Home / Plantas / Como Fazer um Projeto de Orquidário Rústico

Como Fazer um Projeto de Orquidário Rústico

Já imaginou ter seu próprio jardim cheio de plantas lindas e bem cuidadas? Esse sonho vem sido um desejo cada vez maior entre as pessoas e uma recomendação de muitos psicólogos. Isso porque o ato do paisagismo, ou simplesmente jardinagem, é uma ótima forma de desestressar e ficar mais tranquilo. Além de ajudar com diversas outras doenças psicológicas.

Uma das plantas que mais vem sido escolhida para esse método é a orquídea. Com uma boa variedade, deixando que a pessoa escolha a que mais tem a ver com seu estilo, e de fácil cultivo, ela vem aparecendo muito mais. Ao começar a plantar uma orquídea, é raro a pessoa parar depois. Vai aumentando a quantidade de espécies e quando vê, já está cheia de flores no quintal.

E então, chega o momento em que mais do que somente ter as flores plantadas, é interessante ter toda uma estrutura para elas. E é para isso que serve o orquidário. Essa estrutura é criada especialmente para o cultivo de orquídeas, independente da espécie, e é muito fácil de ter um! No post de hoje iremos ensinar como fazer um projeto de orquidário rústico, que fique perfeito para sua casa e quintal.

Como Fazer um Projeto de Orquidário Rústico

Depois de começar o cultivo de suas orquídeas, independente da espécie, é comum que você acabe se apaixonando e aumentando sua coleção. Principalmente para quem tem um bom tamanho de quintal, cultivar orquídeas é um ótimo passatempo. E nada melhor do que simplesmente criar toda uma estrutura de um orquidário para suas flores.

Para fazer isso, é preciso antes de tudo analisar certos pontos. O primeiro de todos é se você realmente será capaz de cuidar de um orquidário, já que esse requirirá tempo e dedicação, principalmente pela quantidade de flores que estarão dispostas. Se a sua resposta for sim, e você ainda quiser realizar o projeto, é então preciso olhar o lado mais técnico da coisa.

Primeiramente, o ambiente. Escolher o local ideal é muito importante, principalmente em relação das orquídeas. Cada espécie de orquídea vai ter especificações diferentes, logo, não adianta fazer um orquidário em um local que receba muita luz direta do sol, quando suas espécies odeiam isso. O melhor é escolher locais que recebam luz somente no período matinal, que é mais fresco e o melhor horário para essas flores.

Depois disso, é preciso levar em consideração qual será o tamanho do orquidário. Para ter uma base, um local que tenha 5 metros, pode ser plantada e cultivada em torno de 200 orquídeas. Por isso, não tema que um espaço pequeno não te dará muita possibilidade. Outro porém entra nesse momento, a maioria das espécies de orquídeas não podem ser deixadas a céu aberto o dia todo. Por isso, é preciso que seja construído uma cobertura.

Algumas podem ser compradas diretamente em lojas específicas de floricultura, e recebem o nome de sombrite. Mas, utilizar ripas de madeira e até bambus também é uma ótima ideia. Especialmente para quem quer um orquidário mais rústico, a madeira fará esse papel de forma perfeita. Uma dica é que em locais onde há muito vento, você colocar lonas transparentes para que consiga cortar o vento, mas sem perder a luz solar.

Para as estruturas onde as orquídeas ficarão, você pode sempre inovar. Ter um orquidário rústico é preciso um pouco de inspiração e criatividade. Utilizar de madeiras com coloração mais escura, utilizar pedras também é uma boa. Você pode colocar bancadas, tábuas, postes e algumas estruturas mais altas, presas por ganhos ou correntes. É a sua criatividade que dirá sobre o projeto.

Alguns exemplos de orquídeas que você pode utilizar e que se adaptam melhor a cada região do Brasil:

  • Região Sul – Aspásia (Aspasia lunata)
Aspasia Lunata
Aspasia Lunata
  • Região Centro Oeste: Encíclia (Encyclia)
Encyclia
Encyclia
  • Região Sudeste: Cimbídium (Cymbidium)
Cymbidium
Cymbidium
  • Região Nordeste: Cirtopódium (Cyrtopodium)
Cyrtopodium
Cyrtopodium
  • Região Norte: Cocheleantes (Cochleanthes amazonica)
Cochleanthes Amazonica
Cochleanthes Amazonica
  • Todo o Brasil: Catleia (Cattleya), Chuva de ouro (Oncidium) e Falenópsis (Phalaenopsis)
Cattleya
Cattleya
Oncidium
Oncidium
Phalaenopsis
Phalaenopsis

Dicas de Como Cuidar de seu Orquidário

Depois de definir toda a estrutura e fazer todo o projeto de seu orquidário rústico, é necessário então começar os cuidados. Afinal, não é tão simples manter uma quantidade tão grande de orquídeas. Atente-se em realizar as regas, adubações e outros cuidados de acordo com o que aquela espécie de orquídea precisa. Algumas será preciso realizar regas duas vezes por semana, enquanto que outras uma vez é suficiente.

Lembre sempre de prestar bastante atenção quando for levar uma nova planta para o seu orquidário, tenha certeza que não existem fungos ou doenças que possam contaminar as outras orquídeas. Caso um dia você descubra doenças em uma de suas plantas, coloque-a em um local mais baixo e afastado das outras. Isso vai evitar que a doença seja transmitida para as suas outras orquídeas.

Fotos de Projetos de Orquidários Rústicos

Se você decidiu que realmente quer fazer um orquidário rústico em seu quintal, não perca tempo e já comece o projeto. Com as dicas que demos você já pode ter uma noção de como começar e realizar. A seguir, separamos algumas fotos de projetos para você se inspirar e colocar em prática sua criatividade na hora de criar o seu próprio.

Esperamos que o post tenha te ajudado e te inspirado a começar seu próprio projeto de orquidário rústico. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre orquídeas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Arroz Branco Tem Fibras? Qual o Melhor Tipo de Arroz?

O consumo de fibras está associado à saúde digestiva e funções corporais que preferimos não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *