Home / Animais / Camaleão Com Dois Chifres De Böhme: Características E Fotos

Camaleão Com Dois Chifres De Böhme: Características E Fotos

Os camaleões são animais muito famosos, misteriosos e costumam ser vistos de forma muito solitária.

Eles pertencem a família que se chama Chamaeleonidae, e são os mais conhecidos entre todos os lagartos.

Sua distribuição se dá principalmente na Ásia, África e também em partes do sul da Europa. Mas, entre todas as 80 espécies existentes, a África possui a maior quantidade desses animais.

A principal diferença entre os camaleões e os lagartos, é que os primeiros possuem habilidades diferentes, como a língua comprida, a capacidade de trocar de cor, por possuir olhos que podem se mover de forma independentes e em 360 graus, e alguns possuem caudas.

De acordo com todos os registros fósseis encontrados, a família dos camaleões passou a existir a cerca de 100 milhões de anos, quando eles se separaram da família Agamidae, que possui répteis escamados.

A palavra camaleão é originária do idioma grego, e seu significado é “leão da terra”, pois algumas espécies possuem cores muito parecidas com a de um leão.

Porém, há algumas espécies que são encontradas em apenas alguns lugares, com características próprias que se diferenciam de outras espécies.

As mais conhecidas são: Chamaeleo calyptratus, Chamaeleo jacksonii, Furcifer pardalis, Rieppeleon brevicaudatus, Rhampholeon spectrum, Rhampholeon temporalis.

Hoje, iremos aprender tudo sobre o Kinyongia boehmei -Kinyongia boehmei, que é mais conhecido também como Camaleão com dois chifres de Böhme.

Sua característica principal, observável através do seu nome, são dois chifres que eles possuem entre os olhos. Vamos conhecer suas características, habita, como vivem e qual o seu estado de conservação.

Características

O camaleão com dois chifres de Böhme possui esse nome em homenagem ao alemão herpetologista chamado Wolfgang Böhme.

Sua classificação científica é a seguinte:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Reptilia
  • Ordem: Squamata
  • Subordem: Iguania
  • Família: Chamaeleonidae
  • Gênero: Kinyongia
  • Espécies: K. boehmei

Esse tipo de camaleão possui, na maioria das vezes, uma cor verde muito clara e viva, com pequenos pontos marrons ou pretos, que fazem parte das suas escamas.

São chamados de camaleão com dois chifres, justamente, porque diferente da maioria das outras espécies de camaleões, o camaleão de Böhme, possui dois grandes chifres em sua cabeça.

Esses chifres possuem uma cor mais escura, normalmente são marrons, e estão localizados exatamente no meio dos seus olhos.

Os olhos são muito redondos, possuem a cor normalmente igual a cor do seu corpo, e os olhos em si, ou seja, a parte da lente, é muito pequena.

Ele também possui caudas que se enrolam, e são usadas principalmente para poderem se pendurar nas árvores, seja para dormir ou para descansar.

Camaleão de Böhme
Camaleão de Böhme

Por possuir uma cor verde clara, são confundidos facilmente com a plantação, o que gera uma proteção contra as eventuais presas.

Não só isso, mas também impede de serem vistos por humanos, quando eles vivem em locais mais povoados.

Alguns camaleões da espécie de Böhme, no entanto, não possuem os chifres, porém em suas cabeças há uma protuberância, o que significa que em alguns casos, os chifres apenas não cresceram.

Habitat

O camaleão com dois chifres de Böhme é encontrado apenas nas grandes altitudes do país Quênia.

As altitudes são entre 1200 até 2000 metros, ou cerca de 3900 até 7200 pés. Com clima variando entre tropical e temperado, durante o dia um calor muito grande é feito, mas à noite, e principalmente em locais mais altos, o frio se instala com grande intensidade também.

Porém, o camaleão com dois chifres de Böhme não é encontrado em todo o território da Quênia, mas apenas nas cordilheiras que são conhecidas como Taita Hills.

Camaleão Com Dois Chifres De Böhme
Camaleão Com Dois Chifres De Böhme

Nessa cordilheira, as florestas são extremamente úmidas, e há cerca de 20 espécies consideradas endêmicas.

Há, nesses locais, muitas montanhas e colinas, e a sua população é composta basicamente por pequenas tribos de índios.

Então, é nesse clima que o camaleão com dois chifres de Böhme vive desde que foi descoberto, e ele não é encontrado em mais nenhuma parte do mundo.

Como Vivem

O modo de reprodução do camaleão com dois chifres de Böhme é conhecido como ovípora, ou seja, sua reprodução se dá a partir da colocação de ovos.

Isso significa que os ovos serão gerados e desenvolvidos a partir dos camaleões de sexo feminino, e os ovos terão seu crescimento acontecendo dentro da mãe.

Em cada gestação, pode ocorrer o desenvolvimento de 30 até 40 ovos. Após a geração, os ovos permanecem no solo, e dura cerca de 8 a 9 meses para que a gestação seja totalmente completa. Para chegar na maturidade sexual, o tempo em médio levado é de um ano, e os camaleões vivem cerca de 4 a 5 anos.

No entanto, os camaleões costumam viver de uma forma muito solitária, e a aproximação deles se dá principalmente na época de reprodução. E os machos quem vão em busca da copulação, saindo de trás das árvores e arbustos da floresta para impressionar as fêmeas.

Filhote de Camaleão de Böhme
Filhote de Camaleão de Böhme

Sua alimentação é composta basicamente por moscas, insetos, mosquitos, gafanhotos, pequenas mariposas e besouros.

Para que esses pequenos e rápidos animais possam ser pegos, os camaleões utilizam suas línguas, que costumam ser muito grandes, ágeis, pegajosas e também elásticas.

Estado de Conservação

Dentre todos os estados de conservação existentes, camaleão com dois chifres de Böhme, se encontra na escola de menor preocupação.

Isso ocorre, principalmente, pois ele vive em locais muito distantes de cidades, e onde populações humanas quase não chegam ou alteram o ambiente.

Outro fator para ele não ter preocupação de extinção, pelo menos por enquanto, é que ele consegue se disfarçar muito bem onde quer que esteja.

Essa facilidade para se camuflar ocorre principalmente por conta de sua cor, e nas florestas há muita plantação verde, o que facilita. Caso estivesse em cidades, também, não é difícil encontrar locais verdes para que a camuflagem seja bem sucedida.

Esses fatores contribuem para uma quantidade grande e significativa de camaleão com dois chifres de Böhme ainda exista. E isso é uma ótima notícia, pois nem todos os animais possuem esse status.

Você já viu ou tinha ouvido falar do camaleão com dois chifres de Böhme? Deixe nos comentários a sua impressão e se você teria vontade de conhecer eles pessoalmente!

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *