Home / Plantas / Como Fazer Uma Plantação de Amendoeiras?

Como Fazer Uma Plantação de Amendoeiras?

O aumento da expectativa de vida tem como um de seus reflexos, o fato que as pessoas têm se empenhado mais no trato com a saúde: seja na preocupação com o check-up rotineiro ou na manutenção da saúde com ações mais saudáveis no dia a dia. E uma dessas ações incluem o hábito de uma alimentação mais saudável, como a ingestão de sementes oleaginosas. Uma das mais requisitadas é a amêndoa, fruto da Amendoeira. Neste artigo, iremos descobrir mais sobre este vegetal, plantar e fazer uma plantação de sua árvore.

Características da Amendoeira

A árvore da Amendoeira, conhecida cientificamente por Prunus dulcis, é parte da família das Rosáceas (Rosaceae) que tem como integrantes arbustos e árvores como as roseiras, as laranjeiras, as macieiras e as ameixeiras. Fazem parte do subgênero Amygdalus, que está dentro do gênero Prunus. O pessegueiro é seu parente mais próximo. 

É considerada uma árvore de porte médio, atingindo cerca de 6 a 10 m de altura. É bastante ramificada, o que faz de sua copa larga e horizontalizada. Seu tronco é reto, com textura áspera de cor marrom escuro (chegando a 1,5 m de diâmetro). Suas folhas têm a aparência envernizada, em formato oblongado e coloração verde-escura (eventualmente mudam para vermelho no outono).

Amendoeira
Amendoeira

Suas flores são formadas por 5 ou 6 pétalas, de coloração branca quando maduras (antes de abrir, suas pétalas têm o tom rosado). Quando ocorre a frutificação da amendoeira, aparecem frutos em formato oval, de cor esverdeada, onde em seu interior, levam suas sementes, conhecidas como amêndoas (sendo estas a única parte a ser consumida).

Originária da África e da Mesopotâmia, foi trazida para o Brasil pelos europeus, onde costuma ser cultivada nos estado do Rio Grande do Sul e nas regiões mais altas do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina.

Plantação de Amendoeira

Por terem sua origem em regiões de clima quente e árido, não se dão bem com o frio extremo, sendo a melhor é época para seu plantio, entre a primavera e o verão. Existem duas maneiras de se plantar a amendoeira: por semente ou por muda. Caso queira que as amêndoas sejam comestíveis, é preciso que a origem da semente ou muda seja de uma amendoeira que produza a semente deste tipo.

Plantação de Amendoeira
Plantação de Amendoeira

O local de plantio da amendoeira deve ser constantemente exposto ao sol, pois é uma planta que gosta de bastante luminosidade para se desenvolver. O solo deve ser bem drenado, porque suas raízes não se dão bem com água em excesso. Para introduzir a muda ao solo, deve-se fazer um pequeno “montinho” com a terra, para que as raízes possam crescer sem ruídos. 

Deve-se manter uma distância de 4 a 6 metros de distância de uma muda e outra. Depois que a muda estiver plantada, imediatamente realize a rega. Deve ser feita em abundância, com cerca de 5 litros de água.

Cultivando a Amendoeira

As regas de cultivo devem ser feitas uma vez por semana, sendo possível também, utilizar o sistema de irrigação por gotejamento com uma garrafa PET (caso seja uma plantação de grande porte).

Fertilização

A amendoeira deve ser fertilizada durante a primavera, que é a estação fértil desse vegetal. O ideal é que, por ser uma planta que frutifica e florifica, sejam utilizados fertilizantes com macronutrientes, pois suas funções têm grande importância para o desenvolvimento deste estilo de planta. 

Após a amendoeira estar mais madura, pode ser feita a fertilização, aplicando somente ureia e esterco. É importante que junto aos fertilizantes, seja feita a rega para que a planta não queime com os produtos químicos.

Poda e Colheita

É desejável que a poda da árvore de amêndoa seja realizada no período em que seus ramos estão em estado de dormência – que ocorre entre o final do outono e o princípio do inverno. Os galhos podres e mortos devem ter preferência ao serem retirados. Este ato fomenta a crescimento sadio da amendoeira e o fortalecimento de sua resistência.

Poda de Amendoeira
Poda de Amendoeira

A amendoeira demora a ter sua primeira frutificação – apesar de que floresce após um ano de germinar. Esta planta varia de 5 a 12 anos, até obter seu alto potencial de frutificação, o que depende muito da forma como esta será cultivada. 

Para uma frutificação eficaz, é preciso estimular a polinização: tenha outras categorias de flores em volta de sua amendoeira, para que polinizadores naturais (como abelhas e borboletas) semear o pólen em suas flores. É possível também, incitar a reprodução (causando a frutificação) “esfregando” um galho florido em outros, para espalhar o pólen.

Após o ressecamento de seu fruto – que ocorre entre os meses de janeiro a abril no Brasil -, balance a árvore para que estes caiam. Com o fruto ressecado, a tendência é que ele abra, para que a semente da amêndoa fique exposta. É desejável que ao término da colheita, o cuidador faça a triagem das amêndoas sãs e as congele para matar alguma praga existente.

Benefícios da Amêndoa

A  amêndoa, a semente do fruto da amendoeira, é revestida por uma dura carcaça (como uma castanha) de coloração marrom-claro; seu interior é claro e com o aspecto duro, porém apresenta uma textura oleaginosa. Por sua característica, é utilizada para diversos fins de teor medicinal e culinário.

A semente da amendoeira, por ter gordura e fibras, é um alimento com alto potencial energético. No caso, suas gorduras são consideradas monoinsaturadas – o que resulta em algo benéfico para o corpo-, auxiliando no emagrecimento. Apesar de ser gorduroso – o que levaria mais tempo para digerir – é preciso mastigar bastante por causa das fibras. Isso faz com que o volume da castanha mastigada aumente no estômago, levando a saciação.

Por ser uma semente rica em ácidos graxos, ômega 3, cálcio, magnésio, sais minerais e vitaminas; previne diversas doenças como:

  • diabetes;
  • obesidade;
  • colesterol alto;
  • cãibras;
  • contrações precipitadas na gravidez;
  • retenção hídrica;
  • dispepsia;
  • prisão de ventre;
  • pressão alta;
  • osteoporose;
  • inflamações diversas;
  • envelhecimento;
  • problemas cardiovasculares;
  • câncer

Para um efeito satisfatório, profissionais da saúde indicam que as amêndoas devem ser consumidas em um período regular (em conjunto a outras oleaginosas e demais alimentos saudáveis). É possível utilizar a amêndoa como um substituto ao leite de vaca, ao bater sua forma crua com água no liquidificador.

Além de ser consumida crua, também pode ser incluída em várias receitas, tanto para alimentos salgados quanto para doces. Dentre eles: doces como em mousses, brigadeiros, tortas, bolos e pães; em pratos como o cuscuz marroquino, o frango xadrez, no arroz e em demais saladas. Neste caso, a imaginação e criatividade não tem limites.

Veja também

Forma de Matar o Bambu

Como Acabar Com Uma Moita de Bambu?

O bambu tem uma aparência muito bonita, e pode até ser usado no paisagismo. Porém, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *