Home / Plantas / Como Fazer um Vaso de Vidro com Suculentas?

Como Fazer um Vaso de Vidro com Suculentas?

O arranjo vegetal, composto do vaso de vidro com suculentas, é chamado, no mundo da floricultura, de terrário.  Os terrários são fáceis de criar, de baixa manutenção e oferecem excelente estética para o lar.

Terrários são como mini-ecossistemas. E apesar de criarem uma maneira incrivelmente fácil e de baixa manutenção de injetar vegetação em seu espaço, eles dependem de algumas coisas importantes para prosperar, e não apenas sobreviver.

Como Fazer um Vaso de Vidro com Suculentas?

Você precisa adquirir alguns itens para a construção de um terrário:

  • – Um vaso de vidro com uma abertura larga;
  • – Carvão ativado para horticultura;
  • – Solo adequado para cactos ou plantas de interior;
  • – Uma faca fina e pequena, com punho;
  • – Várias mini mudas de suculentas ou plantas de interior;
  • – Frasco de spray de névoa fina;
  • – Pedras decorativas, areia ou estatuetas;
  • – Pinças.

Montagem do Terrário

Crie a primeira camada despejando areia e pedras decorativas em seu recipiente. Uma boa drenagem é essencial para o sucesso; portanto, preencha não mais que um terço;

Cubra esta primeira camada com carvão. Crie uma fina camada de carvão de no máximo um centimetro. Esse carvão vai  estar na base para absorver o excesso de água ao molhar sua planta, pois não haverá drenagem no vaso de vidro;

Comece a adicionar o solo ao seu recipiente. Seja mais generoso com esta camada do que a primeira, pois sua planta precisa de matéria suficiente para crescer – algumas plantas realmente cultivam extensos sistemas de raízes. Dê um tapinha com os dedos;

Usando sua faquinha ou seu dedo, crie recortes no solo onde você deseja que suas plantas se estabeleçam;

Retire suavemente as plantas dos vasos e solte suavemente o sistema radicular.Coloque suas plantas, nos recortes.   Se as plantas e o recipiente são muito pequenos, as pinças o ajudarão a posicionar todos os elementos. Use a extremidade oposta de sua faquinha (punho) para esmagar o solo ao redor da base de suas plantas;

Distribua uma camada final de pedras decorativas ou areia e adicione algumas figuras legais para criar uma atmosfera paisagística;

Encontre um local protegido e bem iluminado dentro de sua casa. Dê ao terrário um copo de água no solo para mantê-lo um pouco hidratado após a montagem.

Como Escolher Uma Suculenta Para Seu Terrário

Primeiro, você deve garantir que cada planta tenha espaço suficiente para expandir e formar raízes. Você quer que suas plantas cresçam com o tempo, portanto, não encha seu vaso com suculentas ou samambaias em tamanho real desde o início.

Você também deve considerar plantas conhecidas por serem amigas. Suculentas e cactos são perfeitos juntos, pois exigem muito sol e pouca rega, enquanto as variedades de plantas de interior preferem mais líquido e sombra; escolha de acordo e seu terrário florescerá. O aloe vera é ótimo, pois é super resistente!

Suculenta Para Seu Terrário
Suculenta Para Seu Terrário

Algumas sugestões incluem:

A Planta da Amizade (Pilea involucrata) – cresce até 30 cm de altura e possui folhas distintas com crateras profundas. Uma boa opção para terrários, porque as plantas da amizade preferem solo úmido e sombra total ao sol parcial;

Pilea Involucrata
Pilea Involucrata

Samambaia Hilli (Nephrolepis exaltata) – Essas samambaias desfrutam da mistura úmida para vasos e da alta umidade encontrada dentro de um terrário. Suas folhas brilhantes brilham por trás do vidro, criando textura e interesse visual.

Nephrolepis Exaltata
Nephrolepis Exaltata

Peperomia  (Peperômia Caperata) – apresenta folhas variegadas verdes e prateadas, parecendo pele de melancia. Esta planta desfruta de condições úmidas e cresce até 20 cm de altura, tornando-a ideal para a vida em terrários.

Peperômia Caperata
Peperômia Caperata

O cacto estrela do mar (Stapelia hirsuta) prefere a umidade (apesar de ser chamado de cacto) e possui folhas impressionantes em forma de cinta que mudam de cor dependendo da luz. Sua natureza de crescimento lento também o torna adequado para um terrário.

Stapelia Hirsuta
Stapelia Hirsuta

O tinhorão (Caladium bicolor) é uma planta tropical com folhas lindamente estampadas em branco, bordô e verde. Ela vive sob o ar úmido e quente de um terrário e só atingirá 30 cm quando estiver madura.

Caladium Bicolor
Caladium Bicolor

A lágrima de bebe (Soleirolia soleirolii) – Esta planta possui delicadas folhas arredondadas e adora alta umidade e pouca luz. Use sua natureza de carpete de baixo crescimento como uma boa base para outras plantas em seu terrário. Uma planta de lágrimas de bebê permanecerá pequena – apenas 20 cm de altura – facilitando a instalação em qualquer terrário.

Soleirolia Soleirolii
Soleirolia Soleirolii

Embora  o clubmoss dourado (Lycopodiopsida) atinja apenas 15 cm de altura – ele gosta de se espalhar, por isso é importante mantê-lo aparado dentro de um terrário. A folhagem verde clara fornece um pop brilhante de cores em meio a plantas de cores mais escuras.

Lycopodiopsida
Lycopodiopsida

Spiderwort (Tradescantia) tem hastes longas com folhas parecidas com pás. Era uma vez, uma erva-aranha durou 53 anos no mesmo frasco. Dado isso, eu diria que a evidência de que o spiderwort se sai bem em terrários de garrafa é forte a muito forte.

Tradescantia
Tradescantia

Como Cuidar do Seu Terrário

As suculentas prosperam em condições de baixa umidade, então encontre um lugar onde possam desfrutar de muita luz indireta, como perto de uma janela. Se a claridade for muito pouca, suas plantas se esticarão ou se tornarão finas e alongadas.

Terrários de suculentas precisam de circulação de ar decente, portanto, evite vasos com pequenas aberturas.

As mini plantas de interior terão melhor desempenho em locais com luz mais indireta, pois isso os ajuda a reter a umidade e a evitar secar muito rapidamente. Essas variedades também se saem melhor em recipientes com aberturas menores, e você pode até colocá-las para que se tornem um terrário auto-sustentável.

Terrário
Terrário

As suculentas são sensíveis à mudança de temperatura – muitas irão realmente florescer em um período fresco e seco.  Durante a fase de crescimento, regue apenas quando o solo ficar seco.  Durante o período de dormência, regue com moderação. Use uma fórmula leve e suave uma vez por mês para fertilizar. Verifique o nível de umidade do solo com o dedo regularmente.  Nunca use limpador de vidro químico no interior do terrário – isso pode deixar sua planta doente.

 Erros Comuns no Cuidado de Terrários

Enquanto uma planta de terrário é uma opção de baixa manutenção para os fungos e parasitas, existem alguns erros frequentemente cometidos, e isso pode levar a um aglomerado de plantas com folhas marrom e enrugadas. Como prevenir:

Plantas de interior têm necessidades diferentes de nutrientes, sol e água das plantas suculentas. Muitos  terrários sofisticados, paisagísticos, semelhantes a  mini-florestas tropicais que também apresentam suculentas para decoração, dentro de poucas semanas apresentam   plantas  mortas e o proprietário fica se perguntando o que eles fizeram de errado. Pouca luz solar e muita água e umidade são os prováveis ​​culpados.

Lembre-se, o vidro de um terrário irá irradiar e amplificar os raios do sol em suas pequenas plantas. As plantas precisam de luz, mas você ficaria surpreso com a reação do cacto ao cozimento. Também não os coloque perto de um aquecedor. Certifique-se de obter luz e sombra em quantidades moderadas.

Veja também

Briófitas Verdes

Por que As Briófitas Vivem Em Lugares Úmidos?

Briófitas! Quem não conhece o musgo, o espesso tapete verde que cresce na superfície, visto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *