Home / Plantas / Clúsia Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Planta

Clúsia Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Planta

A clusia (Clusia fluminensis), também conhecida como clusia-fluminense, é uma planta bem resistente e que possui uma enorme capacidade de adaptação. É uma espécie super indicada para ser plantada em regiões com bastante vento. Essa planta pode chegar a uma altura de 6 metros.

Essa planta gosta de solo úmido, mas que não esteja encharcado. E de um solo rico em matéria orgânica.

No post de hoje, nós aprenderemos sobre algumas curiosidades sobre a clusia e fatos interessantes sobre a planta. Continue lendo e descubra tudo aqui.

Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre a Clusia

Confira abaixo algumas curiosidades sobre essa espécie de planta:

  • A clusia pode ser cultivada tanto sob o sol pleno, quanto em meia sombra, pois é uma planta de fácil adaptação. Devido a essa característica, ela é frequentemente usada no paisagismo, em vasos e como cerca viva. O seu cultivo pode se dar o ano todo.
  • Outros nomes dados à clusia são: abano, mangue-da-praia, manga-da-praia, abaneiro e mangue-bravo.
  • As folhas da clusia apresentam um formato de gota, uma tonalidade verde-escura bem intensa, são bem rígidas, e com uma textura encerada. As folhas encontram-se opostas e com pecíolo curto, de forma cruzada, onde cada par de folhas brota no sentido perpendicular quando em comparação com o par anterior.
  • Suas flores são pequenas, na cor branca, e costumam surgir durante a primavera e verão. São unissexuadas, e aparecem nas pontas dos ramos, entre as estações primavera e verão. Em seguida, as plantas irão frutificar e abrem-se os seus frutos, com várias sementes pequenas, e que os pássaros adoram. Não é uma planta perfumada.
  • É importante manter a poda de contenção com uma certa frequência, para que o porte arbustivo da clusia seja mantido.

  • É comum o seu uso em vasos, cercas vivas e em maciços. A clusia é uma ótima planta para regiões litorâneas, locais onde outras espécies de plantas não costumam se adaptar muito bem.
  • A clusia possui o tronco curto e torto, apresentando entre 30 e 40 cm de diâmetro, e látex branco.
  • Os frutos dessa planta apresentam-se em forma de cápsula, e também na cor verde-escuro. E as sementes encontram-se envolvidas por arilo, que há desde o Rio de Janeiro à mata pluvial Atlântica de restinga, na Bahia.
  • A clúsia-fluminensis, como já sugere o seu nome, é uma espécie bem comum no Rio de Janeiro, em especial nas áreas de restingas (em solos salinos e arenosos)
  • É facilmente encontrada próximo à praias, e é também chamada de planta pioneira, pois ela cria um ambiente propício para o desenvolvimento e outras espécies vegetais. A clúsia traz o verde e a sombra para as áreas de pura areia.
  • É uma espécie muito indicada para varandas e jardins com uma boa iluminação.
  • É capaz de forma cercas-vivas e renques muito bem. E também fica linda compondo pequenos maciços em jardins.
  • A clusia também pode ser cultivada em vasos, desde que estes tenham, no mínimo, 60 cm de diâmetro, em tamanhos variados, de acordo com o tamanho da muda a ser cultivada.
  • A reprodução natural da clusia é por meio de sementes, mas também pode ser usada a técnica da alporquia, que consiste em colocar um ramo e uma terra bem preparada, para que a planta possa formar raízes e brotos. Também é possível usar a estaquia, que é uma forma de enraizamento de caules, folhas ou ramos de suculentas.
  • Essa espécie possui raízes aéreas, agressivas, e que se espalham por nichos e buracos à procura de água. Por isso, a recomendação é que ela seja plantada longe das fontes de água e de ralos, seja em jardins ou em vasos.
  • Se for cultivada dentro de casa, com uma iluminação precária, a clusia tende a ter as suas folhas caindo facilmente. E a planta não ficará tão bonita quanto estaria se estivesse sob sol pleno.
  • Como a clusia é uma espécie de planta oriunda das regiões mais quentes, o seu cultivo em regiões frias precisa ser cauteloso. As geadas costumam castigar essa planta, matando pequenas mudas e brotos. Quando o exemplar da planta já é grande, é necessário podar aquelas folhas que ficaram queimadas por causa do frio. Logo em seguida, é recomendado adubar para que, ao chegar a primavera, ela possa florir e se recuperar bem dos danos que as geadas causaram.
  • As plantas suculentas, como é o caso da clusia, devem ser cultivadas em solo bem drenado, para evitar que as suas raízes fiquem muito encharcadas e, consequentemente, mais suscetíveis ao ataque de fungos, que podem acabar matando a planta. Além do mais, a água em excesso pode acabar apodrecendo as raízes. O mesmo acontece com as demais plantas gordinhas. Elas não gostam de muito água e necessitam ser cultivadas em solo bem drenado.
Clúsia em Vasos - Mas não Esqueças das Regas
Clúsia em Vasos – Mas não Esqueças das Regas
  • As regas precisam ser reguladas. Uma rega por semana já é o suficiente.
  • A adubação da clusia deve seguir a mesma regra para a adubação de solos em jardins ou em vasos, que é a cada 4 meses.
  • A clusia é uma planta que aceita poda facilmente. No entanto, o ideal é que ela seja realizada depois do inverno.
  • É fácil deixar essa planta no formato que quiser, devido à rigidez e ao tamanho as folhas, que são bem grandes.
  • Os cuidados com a poda e com a rega não são os únicos que essa planta precisa. A manipulação também é muito importante. Uma vez que essa espécie consegue armazenar um látex bem viscoso, no momento em que partimos um pedaço da folha. E uma substância leitosa que causa manchas na roupa que não sai mais.
  • Na pele também esse líquido pode manchar. Nesse caso, para retirar, é preciso usar bastante água e sabão. Uma observação importante é que o líquido amarelado tem características ácidas, podendo ser causticante.
  • A clusia é uma planta suculenta e também é latescente, ou seja, as suas folhas em formato oval e brilhantes, têm a capacidade de armazenar látex e água. Por isso é que essa planta se adapta bem a solos secos.
  • Dificilmente pega praga, pois possui muito tanino, que se trata de um composto orgânico produzido por algumas espécies de plantas em seus frutos, caules e folhas O tanino também é considerado como um ótimo repelente de outras raízes, além de deixar a planta com o sabor amargo e adstringente.
Características Plantas Clusia
Características Plantas Clusia

Essas são algumas das principais características e fatos interessantes sobre a clusia.

Veja também

Tudo Sobre a Planta Cíclame: Características da Flor e Fotos

Cíclame, também conhecida como cyclamen ou cíclame-da-pérsia, é uma planta que tem origem nos continentes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *