Home / Plantas / Lista de Nomes de Flores de A a Z Com Fotos

Lista de Nomes de Flores de A a Z Com Fotos

Quando ouço alguém referir-se a flores como ervas daninhas fica difícil de compreender tamanha insensibilidade. Flores são umas das provisões mais belas que a planta pode nos fornecer pra dar beleza e alegria a nossa vida.

Suas cores, suas fragrâncias, sua transmissão de leveza e ternura através de suas pétalas… É inadmissível alguém não gostar de flores, mesmo que precise manter distância por razões de saúde! Vamos conhecer um pouquinho delas nesse artigo?

Acácia

Acácia
Acácia

Acacia é o nome dado a um gênero de arbustos e árvores da família fabaceae. Neste gênero existem várias espécies que são cultivadas em jardins, visadas especialmente pela beleza conferida por suas flores, tais como acacia baileyana, acacia dealbata, acacia pravissima, acacia plicatum, acacia farnesiana, acacia decurrens, etc. Flores de acácia amarela ou flores de acácia brancas são as mais comuns.

Açafrão

Açafrão
Açafrão

O açafrão é uma especiaria derivada a partir da flor de crocus sativus e esta é uma espécie de planta com flor da família iridaceae. Independente do uso comercial pela extração do tempero, esta planta geralmente floresce com belíssimas flores roxas no outono.

Acônito

Acônito
Acônito

Flor de acônito são roxas escuras a roxo azuladas, oblongas em forma de um elmo de guerra (capacete). Essa planta de floração pertence a família ranunculaceae, nativa e endêmica para a Europa Ocidental e Central. É cultivada em jardins por suas inflorescências parecidas com espigas e vistosas flores e é considerada uma planta venenosa.

Açucena

Açucena
Açucena

Este lírio principalmente (lilium candidum), tem tido grande valor simbólico para muitas culturas. Emerge no final da primavera e carrega várias flores perfumadas no verão. As flores são brancas e amarelas nesta espécie. Mas é importante notar que usa-se muito o nome açucena para designar outras flores de outras espécies, gêneros e até de outras famílias de plantas também.

Adelfa

Adelfa
Adelfa

Este é um dos nomes populares dados a planta nerium oleander, tão amplamente cultivada que nenhuma região de origem precisa foi identificada, embora o sudoeste da Ásia tenha sido sugerido. Esta planta é muito utilizado como uma planta ornamental em parques, ao longo de estradas e em jardins privados. As flores de oleandro são vistosas, abundantes e muitas vezes perfumadas, o que as torna muito atraentes em muitos contextos.

Alecrim

Alecrim
Alecrim

É natural que imaginemos primeiramente tempero ou condimentos quando se fala de açafrão, alecrim, etc. Mas não podemos esquecer que esses são derivados de plantas que naturalmente florescem em seu cultivo, produzindo flores sempre belas por sinal. A flor de alecrim, por exemplo, é muito apreciada pelas abelhas produzindo assim um mel de extrema qualidade. Há quem plante alecrim perto de apiários, para influenciar o sabor do mel.

Alfazema

Alfazema
Alfazema

Aqui cabe uma confusão comum porque há quem diga que alfazema e lavanda é a mesma coisa, e há quem prefira discordar disso. Também não vamos entrar no mérito da discussão porque são questões taxonômicas que nem mesmo os cientistas entram num consenso. Basicamente pode-se afirmar que alfazema é a designação que deveria ser dada a apenas uma espécie (Lavandula latifólia) e que lavanda, portanto, é a designação a todo o gênero de várias espécies que acabam sendo chamadas todas de alfazema também.

Amarílis

Amarílis
Amarílis

Este é o nome dado a um gênero de plantas com flores da família amaryllideae, e que consiste em apenas duas espécies. A mais conhecida, amaryllis belladonna, é nativa da região do Cabo Ocidental na África do Sul. Produz belas flores em forma de funil cuja cor usual é branca com veias carmesim, mas rosa ou roxo também ocorrem naturalmente.

Amor Perfeito

Amor Perfeito
Amor Perfeito

Hoje em dia, este passou a ser um nome popular dado a um híbrido, sucessor da espécie selvagem viola tricolor. As flores podem ser roxas, azuis, amarelas ou brancas.

Anêmona

Anêmona
Anêmona

Nome comum dado as flores de anemone coronaria, uma espécie de planta nativa da região do Mediterrâneo. Na natureza, a anêmona é floração de inverno e polinização cruzada por abelhas, moscas e besouros, que podem transportar pólen por longas distâncias. As cultivares modernas têm flores muito grandes, com diâmetros de 8 a 10 cm e uma ampla variedade de cores claras e pastéis, além de duas variedades tonificadas.

Anis

Anis
Anis

Embora também exista uma linda flor branca de anis da planta pimpinella anisum, o artigo fala naturalmente da mais conhecida flor de anis da planta chinesa illicium verum. Produz uma flor solitária cujas cores são desde brancas até vermelhas.

Aro

Aro
Aro

Arum é um gênero de plantas com flores pertencentes à família Araceae , nativa da Europa, norte da África e oeste e centro da Ásia, com a mais alta diversidade de espécies na região do Mediterrâneo. São comparados ao lírios pela forma de sua floração, mas não tem a mesma beleza. Flores bonitas desse g~enero que posso citar é arum creticum, arum idaeum, arum italicum e arum palaestinum.

Azaléia

Azaléia
Azaléia

Azaléias são aqueles maravilhosos arbustos floridos do gênero rhododendron que florescem na primaverae cujas flores geralmente duram várias semanas. Sombra tolerante, elas preferem viver perto ou debaixo de árvores. Elas fazem parte da família ericaceae. Além de ser famosa por sua beleza, a azaléia também é altamente tóxica. Mas é difícil resistir as suas flores com cores que variam entre magenta, vermelho, laranja, cor de rosa, amarelo, lilás e branco.

Begônia

Begônia
Begônia

O gênero da família begoniaceae contém mais de 1.800 espécies de plantas diferentes. As begônias são nativas de climas subtropicais e tropicais úmidos. Algumas espécies são comumente cultivadas dentro de casa como plantas ornamentais em climas mais frios. Em climas mais amenos, algumas espécies são cultivadas fora do verão por suas flores coloridas e brilhantes, que têm sépalas, mas não pétalas.

Beladona

Beladona
Beladona

É até um pouco delicado citar essa aqui na lista porque essa planta, atropa beladona, nem é muito cultivada em jardins por causa de suas flores. As flores em forma de sino são roxas opacas com reflexos verdes e levemente perfumadas. Porém, essa planta é considerada altamente venenosa. Mantenha as crianças distantes dessa frutinha.

Betônica

Betônica
Betônica

Há aqui alguma confusão também pois existem referências há flores de betônica tanto no gênero betonica como também há referências de flores betônicas no gênero stachys. Ambos os gêneros produzem plantas arbustivas muito semelhantes e talvez seja uma sinonímia entre os gêneros.

Bogarim

Bogarim
Bogarim

Este nome deve referir-se a alguma variação da planta jasminum sambac. Existem numerosas cultivares dessa planta que diferem umas das outras pela forma das folhas e pela estrutura da corola. A fragrância doce e inebriante do jasminum sambac é sua característica distinta. É amplamente cultivada nos trópicos da Península Arábica, no Sudeste Asiático e nas Ilhas do Pacífico como planta ornamental e por suas flores fortemente perfumadas.

Bonina

Bonina
Bonina

O termo pode ser aplicado a planta mirabilis jalapa. Uma única flor dessa planta pode ser amarela, vermelha, magenta, rosa ou branca, ou ter uma combinação de setores, flocos e pontos. Além disso, diferentes combinações de flores e padrões podem ocorrer em diferentes flores da mesma planta. Outra curiosidade dessa bonina é o hábito de se abrir no início do escurecer e se fechar no início do amanhecer. Além dessa espécie de planta, existem algumas espécies de margaridas que também são conhecidas popularmente como boninas.

Brinco de Princesa

Brinco de Princesa
Brinco de Princesa

Essa flor é o resultado da hibridização entre as espécies fuchsia magellanica, fuchsia corymbiflora e fuchsia fulgens. Este tipo de fuchsia é mais adaptável a clima frios e, portanto, muito recorrente nas regiões do Rio Grande do Sul.

Cacto

Cacto
Cacto

É impressionante como flores de cactos podem ser tão lindas. Talvez seja por isso que florescem em meio a tantos espinhos. Como suas espinhas, as flores de cacto são variáveis. Normalmente, o ovário é cercado por material derivado do tecido do caule ou do receptáculo , formando uma estrutura chamada hipanto. As cores das flores variam do branco ao amarelo e do vermelho ao magenta.

Camélia

Camélia
Camélia

As camélias formam um gênero de plantas da família theaceae, que varia atualmente entre 100 a 300 espécies reconhecidas taxonicamente e mais de 3000 híbridos. Existe portanto uma infinidade de arbustos floridos do gênero com muitas variações de formas e cores. Hoje as camélias são cultivadas como plantas ornamentais graças a sua floração, muitas com flores duplas ou semi-duplas.

Campânula

Campânula
Campânula

Campanula é um de vários géneros da família campanulaceae com o nome comum de campânula. Leva o seu nome comum e seu nome científico de suas flores em forma de sino; campanula é latim para “pequeno sino”. As espécies incluem plantas anuais, bienais e perenes, e variam em hábito de espécies anãs árticas e alpinas com menos de 5 cm de altura, a grandes pastagens temperadas e espécies florestais que crescem até 2 metros de altura de altura.

Cardo

Cardo
Cardo

Cardo é o nome comum de um grupo de plantas com flores caracterizadas por folhas com espinhos pontiagudos nas margens, principalmente na família asteraceae. O termo cardo é algumas vezes usado para significar exatamente aquelas plantas da tribo cardueae incluindo os gêneros carduus, cirsium e onopordum.

Centáurea

Centáurea
Centáurea

Os membros do gênero são encontrados apenas ao norte do equador, principalmente no hemisfério oriental; o Oriente Médio e as regiões vizinhas são particularmente ricas em espécies. As Centaurea são produtoras prolíficas de néctar, especialmente em solos calcários, e são plantas muitos importantes na produção de mel.

Ciclâmen

Ciclâmen
Ciclâmen

As espécies de ciclâmen são nativas da Europa e Bacia do Mediterrâneo a leste do Irã. Elas crescem a partir de tubérculos e são valorizados por suas flores com pétalas varridas e folhas com padrões variados. O período de floração pode ser em qualquer mês do ano, dependendo da espécie.

Clematite

Clematite
Clematite

O gênero é composto principalmente de trepadeiras/cipós lenhosas e vigorosas. O momento e a localização das flores variam. Clematites são encontradas principalmente em todas as regiões temperadas do Hemisfério Norte, raramente nos trópicos.

Copo de Leite

Copo de Leite
Copo de Leite

Zantedeschia aethiopica é uma planta perene herbácea rizomatosa nativa da África Austral no Lesoto, África do Sul e Suazilândia. As inflorescências são grandes e são produzidas na primavera, verão e outono, com uma espata branca pura de até 25 cm e um espadice amarelo de até 90 mm de comprimento. Essa formação dá flor é que lhe confere o nome popular copo de leite.

Coroa Imperial

Coroa Imperial
Coroa Imperial

O nome científico é scadoxus multiflorus (anteriormente haemanthus multiflorus). É cultivada como planta ornamental por suas flores de cores brilhantes, seja em vasos ou no solo, onde o clima é adequado. É cultivada como planta ornamental por suas flores de cores brilhantes, seja em contêineres ou no solo, onde o clima é adequado.

Cravo

Cravo
Cravo

Aqui não nos referimos ao cravo condimento aromático muito apreciado mas sim ao gênero de plantas com flores conhecidos como dianthus, plantas com lindas flores que vão do rosa ao violeta ou roxo bem escuro em sua maioria e popularmente conhecidas como cravos, como dianthus caryophyllus, dianthus plumarius e dianthus barbatus, por exemplo.

Crisântemo

Crisântemo
Crisântemo

A palavra crisântemo vem do grego original que significa flor dourada ou flor de ouro. Essa aplicação é adequada principalmente as flores dos crisântemos originais. Estas são lendárias, milenares, e até hoje recebem distinção e reconhecimento nobre no oriente. Atualmente são reconhecidas mais de 100 espécies com mais de 800 variações do crisântemo.

Dália

Dália
Dália

Existem 42 espécies de dália, com híbridos comumente cultivados como plantas de jardim. Formas de flores são variáveis. A maioria das espécies não produz flores ou cultivares perfumadas e, por isso, não atraem insetos polinizadores através do cheiro, elas são coloridas, exibindo a maioria das cores, com exceção do azul.

Dente de Leão

Dente de Leão
Dente de Leão

O dente de leão refere-se a um grande gênero de plantas com flores na família asteraceae, nome popular dado praticamente a todas as espécies do gênero, que é chamado taraxacum. Esse gênero têm flores muito pequenas reunidas em uma cabeça de flor composta. Cada flor em uma cabeça é chamada de florzinha.

Dormideira

Dormideira
Dormideira

O nome científico é mimosa pudica, nome que não podia ser mais adequado pra definir essa planta. É uma referência ao seu comportamento de retrair suas folhas ao ser tocada, o que causa uma impressão pudica na planta. Suas flores são lindas cabeças rosas ou roxas um pouco semelhantes ao dente de leão na sua formação de filamentos.

Flor de Laranjeira

Flor de Laranjeira
Flor de Laranjeira

A flor de laranjeira é a flor perfumada da citrus sinensis. É usado na fabricação de perfumes, tem sido escrito como um afrodisíaco e é tradicionalmente associado com boa sorte e tem sido popular em buquês de noiva e grinaldas de cabeça para casamentos. A flor de laranjeira é amplamente apreciada por sua beleza, aroma e propriedades, tradicionalmente considerados terapêuticos.

Flor de Pessegueiro

Flor de Pessegueiro
Flor de Pessegueiro

As flores do pessegueiro são produzidas no início da primavera antes das folhas; são solitárias ou emparelhadas, invariavelmente de cor rosa e com cinco pétalas. Os pessegueiros precisam de sol pleno e um layout que permita um bom fluxo de ar natural para auxiliar o ambiente térmico da árvore. Pêssegos são plantados no início do inverno. O número de flores em um pessegueiro é tipicamente desbastado porque, se a quantidade total de pêssegos amadurecer em um galho, eles são subdimensionados e carentes de sabor.

Flor de Romãzeira

Flor de Romãzeira
Flor de Romãzeira

A romãzeira é oficialmente uma árvore arbustiva decídua de tamanho inferior a 10 metros, e que apresenta hoje variedades de cultivares, incluindo pequenas árvores anãs para criação em vasos. As flores são vermelhas e de 3 cm de diâmetro, com três a sete pétalas. Algumas variedades infrutíferas são cultivadas apenas para a floração ornamental.

Flor de Lis

Flor de Lis
Flor de Lis

Apesar da menção aqui, a expressão não define uma espécie flor botanicamente. Flor de lis é um lírio estilizado que é usado como um desenho decorativo ou motivo, e muitos dos santos católicos da França, particularmente St.Joseph, são retratados com um. Como a França é uma nação historicamente católica, a flor de lis tornou-se “ao mesmo tempo religiosa, política, dinástica, artística e simbólica”, especialmente na heráldica francesa. Sobre a flor de lírio propriamente, falaremos mais a frente no artigo.

Fúcsia

Fúcsia
Fúcsia

As flores do gênero fúcsia da família onagraceae são muito decorativas; elas têm uma forma de lágrima pendente e são exibidos em profusão durante o verão e outono, e todo o ano em espécies tropicais. Elas têm quatro sépalas longas e finas e quatro pétalas menores e mais largas; em muitas espécies, as sépalas são vermelhas brilhantes e as pétalas são púrpuras, mas as cores podem variar de branco a vermelho escuro, roxo-azul e laranja.

Gardênia

Gardênia
Gardênia

Gardênia é um gênero de plantas com flores da família rubiaceae, nativa das regiões tropicais e subtropicais da África, Ásia, Madagascar e Ilhas do Pacífico. As flores são solitárias ou em pequenos grupos, brancas ou amarelas pálidas, com uma corola tubular de 5-12 lóbulos (pétalas). Floração é de meados da primavera até meados do verão, e muitas espécies são fortemente perfumadas.

Genciana

Genciana
Genciana

Genciana (ou genciana) é um género de plantas pertencentes à família gentianaceae, com cerca de 400 espécies. Elas são notáveis ​​por suas grandes flores em forma de trombeta, que geralmente são de um azul intenso. As flores em forma de trombeta geralmente são azuis realmente, mas podem ser brancas, creme, amarelas ou vermelhas. Muitas espécies são polimórficas em relação à cor das flores, tendo flores de cores diferentes.

Gerânio

Gerânio
Gerânio

O gênero gerânio agrupa mais de 400 espécies de plantas anuais, bienais e perenes freqüentemente usadas na jardinagem por suas flores atraentes e seu aroma característico. As flores correspondentes ao gênero gerânio possuem cinco pétalas muito semelhantes e radialmente simétricas, enquanto aquelas que correspondem ao gênero pelargonium, possuem as duas pétalas superiores das três inferiores.

Gérbera

Gérbera
Gérbera

O gênero de plantas com flores gerbera é nativa de regiões tropicais da América do Sul, África e Ásia. É a quinta flor de corte mais usada no mundo (depois de rosa, cravo, crisântemo e tulipa). Ela também é usada como um organismo modelo no estudo da formação de flores.

Giesta

Giesta
Giesta

Trata-se de um gênero específico na família fabaceae, mas essa denominação comum ás vezes é confundida também dentro de outros gêneros da família. São principalmente árvores arbustivas de pequeno porte, muitas vezes com folhas caudiciformes, muitas vezes espinhosas para impedir o pastoreio, e massas de pequenas flores amarelas muito bonitas semelhantes a ervilhas que às vezes são perfumadas.

Girassol

Girassol
Girassol

É uma planta herbácea anual da família asteraceae nativa da América Central e do Norte, cultivada como alimento, óleo e planta ornamental em todo o mundo. Algumas variedades recentemente desenvolvidas têm cabeças decompostas. Essas variedades são menos atraentes para jardineiros que plantam flores como ornamento, mas atraentes para os agricultores, porque podem reduzir os danos causados ​​por pássaros e as perdas causadas por doenças de plantas.

Gladíolos

Gladíolos
Gladíolos

É um gênero de plantas perenes de floração cormosa da família iridaceae. As flores de espécies silvestres não modificadas variam de muito pequenas a um máximo de 40 mm de largura, e inflorescências com qualquer coisa, de uma a várias flores. Os espetaculares picos de flores gigantes no comércio são produtos de séculos de hibridização e seleção.

Glicínia

Glicínia
Glicínia

Glicínia é a denominação comum dada a espécies de plantas escaladoras do gênero wisteria, da familía fabaceae. Algumas espécies são plantas ornamentais populares. As flores são produzidas em racismos pendentes de 10 a 80 cm de comprimento com coloração roxas, violetas, rosas ou brancos. A floração ocorre na primavera em algumas espécies asiáticas, e no meio até o final do verão nas espécies americanas. As flores de algumas espécies são perfumadas.

Goivo

Goivo
Goivo

Estas são plantas com flores do gênero matthiola. Elas florescem no inverno ou primavera, produzindo flores de cores variadas e muito perfumadas, muitas vezes utilizadas na ornamentação. Inflorescências em cachos soltos, com poucas para muitas flores. As flores são geralmente grandes, brancas ou rosa; com pedicelos geralmente curtos, espessados ​​em frutas.

Hortênsia

Hortênsia
Hortênsia

Uma espécie de floral pertencente à família hydrangeaceae, nativa do Japão e China, cujo nome científico é hydrangea macrophylla. É amplamente cultivada em muitas partes do mundo em muitos climas. A inflorescência da hortênsia é um corimbo, com todas as flores colocadas em um plano ou um hemisfério ou mesmo uma esfera inteira em formas cultivadas. Dois tipos distintos de flores podem ser identificados: flores férteis centrais não ornamentais e flores ornamentais periféricas, geralmente descritas como “estéreis”.

Íris

Íris
Íris

Íris é um gênero com cerca de 300 espécies de plantas com flores vistosas. Leva o nome da palavra grega para um arco-íris, e que também é o nome da deusa grega do arco-íris. Alguns autores afirmam que o gênero carrega esse nome em referência à grande variedade de cores de flores encontradas entre as muitas espécies.

Jacinto

Jacinto
Jacinto

Jacinto, ou hyacinthus, cresce a partir de bulbos, cada um produzindo cerca de quatro a seis folhas lineares e um a três espinhos ou racismos de flores. O jacinto comum da cultura de casa e jardim (hyacinthus orientalis, nativa do sudoeste da Ásia) tem um único ponto denso de flores perfumadas em tons de vermelho, azul, branco, laranja, rosa, violeta ou amarelo.

Jasmim

Jasmim
Jasmim

Jasmins são amplamente cultivados pela fragrância característica de suas flores. Mas cuidado com a confusão pois um número de plantas não relacionadas ao gênero ás vezes também usam a palavra “jasmim” em seus nomes comuns. Amplamente cultivada por suas flores, o jasmim é apreciado no jardim, como uma planta da casa, e como flores cortadas.

Junquilho

Junquilho
Junquilho

As plantas conhecidas como junquilho são as mesmas conhecidas como frésias.  As plantas comumente conhecidas como frésias ou junquilho, com flores perfumadas em forma de funil, são híbridos cultivados de várias espécies, amplamente cultivadas como plantas ornamentais.

Lavanda

Lavanda
Lavanda

Diferente do que já falamos sobre a alfazema, que deveria verdadeiramente ser referência de apenas uma espécie de lavanda, aqui sim falamos de todo o gênero de 47 espécies conhecidas de plantas com flores da família lamiaceae. As flores podem ser azul, violeta ou lilás nas espécies selvagens, ocasionalmente roxo ou amarelada.

Lilás

Lilás
Lilás

O nome científico correto para esse gênero de 12 espécies atualmente reconhecidas de plantas com flores é syringa. A cor habitual da flor é um tom de púrpura (geralmente roxo claro ou lilás), mas branco, amarelo pálido e rosa, e até mesmo uma cor escura bordô também são encontrados. As flores crescem em grandes panículas, e em várias espécies têm uma forte fragrância. Floração varia entre meados da primavera e início do verão, dependendo da espécie.

Lírio

Lírio
Lírio

Os lírios (lilium) é um gênero de plantas herbáceas que crescem a partir de bulbos, todos com grandes flores proeminentes. Muitas outras plantas têm “lírio” em seu nome comum, mas não estão relacionadas aos lírios verdadeiros. As flores são grandes, muitas vezes perfumadas, e vêm em uma ampla gama de cores, incluindo brancos, amarelos, laranjas, rosas, vermelhos e roxos. As marcações incluem manchas e pinceladas. As plantas estão no fim da primavera ou no verão.

Lisianto

Lisianto
Lisianto

Este gênero é tipicamente encontrado em pastagens e em áreas de solo perturbado. As flores de lisianto são de flor única ou de flor dupla. Ambos os tipos de flores podem ser encontrados em tons de rosa, roxo, branco e azul. Além disso, alguns são bicolores e alguns são ocasionalmente encontrados em amarelo ou vermelho-carmim. Eles são geralmente de um a três metros de altura, embora existam variedades anãs que crescem apenas até oito centímetros de altura.

Lótus

Lótus
Lótus

As cultivares de flor de lótus são usadas exclusivamente para fins ornamentais, produzem um grande número de flores e a menor altura de plantas. A produção de sementes de flores de lótus é pobre em termos de rendimento e qualidade. Os tipos de flores diferem no número de pétalas (pétalas solteiras, pétalas duplas ou multi-pétalas) e suas cores variam de uma cor única (branco, amarelo, rosa ou vermelho) mas também bicolor, frequentemente de pétalas brancas com ponta rosa em destaque.

Magnólia

Magnólia
Magnólia

Magnólia é um grande gênero com mais de 200 espécies de plantas com flor na família magnoliaceae. Em geral, o gênero magnolia atrai o interesse hortícola. Algumas florescem bem cedo na primavera, antes de as folhas se abrirem. Outras florescem no final da primavera ou início do verão. A hibridação tem sido imensamente bem sucedida em combinar os melhores aspectos de diferentes espécies para dar às plantas que florescem uma idade mais precoce do que as espécies-mãe.

Malmequer

Malmequer
Malmequer

Malmequer/bemmequer é uma designação popular dada a diversas plantas de espécies e gêneros diferentes. Geralmente são margaridas, crisântemos ou calêndulas. Mas a principal mais conhecida como malmequer é mesmo a margarida leucanthemum vulgare. O Leucanthemum vulgare é amplamente cultivado e está disponível como uma planta ornamental perene de floração para jardins e paisagens projetadas de prados.

Margarida

Margarida
Margarida

E por falar em margarida … essa é a nomenclatura comum dada a todas as espécies pertencentes ao gênero leucanthemum. As margaridas dispensam apresentações, né. A cabeça de flor é solitária, emparelhada ou em um grupo de três na haste. As lindas pétalas brancas de botões amarelos são icônicas, mas hoje há uma diversidade muito grande de cultivares, inclusive híbridos, com colorações das mais diferentes.

Menta

Menta
Menta

Enquanto a espécie que compõe o gênero mentha é amplamente distribuída e pode ser encontrada em muitos ambientes, a maioria cresce melhor em ambientes úmidos e solos úmidos. As flores são brancas a púrpura e produzidas em espirais falsas.

Mimosa

Mimosa
Mimosa

Mimosa é um gênero de cerca de 400 espécies de ervas e arbustos da família fabaceae. Duas espécies do gênero são especialmente notáveis. Uma é a mimosa pudica, devido à maneira como ela dobra suas folhas quando tocada ou exposta ao calor. É nativa do sul da América Central e do Sul, mas é amplamente cultivada em outros lugares por seu valor de curiosidade, tanto como uma planta de casa em áreas temperadas, e ao ar livre nos trópicos.

Miosótis

Miosótis
Miosótis

É um gênero de plantas com flores na família boraginaceae. Preferem habitats úmidos. Em locais onde elas não são nativas, elas freqüentemente escapam para zonas úmidas e margens de rios. As flores são tipicamente de 1 cm de diâmetro ou menos; de cara lisa; coloração azul, rosa, branco ou amarelo com centros amarelos.

Narciso

Narciso
Narciso

Um gênero de plantas perenes predominantemente primaveris da família amaryllidaceae. Tem flores conspícuas com seis tépalas semelhantes a pétalas encimadas por uma coroa em forma de taça ou trompete. As flores são geralmente brancas ou amarelas (também laranja ou rosa em variedades de jardim). Para uso comercial, variedades com um comprimento mínimo de 30 cm são procuradas, tornando-as ideais para flores de corte.

Nenúfar

Nenúfar
Nenúfar

Este é um dos vários gêneros de plantas conhecidos comumente como lótus, mas não é o mesmo gênero da flor de lótus de quem já falamos aqui. Nenúfar, ou nymphaea, é um gênero de plantas aquáticas tenras e tolerantes na família nymphaeaceae. Muitas espécies são cultivadas como plantas ornamentais, e muitas cultivares foram criadas. Algumas ocorrem como espécies introduzidas onde não são nativas, e algumas são ervas daninhas. As flores de nenúfares saem da água ou flutuam na superfície, abrindo durante o dia ou à noite. Cada nenúfar tem pelo menos oito pétalas em tons de branco, rosa, azul ou amarelo. Muitos estames estão no centro.

Orquídeas

Orquídeas
Orquídeas

As orchidaceae são uma família diversificada e difundida de plantas com flores, muitas vezes coloridas e perfumadas, comumente conhecidas como a família das orquídeas. Elas são uma das duas maiores famílias de plantas com flores. A família engloba cerca de 6–11% de todas as plantas de sementes do mundo.

Papoila

Papoila
Papoila

Papoila é uma variável, ereta anual, espécie herbácea pertencente à família da papoula, papaveraceae.  As hastes possuem flores simples, que são grandes e vistosas, com quatro pétalas que são vermelhas vivas, mais comumente com uma mancha preta em sua base. Nem todas as papoilas disponíveis comercialmente têm flores vermelhas. O melhoramento seletivo resultou em cultivares em amarelo, laranja, rosa e branco.

Peônia

Peônia
Peônia

A peônia é uma planta de floração no gênero paeonia, o único gênero na família paeoniaceae. Elas são nativos da Ásia, Europa e oeste da América do Norte. Elas têm folhas compostas, profundamente lobadas e grandes flores, muitas vezes perfumadas, em cores que vão do vermelho roxo ao branco ou amarelo, no final da primavera e início do verão.

Perpétua

Perpétua
Perpétua

As inflorescências de flores de forma redonda da perpétua, ou gomphrena globosa, são uma característica visualmente dominante e as cultivares foram propagadas para exibir tons de magenta, roxo, vermelho, laranja, branco, rosa e lilás. A flor perpétua floresce continuamente durante todo o verão e início do outono.

Pervinca

Pervinca
Pervinca

As flores de pervinca vem das plantas do gênero vinca, da família apocynaceae. As flores, produzidas durante a maior parte da estação de crescimento, são salvas simples, com cinco pétalas geralmente violeta (ocasionalmente brancas) unidas na base para formar um tubo. Duas das espécies são extensivamente cultivadas como uma planta ornamental.

Petúnia

Petúnia
Petúnia

Petúnia é um gênero de 20 espécies de plantas com flores de origem sul-americana. A floração é abundante, sem parar desde o início da primavera até o final do outono. Eles podem ter qualquer cor exceto laranja e existem variedades de duas cores.

Prímula

Prímula
Prímula

Gênero de plantas com flores da família primulaceae, essas espécies e muitas outras são valorizadas por suas flores ornamentais. Elas foram extensivamente cultivadas e hibridizadas por muitas centenas de anos. As plantas florescem principalmente durante a primavera, com flores que aparecem frequentemente em umbelas esféricas em hastes robustas que surgem de rosetas basais de folhas; suas flores podem ser roxas, amarelas, vermelhas, rosa, azuis ou brancas.

Rododendro

Rododendro
Rododendro

Este é um gênero com mais de mil espécies. Algumas das espécies mais conhecidas são conhecidas por seus muitos grupos de grandes flores. Ambas as espécies e rododendros híbridos são usados ​​extensivamente como plantas ornamentais em paisagismo em muitas partes do mundo, incluindo regiões temperadas e sub-temperadas. Muitas espécies e cultivares são utilizadas comercialmente para o comércio de viveiros.

Rosa

Rosa
Rosa

Não se trata só de uma rosa. Nunca foi só uma rosa. Existem mais de trezentas espécies e milhares de cultivares. Flores variam em tamanho e forma e são geralmente grandes e vistosas, em cores que vão desde branco até amarelo e vermelho. Espécies, cultivares e híbridos são amplamente cultivados por sua beleza e muitas vezes são perfumados. Rosas variam em tamanho de rosas compactas, em miniatura, para alpinistas que podem atingir sete metros de altura. Diferentes espécies hibridizam facilmente, e isso tem sido usado no desenvolvimento da ampla variedade de rosas de jardim.

Saudade

Saudade
Saudade

Scabiosa atropurpurea, a flor saudades, é uma planta da antiga família dipsacaceae, agora subfamília de caprifoliaceae. Produz uma corola de flor púrpura a roxo escuro e é nativa do Mediterrâneo, onde é amplamente cultivada em terrenos pedregosos e secos.

Sempre Viva

Sempre Viva
Sempre Viva

Essa não é uma denominação dada a uma espécie só de flor, mas no Brasil é comum definir assim todas as flores de corte que resistem bem em buquês de flores sem esmorecer. Porém, há mais comum em receber essa definição dentre todas é syngonanthus nitens, uma espécie de eriocaulaceae semelhante a gramíneas que existe na região do Jalapão, estado do Tocantins, Brasil (cerrado brasileiro). Sua principal característica é a cor brilhante e dourada, daí seu também nome comum capim dourado.

Tulipa

Tulipa
Tulipa

Tulipas formam um gênero de bulbos herbáceos e perenes de armazenamento que florescem na primavera. As flores são geralmente grandes, vistosas e de cores vivas, geralmente vermelhas, rosa, amarelas ou brancas (geralmente em cores quentes). Eles geralmente têm uma mancha colorida diferente na base das tépalas (pétalas e sépalas, coletivamente), internamente. Os programas de reprodução produziram milhares de híbridos e cultivares, além das espécies originais (conhecidas na horticultura como tulipas botânicas). Eles são populares em todo o mundo, tanto como plantas de jardim ornamentais e como flores de corte.

Verônica

Verônica
Verônica

Veronica officinalis é uma espécie de plantas de floração da família plantaginaceae. São nativas da Europa e da Ásia ocidental. Na América do Norte é uma planta introduzida mas que encontra-se atualmente amplamente naturalizada lá. São plantas escaladoras cujas flores aparecem em aglomerados axilares de 4 pétalas levemente soldadas na base, azul claro, lilás ou rosa, com costelas escuras, embora possam ser encontradas brancas com costelas cor-de-rosa.

Violeta

Violeta
Violeta

Várias espécies popularmente conhecidas como violetas pertencem ao gênero viola, da família violaceae. A comumente conhecida como violeta africana não pertence a esse gênero, mas ao gênero santpaulia. Apesar da flores em seu tom violeta bonito e benquistas pra ornamentação, as plantas desse gênero são mais amplamente requeridas para fins medicinais.

Zínia

Zínia
Zínia

É um gênero de plantas da tribo do girassol dentro da família das margaridas. São consideradas nativas em uma área que se estende desde o sudoeste dos Estados Unidos para a América do Sul, com uma abundância e diversidade mais recorrente no México. As flores têm uma gama de aparências, de uma única linha de pétalas a uma forma de cúpula. Zínias podem ser brancas, amarelas, laranjas, vermelhas, roxas ou lilás.

Veja também

Tabela De Ciclo Da Soja Precoce

A soja precoce, basicamente é uma variedade que desenvolve o ciclo entre o plantio e a colheita em um …

Um comentário

  1. Eu conheço uma espécie de junquilhos que não são estes que aqui aparecem. A espécie de junquilhos a que me refiro cujas côres sáo branco, creme e côr de tijolo havia em Moçambique e a flôr é fininha e comprida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *