Home / Plantas / Como Evitar O Processo De Lixiviação? O Que É E Como Funciona

Como Evitar O Processo De Lixiviação? O Que É E Como Funciona

O processo de lixiviação é muito conhecido por pessoas que precisam de forma recorrente trabalhar com o solo.

Os profissionais normalmente são os produtores agrícolas, pessoas que possuem como hobbies cuidar e plantar diversos tipos de vegetais e plantas, entre outros.

No entanto, esse processo pode causar diversas consequências e atrapalhar o período de trabalho dessas pessoas.

Por isso, iremos entender como o processo de lixiviação acontece, o que é e como funciona, e principalmente como evitar.

Não se preocupe! Caso você não tenha a menor ideia do que se trata, iremos também entender primeiro como que ocorre alguns fatores importantes antes de chegar no tema principal.

O que é

A lixiviação é considerada uma parte do processo que conhecemos como erosivo. Isso significa que ela é responsável pela lavagem da camada mais superficial do solo, ou seja, a parte que conseguimos enxergar, pegar ou pisar.

O que acontece exatamente é que a água que escoa da camada superior de todos os solos faz uma lavagem no solo. Isso ocorre com maior frequência em locais onde o solo possui pouca ou nenhuma cobertura vegetal que protege de diversas situações, e ao longo do tempo, isso pode gerar um solo muito mais infértil.

Nos locais onde as chuvas são mais frequentes e também mais abundantes, como nos solos das regiões equatoriais e tropicais, a lixiviação ocorre com muito mais frequência.

Com as enxurradas que ocorrem com uma frequência muito alta pela precipitação do local, os materiais que se encontram no solo na parte superficial sofrem uma lavagem muito forte, fazendo com que o solo seja quase que literalmente lavado.

Processo De Lixiviação
Processo De Lixiviação

O empobrecimento do solo ocorre, justamente, porque os materiais que fornecem energia e nutrientes são levados para uma camada mais profunda do solo, que nesse caso, seria o lençol freático.

Em alguns casos, pode ocorrer também um processo que é conhecido como intemperismo, que é a transformação das rochas por uma degradação, que seria física, ou ainda uma decomposição, que seria química.

Nesse caso, o intemperismo é um processo que ocorre normalmente de forma natural e em um tempo maior e mais gradativo. É muito comum que se retire, também, a camada vegetal dos solos, principalmente para atividades ligadas ao setor agrícola.

No entanto, esse tipo de processo intensifica outro processo conhecido como erosão, o que pode acabar provocando uma destruição total do solo, deixando-o inapto e totalmente infértil para qualquer tipo de produção.

Como Funciona

Há casos, ainda, onde o processo de lixiviação é feito de forma totalmente lúcida e com objetivos muito claros: extração de minerais solúveis, como cálcio, nitrogênio, fósforo, entre outros.

Nesse tipo de processo, onde ocorre sem necessariamente a presença de chuvas, o solo recebe alguns líquidos de forma direta, como cinzas, e então uma solução alcalina é feita, e a extração dos minérios é feita.

Assim, o solo tem seus principais nutrientes levados para uma camada mais inferior do solo, fazendo com que haja um empobrecimento, e as plantas e vegetais não conseguem sobreviver nesse novo solo muito mais ácido.

Esse processo é mais comum de ocorrer na natureza, mas também podemos encontrar esse termo sendo usado por profissionais metalúrgicos, químicos, geólogos, entre outros.

Há também uma enorme confusão entre lixiviação e percolação, pois os dois são processos muito parecidos, porém há uma diferença cruel: enquanto o primeiro seve como uma forma de remoção dos solutos encontrados no solo, a percolação é o movimento de forma descendente da água para camadas mais profundas.

Então, é importante que esses dois termos sejam diferenciados com precisão, pois seus objetivos e consequências são totalmente diferentes.

Consequências

As consequências do processo de lixiviação podem ser sentidas de diversas formas, porém o profissional ligado a agricultura, possui perdas e consequências maiores.

Veremos quais são as principais consequências:

  • Quando a lixiviação ocorre, mais materiais são levadas pela água, fazendo com que sobre pouco ou quase nenhum solo para que haja plantação. Dessa forma, as raízes de todas as plantas e vegetais atingem a rocha matriz de forma mais rápida, o que interrompe o crescimento delas.
  • Outra consequência muito sentida é que por o solo ficar com uma camada cada vez menor, o espaço e sua capacidade de armazenar água é reduzido, e as plantas e vegetais começam a sentir de forma mais intensa os efeitos no período principalmente de seca.
  • Em alguns casos, o que pode ocorrer é o inverso. Quando ocorre muita chuva, com a capacidade de armazenamento de água reduzido, solos encharcados são muito comuns de ocorrer, prejudicando todo o trabalho da plantação.
  • Locais com um declive maior, como morros ou montanhas, são propensos a ocorrer o processo de lixiviação.

Como vimos, não são poucas as consequências que esse processo pode causa, certo? Por isso, vamos entender agora como evitar a lixiviação!

Como Evitar O Processo De Lixiviação

Lixiviação
Lixiviação

Uma das principais e mais utilizadas formas para se evitar o processo de lixiviação é a manutenção do solo, de forma que ele sempre esteja coberto por plantas vivas e também tenha culturas, como a palhada.

Dessa forma, o processo de erosão e perda dos nutrientes são evitados, já que torna mais difícil para que a água penetre o solo.

Mesmo que o solo esteja sempre coberto, no entanto, outro fator importante é sempre fazer o que é conhecido como terraceamento da área. Dessa forma, toda aquela água que não conseguir se infiltrar, será totalmente retida e infiltrará no solo, fazendo com que córregos, nascentes e lençol freático sejam abastecidos e forneçam água o ano inteiro.

E para diminuir os prejuízos que a lixiviação pode causar, é nunca gradear ou ainda arar o solo, e sempre fazer uma rotação plurianual das culturas.

Por fim, o que é muito usado por profissionais da área agrícola junto com o da agropecuária, é cultura em forma de pasto.

Entendendo e compreendendo cada um dos prejuízos que a lixiviação pode ocasionar, cuidar melhor do solo e seguir as dicas que profissionais dão, é essencial para que não se torne uma enorme dor de cabeça para a sua plantação!

E você, já teve que lidar com a lixiviação ou implantou métodos de como evitar na sua plantação? Conta nos comentários a sua dica!

Veja também

Como se Faz Saião com Leite? Para que Serve?

O saião (nome científico Kalanchoe brasiliensis) é uma planta medicinal que também pode ser conhecida …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *