Home / Plantas / Como Fazer Estaquia de Magnólia

Como Fazer Estaquia de Magnólia

No post de hoje iremos falar sobre uma das plantas mais estudadas pelos cientistas botânicos e bem amadas pela população mundial: as magnólias. Falaremos sobre suas características gerais e mostraremos como fazer estaquia de magnólia. Continue lendo para aprender mais sobre.

Características Gerais da Magnólia

A Magnólia é um gênero de plantas que fazem parte da ordem Magnoliales. Essas espécies da ordem Magnoliales são em grande maioria arbóreas, e conhecidas todas por somente magnólia. Em sua circunscrição taxonômica, o gênero foi aumentado para conseguir incluir outras espécies que estavam dispersas na antiga subfamília Magnolioideae. Hoje, há um único gênero com 297 espécies. Essas plantas são encontradas especialmente em regiões subtropicais e tropicais.

Mais especificamente são vistas no leste e sudeste da Ásia, incluindo a Malásia, e também pelas Américas. A maioria serve como árvore ornamental, e algumas também podem ser vista em áreas temperadas. O nome Magnolia veio em homenagem ao botânico Pierre Magnol. A primeira espécie desse gênero foi encontrada no ano de 1680, pelos missionários na América do Norte. No século 18 foi descrita oficialmente, a partir de amostras dos Estados Unidos, a espécie Magnolia grandiflora, que é atualmente a espécie mais conhecida no mundo todo.

Essas árvores, arbustos, ou simplesmente arvoretas semidecíduas ou decíduas, são muito usadas em jardins, e possuem muitas flores de coloração branca, rosa ou amarela. Essas flores são grandes e bem perfumadas, ideais para qualquer local. Essas flores tem um formato de uma tulipa, bem fechadas, e de pétalas bem densas. Quando levamos em consideração a ciência botânica, essa tem um grande interesse pelas magnólias. Isso porque elas apresentam estruturas reprodutivas e anatômicas que são primitivas em relação as outras flores existentes. Elas são inclusive semelhantes as gimnospermas primitivas. Os fósseis mais antigos das angiospermas apresentam flores parecidas com as das magnólias. Alguns estudos sugerem até mesmo que elas são as primeiras flores que surgiram no nosso planeta, apesar de não ter sido comprovado.

Em Algarve, Portugal, é possível encontrar a maior magnólia. Em relação as suas folhas, elas são bem duras, chamadas de caducas ou persistentes. Seu formato é oval, com bordas onduladas e tem um tamanho grande. Seu caule é bastante ramificado e lenhoso, iniciando bem próximo do chão. A copa da árvore é em forma arredondada, e tem um crescimento bem lento, com a altura chegando a no máximo 25 metros depois de muitos anos. A floração dessa árvore ocorre no final do inverno, apesar de também poder aparecer em outros períodos do ano, mas em uma quantidade inferior.

Como Fazer Estaquia de Magnólia?

Para a propagação da Magnólia, é preciso realizar a estaquia de ramos. Ela deve ser feita durante a primavera sempre. Para isso, o podão deve ser limpo com álcool ou fogo. Os ramos escolhidos para isso devem estar livres de inseto e saudáveis. Corte um pedaço com no máximo 0,25 metros de comprimento da porção terminal, também conhecida como ponteiro. Retire as folhas da base, deixando somente algumas na ponta.

Colete as estacas sempre pela manhã e coloque-as na água para evitar a desidratação por evaporação. Pode-se usar também a solução hormonal, chamada de enraizador. Quando colocar, deixe por mais ou menos de 5 a 20 minutos em geral.

Dicas e Cuidados Com a Sua Magnólia

  • O ideal é que elas sejam plantadas em ambientes temperados, mas conseguem se adaptar a climas semelhantes. Entretanto, nunca deve ser plantada em climas extremos, seja de frio ou de calor, pois isso dificulta e muito seu florescimento.
  • Existe gráficos e muitas informações em relação a robustez delas. Isso também ajuda a relacionar a espécie com o clima perfeito. Algumas crescem demasiadamente, já outras não costumam passar de 2 metros. A questão do espaço é importante também na hora da escolha da espécie a ser levada e plantada.
  • Elas são plantas que precisam de muito acesso à luz solar, por isso, procure por ambientes que a maior parte do dia tenha luz direta do sol, mas que em outras fique em meia sombra. Quando se mora em um lugar muito seco, talvez seja uma opção mais viável coloca-la em um lugar sombreado, para que haja uma maior retenção de umidade na planta. A luz solar direta deve ser evitada nos momentos mais quentes do dia, para evitar possíveis queimaduras. O local também deve ter espaço suficiente para aumentar tanto verticalmente, quanto lateralmente. Evitar estruturas no chão, assim como telhados e fiações é muito importante.

  • O solo deve ser bem fértil, elas preferem majoritariamente solos mais ácidos, e que tenha bastante humo e umidade. O máximo que elas aguentam de pH é 7, abaixo disso não suportam, que são os solos calcários. O substrato ideal para as magnólias é a mistura de estrume com a terra. Algumas espécies não precisam de mais quase nenhum cuidado, o que é muito bom para quem não tem tempo sobrando para lidar com jardinagem.
  • Em relação a poda, ela deve ser feita após o fim da primeira floração, e depois em diante na mesma época. Dessa forma, a planta consegue se fortalecer. Outro período que você também pode realizar a poda é durante a juventude dela, que é possível molda-la da forma que você preferir, mas sem que ela sofra com isso no futuro. É importante manter a magnólia livre de folhas e galhos secos, para que assim ela consiga se desenvolver de forma mais saudável, e consequentemente tendo flores mais bonitas e perfumadas.
  • Não se deve jamais encharcar a terra, pois isso pode apodrecer a raiz. A rega, ainda assim, deve ser constante, evitando que o solo fique completamente ressecado.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender e aprender um pouco mais sobre a magnólia e como fazer estaquia dela. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre magnólias e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Abacate: Sugestões e Diferentes Formas de Consumir

Posso comer abacate batido? Esse é um grande questionamento, que envolve a maneira de comer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *