Home / Plantas / Diferentes Tipos de Margaridas

Diferentes Tipos de Margaridas

A margarida (nome científico Leucathemun vulgare) é uma bela inflorescência pertencente à mesma família do girassol, da dália e do crisântemo.

Remete ao significado de pureza, inocência e juventude. No campo sentimental, é conhecida pela velha brincadeira do bem-me-quer e mal-me-quer, razão pela qual também pode ser conhecida pelo nome de flor bem-me-quer, além de outras denominações tais como margarita, bonina e olho-de-boi.

A margarida tem sido empregado como sinal de romantismo desde a Idade Média, período no qual jovens donzelas colocavam coroas de margaridas sobre o escudo de seus amados. Ao aceitarem propostas de casamento, essas coroas de margaridas eram colocadas sobre a cabeça.

No entanto, a margarida não era empregada apenas como símbolo de romantismo. Na medicina empírica, ela era utilizada para redução da febre, limpeza e cura de ferimentos, disfarçar o nascimento de cabelos brancos e para tratar doenças oftalmológicas.

Mesmo com a espécie Leucathemum vulgare sendo a mais prevalente, as margaridas constituem inflorescências de variadas espécies pertencentes à família taxonômica Asteraceaes.

Neste artigo, você conhecerá um pouco mais sobre os diferentes tipos de margaridas.

Então venha conosco e boa leitura.

Características das Margaridas

Apesar de ser popularmente considerada uma flor, a margarida na verdade é uma inflorescência, ou seja, cada pétala individualmente já é uma flor. Além das pétalas, o disco (frequentemente amarelado) também é uma flor.

Todo o diâmetro da inflorescência corresponde a uma área que pode ser de 2,5 centímetro ou mais de 10 centímetros, dependendo da espécie. As flores marginais ou pétalas são lisas e correspondem ao órgão sexual feminino, ao passo que no disco central estão concentradas pequeninas flores hermafroditas. O conjunto total desta inflorescência recebe o nome de capítulo.

Em relação à planta como um todo, ela é herbácea e perene, com um ciclo de vida de duração superior a um ano. A altura pode ser de 61 a 91 centímetros. Há o desenvolvimento de longas hastes, sobre as quais as inflorescências se manifestam.

Plantio de Margaridas

A modalidade de plantio da margarida pode ser através da propagação de sementes ou da divisão de touceiras. Em campos de margaridas, a divisão de touceiras pode ser realizada a cada 3 anos. Neste processo é importante desprezar algumas estruturas da planta que estejam envelhecidas e desgastadas, assim como plantar as ramificações que já possuam raízes.

O solo precisa ser rico em matéria orgânica e do tipo arenoso-argiloso. As margaridas necessitam de radiação solar para o seu amplo desenvolvimento.

Hábitat e Distribuição Geográfica das Margaridas

As margaridas possuem ampla distribuição e podem ser encontradas em áreas temperadas, tropicais e subtropicais.

Diferentes Tipos de Margaridas: Espécies Ornamentais

Espécies de margaridas ornamentais possuem portes variados e são frequentemente empregadas em projetos de decoração e paisagismo de canteiros e jardineiras.

Nesta classificação, está presente a Verdélia (nome científico Sphagneticola trilobata), espécie de pequeno porte que pode substituir gramados ou áreas de pisoteio.

Outras espécies incluem a cinerária ( nome científico Senesio douglasii), a rainha-margarida (nome científico Callistephus chinensis), o agerato (nome científico Ageratum), a tajetes (nome científico Tajetes patula), a gazânia (nome científico Gazania rigens), o laços-espanhóis (Gaillardia x grandiflora Van Houtte) e as pequenas margaridas brancas, cujo nome científico é Chrysanthemum anethifolium, muito empregadas para decoração de vasos e piscinas em projetos de veraneio.

A espécie tajetes, além da função ornamental, também pode ser empregada como repelente para insetos e nematoides. Essa característica deve-se à presença de uma substância denominada piretro, com baixo potencial tóxico para humanos, no entanto com fator de letalidade para os insetos. Por essa razão, é utilizada na fabrição de inseticidas.

Em relação às espécies de maior porte, há a trepadeira hera-do-cabo ( nome científico Senecio macroglossus).

Diferentes Tipos de Margaridas: Espécies Medicinais

Espécies medicinais podem ser colhidas e secadas para a comercialização ou cultivadas exclusivamente para emprego na fabricação de medicamentos homeopáticos por laboratórios especializados.

Nesta classificação estão inclusas espécies como a Calêndula (nome científico Calendula officinalis), a camomila (nome científico Chamomila recutita) e a Aquileia (nome científico Achileia millefolium), também conhecida como mil-folhas.

A calêndula possui propriedades antissépticas, bactericidas e anti-inflamatórias, é amplamente utilizada nos problemas de pele e dores em geral. O seu uso remete às civilizações antigas de Roma, Grécia, Arábia e Índia.

As propriedades anti-inflamatórias estão concentradas nas pétalas e pólen da calêndula, em decorrência da presença de ésteres triterpenoides; o poder antioxidante fica a cargo dos carotenoides auroxantina e flavoxantina. No caule e nas folhas, os antioxidantes encontrados são a luteína, o betacaroteno e a zeaxantina.

Em 2009, o Ministério da Saúde reconheceu as propriedades medicinais da calêndula.

Por sua vez, a camomila é empregada na terapêutica alternativa a problemas de insônia, rinite alérgica, inflamações, hemorroidas, distúrbios intestinais, reumatismo e dismenorreia (dores menstruais). O óleo essencial de camomila é um excelente fungicida e bactericida.

No caso da Aquiléia, esta planta pode ser comprada em farmácias de manipulação com a apresentação da receita médica. Sua funcionalidade está relacionada ao tratamento da pele oleosa, calvície, queda de cabelo, estomatite e inflamação nas gengivas. Possui ação anti-inflamatória, adstringente e antimicrobiana, no entanto o seu uso é apenas externo, logo não deve haver consumo desta planta na forma de chá.

Diferentes Tipos de Margaridas: Espécies Empregadas na Culinária

A maioria das espécies da família Asteracea empregadas na culinária não possui floração manifestada, tal como é o caso da alface (nome científico Lactuva sativus), a chicória-lisa ou escarola (nome científico Cichorium endivia latifolium) e a endívia (nome científico Cichorium endivia).

Endívia é uma outra nomenclatura para designar a chicória comum, apresentando folhas levemente crocantes e amargas, dispostas em sobreposição tal como no repolho, porém estruturalmente fina e comprida, tal como ocorre na espiga de milho.

No entanto, no caso da alcachofra (nome científico Cynara scolymus), há o consumo da própria flor. A alcachofra também possui amplas propriedades medicinais, podendo combater a anemia, emagrecer, reduzir o colesterol, e os níveis de açúcar no sangue.

Alcachofra
Alcachofra

Outras propriedades incluem a prevenção de doenças cardíacas, febre, pneumonia, problemas urinários, dentre outros quadros.

*

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os diferentes tipos de margaridas, continue conosco e visite também outros artigos do site.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

Britannica Escola. Margarida. Disponível em: < https://escola.britannica.com.br/levels/fundamental/article/margarida/481101>;

Faz Fácil Plantas & Jardim. Margaridas- Um nome popular para diferentes fores. Disponível em: < https://www.fazfacil.com.br/jardim/margaridas-diferentes-flores/>;

Green Me. Margarida, a flor do amor ! Descubra a lenda e o real significado. Disponível em: < https://www.greenme.com.br/significados/5880-margarida-lenda-significado>;

Tua Saúde. Aquileia. Disponível em: < https://www.tuasaude.com/aquilea/>;

Wikipédia. Calendula officinalis. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Calendula_officinalis>;

ZANIN, T. Tua saúde. Para que Serve a Alcachofra. Disponível em: < https://www.tuasaude.com/alcachofra/>.

Veja também

Arroz Tem Glúten ou Não? É Bom Para Emagrecer?

Uma pessoa pode ter um estilo de vida sem glúten porque tem doença celíaca, alergia …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *