Home / Plantas / Como Cultivar Cana de Macaco, Regar, Podar e Tratar Problemas

Como Cultivar Cana de Macaco, Regar, Podar e Tratar Problemas

Vamos falar hoje um pouco sobre a cana de macaco, suas flores são diferenciadas e chamam a atenção, essa planta vai oferecer flores durante todo o ano. Pode ser cultivada de diversas formas, sob cercas, colorindo gramados pelo chão, maciços, colorindo jardins por aí.
Ela é conhecida popularmente por outro nomes como Trapoeraba azul, Gengibre azul, Dicorisandra ou Marianinha. Ela é um arbusto pertencente à família Commelinaceae, nativa da Costa Rica encontrada em capoeiras úmidas, também encontrada na Serra do Mar no Sudeste do nosso país, em outros locais como Norte da Argentina e no Paraguai.
Essa planta é encontrada geralmente sob os troncos das árvores, é muito chamativa por forma cachos floridos de coloração violeta. Ela é exótica e está presente o ano inteiro.

Como Cultivar Cana de Macaco

Saiba que se você quiser cultivar cana de macaco precisa entender algumas coisas, ela é nativa de clima tropical. Portanto ela precisa de sol, um pouco de sombra não faz mal, mas ela precisa de exposição direta ao sol. Ela não gosta de frio, com relação a rega você pode fazer de duas vezes a três vezes na semana.
Com relação ao solo, precisa ser do tipo mais arenoso, divida em partes areia e terra vegetal na proporção 50/50. Caso opte em plantá-las em canteiro é importante saber que ela pode passar dos 1,20m de altura, agora se você fizer o plantio em vasos saiba que ela vai crescer apenas metade do seu potencial.
Se você plantou em vaso, é importante a cada ano mudar ela para um vaso maior, geralmente no início do mês de setembro.

Como citamos no texto não é uma planta que se dá bem no frio, caso você more em lugares em que a temperatura pode chegar a menos de 16º, é melhor escolher outra espécie, pois dessa forma ela não vai desenvolver todo seu potencial e você pode se frustrar.
Utilizando estacas fica fácil multiplicar a planta, nesse caso é uma boa ideia para locais muito sombreados, mas que não são frios.
Uma dica é plantar a cana de macaco em meio a flores amarelas, pois nesse caso elas se destacam e o visual fica muito bonito mesmo.

Podar a Cana de Macaco

Todas as plantas precisam de poda constante para que ela se desenvolva bem, sempre que notas que folhas, flores ou galhos estão murchos pode para revitaliza-la. Além de prevenir o ataque de fungos.

Regar a Cana de Macaco

Geralmente a rega é feita de três em três dias, no período da primavera até o outono pode regar de dois em dois dias. Quando o tempo estiver mais frio, pode oferecer menos água a planta a fim de não encharcar o solo. Verifique sempre tocando o solo para entender melhor a real necessidade.

Como Tratar Problemas Como o Fungo Podridão-Vermelha da Cana

O principal problema é um fungo chamado de podridão vermelha, ele costuma atacar a cana de açúcar, mas também ataca as folhas dessa planta. É muito fácil descobrir que a planta foi atacada, pois suas folhas revelam manchas pretas ou também pardas em baixo relevo que denotam presença do fungo.
Se você perceber que sua planta foi atacada por esse fungo a primeira coisa a se fazer é tirar essas folhas, depois você vai colocar na planta uma calda bordalesa, que é um fungicida natural que você vai poder fazer na sua casa com muita segurança e eficácia. A melhor forma de prevenção é manter o canteiro ou seu vaso sempre limpo e sem folhas já mortas, não deixar que caracóis e lesmas se aproximem. Pois eles nunca vêm sozinhos.

Receita de Fungicida Natural Para Cana de Macaco

Aprenda agora uma receita fácil de calda bordalesa que é um excelente aliado na hora de acabar com os problemas de fungos na cana de macaco.

Calda de Bordalesa

A receita abaixo tem um rendimento de 10 litros, se quiser fazer mais ou menos quantidades basta apenas se atentar a proporção dos ingredientes citados.

Ingredientes:

  • 100g Sulfato de Cobre
  • 1 Pano de Algodão
  • 1l Água Morna
  • 9l Água Normal
  • Cal

Como Preparar:

  • Um dia antes, ou no máximo quatro horas antes de preparar essa calda você precisa dissolver o sulfato de cobre. Para isso você vai adicionar 100g do sulfato de cobre em cima do pano de algodão que separamos, você vai fazer tipo um saco e amarrar a boca bem firme. Depois vai vai colocar dentro de uma bacia ou balde de plástico com 1 litro de água morna.
  • Agora você vai adicionar 100g de cal em uma bacia ou balde que comporte 10 litros. Em cima você vai colocando aos poucos nove litros de água.
  • Hora de misturar tudo, agora você pegar o sulfato de cobre diluído e vai adicionar dentro do recipiente com água e cal, aos poucos e mexendo sem parar.
  • Depois de tudo misturado você precisa verificar se a mistura não ficou muito ácida, a melhor forma de verificar isso é pegando uma faca de aço que esteja completamente limpa e colocar dentro da mistura por três minutos. Observe agora se a faca vai sair suja, tipo com uma cor marrom isso quer dizer que a mistura ficou ácida demais e então você precisa colocar mas cal ainda no balde, se a faca sair limpa é sinal que a mistura está pronta para ser usada.

Veja também

Como se Faz Mastruz com Leite ?

A medicina natural está cada vez mais presente em nosso dia-a-dia. Neste cenário, nomes famosos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *