do ambiente em que ele está insirido.

De modo geral, dependendo das condições naturais de um local, o arroz irá se desenvolver mais rapidamente ou mais lentamente, sempre seguindo suas condições fenológicas para se desenvolver.

É interessante notarmos que a fenologia do arroz é representada pela escala fenológica, que é dividida em 3 partes: estádios de plântula, estádios vegetativos e estádios reprodutivos.

Cada fase possui suas características únicas que também irão variar de acordo com as condições do local, e por isso é extremamente importante estudarmos isso de maneira mais aprofundada.

Escala Fenológica – Plântula

Nessa fase a planta começa sendo apenas uma semente seca de arroz, depois disso ela tende a crescer e a primeira radícula surge, assim como a primeira folha um tempo depois.

Logo, essa é a fase inicial da vida do embrião, é quando a primeira folha aparece e já é possível perceber que existe uma planta ali. Nessa fase, a escala fenológica mostra que é necessário regar sempre o arroz e ventos muito fortes não são bem vindos, já que a planta ainda está muito frágil.

Portanto, se estivéssemos falando sobre um animal, essa fase seria o equivalente a de filhote do animal. Isso porque ela ainda está completamente dependente dos seus cuidados e não tem forças para se desenvolver completamente sozinha ainda.

Escala Fenológica – Vegetativa

Assim como o nome já diz, nessa fase a planta está apenas vegetando e crescendo, sem se reproduzir ainda. Essa fase é dividida em 13 partes bem específicas, com um acontecimento ligada a cada uma delas.

Inicialmente, um colar se forma na primeira folha (aquela que apareceu na fase plântula) e depois disso ele também surge nas outras 13 folhas; logo, essa é a parte onde a planta se torna maior e mais presente no ambiente. Nesse caso, ela precisará de um pouco mais de água que antes e ainda mais cuidados, já que agora não tem apenas uma folha para cuidar.

Escala Fenológica - Vegetativa
Escala Fenológica – Vegetativa

Portanto, se estivéssemos falando sobre um animal, essa fase seria o equivalente a fase adolescente do animal. Ele está mais ou menos independente de cuidados, mas ao mesmo tempo está crescendo e isso exige que você cuide mais da planta.

Escala Fenológica – Reprodutiva

Por fim, após as duas fases anteriores temos a fase reprodutiva. Como o próprio nome já fiz, é nessa parte que a planta se desenvolve plenamente, alcançando seu ápice de desenvolvimento, é aí que temos o arroz.

Essa fase é dividida em cerca de 9 etapas, sendo que a primeira é a formação da panícula da planta (a inflorescência), a sexta é o enchimento do grão, dando forma ao arroz e a última é o aparecimento de casca marrom em todos os grãos que passaram pela fase seis.

Ou seja, é claro que um grão de arroz só será plenamento formado se ele passar pela sexta fase, já que é impossível ter um casca marrom se não houver o enchimento do grão.

Escala Fenológica - Reprodutiva
Escala Fenológica – Reprodutiva

Nessa fase, a planta já exige menos cuidados pois ela está em pleno desenvolvimento, ao mesmo tempo está perto da fase de colheita dos grãos, o que acabará exigindo um maior trabalho.

Portanto, se estivéssemos falando de um animal, essa com toda certeza seria a fase adulta da vida dele. É a fase em que ele está bem desenvolvido e não precisa mais de tanta ajudar para continuar vivendo; e ao mesmo tempo é a fase de maior crescimento.

Você sabia o que era a Fenologia e qual era função dela na Ciência como um todo? Como já dissemos anteriormente, ela ainda não é muito conhecida e por isso conseguimos entender o fato de que você não a conheça, mas após esse artigo você já pode dizer que a conhece e até mesmo sabe como a fenologia do arroz funciona!

Gostou do texto e quer saber mais informações sobre a fenologia de outras plantas mas não sabe onde encontrar informação confiável e de qualidade? Não se preocupe, temos o texto certo para você! Leia também em nosso site: Fenologia do Caju – O Que é Isso?

Veja também

Mini Alamanda: Tamanho, Diferenças Para a Comum e Fotos

A trepadeira que floresce o ano todo é destaque no paisagismo brasileiro. Com uma folhagem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *