Home / Plantas / Chá de Casca de Caju: Para que Serve? Faz Mal?

Chá de Casca de Caju: Para que Serve? Faz Mal?

O cajueiro (nome científico Anacardium ocidentali) é uma árvore com mais de 10 metros de comprimento, do qual se obtém o caju, pseudofruto de polpa carnosa, porém consistência levemente rígida. O fruto verdadeiro é a castanha, componente que também possui valor comercial, uma vez que a mesma é bastante consumida na forma assada.

Tanto a castanha quanto o caju são riquíssimos em propriedades medicinais, no entanto a partir da casca do vegetal também é possível obter um chá poderosíssimo que auxilia no tratamento alternativo contra diversos males.

Mas afinal, para que serve o chá de casca de caju? Seu consumo pode trazer algum mal?

Venha conosco e descubra.

Boa leitura.

Benefícios do Caju

O pseudofruto do cajueiro possui um forte simbolismo que remete à tropicalidade brasileira, tal como outras frutas, a exemplo do abacaxi e banana.

O caju pode ser consumido in natura, na forma de suco, cozido com molho curry, fermentado em vinagre, ou ainda na forma de molho. Dentre os seus benefícios, encontra-se a enorme concentração de vitamina C, a qual é superior (em até 5 vezes) à concentração da vitamina na laranja.

A vitamina C do caju é imprescindível para fortalecer o sistema imunológico, principalmente através da atuação conjunta com o Zinco, mineral também presente no caju, que auxilia na cicatrização de feridas e no desenvolvimento do bebê, durante a gravidez.

Outros minerais encontrados na fruta são o Ferro, Cálcio e Cobre, os quais contribuem no combate à anemia, fortalecimento dos ossos e saúde para pele/cabelos, respectivamente.

O caju contém flavonoides, isto é, pigmentos com propriedades anti-oxidantes, anti-tumorais, antimicrobianas e antiescleróticas. Substâncias como o licopeno e o betacaroteno auxiliam inclusive na prevenção de alguns tipos de câncer.

Para quem pratica exercícios físicos de resistência, o caju é um ótimo aliado, uma vez que é rico em aminoácidos de cadeia ramificada, os quais contribuem para que a gordura seja utilizada como fonte de energia.

Benefícios da Castanha de Caju

Além do incrível sabor amanteigado, a castanha de caju é rica em minerais como o Zinco, Manganês, Cobre, Fósforo e Magnésio. Contém gorduras boas, carboidratos de alta qualidade e antioxidantes.

Pode ser considerada muito calórica, visto que cada 100 gramas do alimento contém 581 calorias, equivalente a 30,2 gramas de carboidrato; no entanto, consumida com moderação pode inclusive ser uma aliada na perda de peso.

A castanha de caju também é bastante proteica, uma vez que em cada 100 gramas da fruta é possível encontrar 16,8 gramas de proteínas. A concentração de fibras também é considerável, equivalendo a 3,3 gramas.

Entre os antioxidantes, estão os flavonoides, mais precisamente os Proantocianidinas, importantíssimos na função anti-tumoral. Esses antioxidante em parceria com o ácido oleico, também contido na fruta, auxiliam no favorecimento da saúde cardiovascular.

O Magnésio presente na castanha de caju auxilia a manter a pressão arterial sob controle. O mineral Cobre auxilia na saúde dos cabelos e pele, assim como na flexibilidade dos vasos sanguíneos e articulações.

O Magnésio e o Cálcio da fruta, em conjunto são excelentes para garantir uma saúde óssea e dental favorável.

A castanha de caju pode retardar em até 25% o aparecimento de cálculos biliares. Seu consumo regular também auxilia em uma melhor digestão das refeições, assim como na eliminação de toxinas e alívio da retenção de líquidos.

Castanha de Caju

A fruta também é favorável contra os impactos causados pela mudança de humor durante a TPM. Sua concentração de Ferro também previne e protege contra anemia.

O consumo regular de castanha também é favorável à saúde dos olhos, uma vez que a fruta previne contra raios UV, reduzindo as chances de desenvolvimento de degeneração macular.

O Magnésio presente na castanha, em conjunto com o Cálcio, atua no sistema nervoso, bem como na melhora do tônus muscular. Convém lembrar que a falta de Magnésio resulta em quadros como câimbras, enxaquecas, dores, fadiga, assim como espasmos musculares.

Chá de Casca de Caju: Para que Serve?

Outros componentes do cajueiro, a exemplo da casca e das folhas também encerram propriedades medicinais importantes, que podem ser aproveitadas através do consumo na forma de chá, o qual pode ser utilizado para consumo interno (ingestão), bem como uso externo.

Por meio do uso interno do chá, é possível se beneficiar com as suas propriedades diuréticas, bem como de auxílio no controle dos níveis de glicemia. Outras propriedades incluem reparar o sistema imunológico, aliviar quadros de hipertensão arterial, aliviar cólicas, agir como expectorante e até mesmo ser empregado para fins afrodisíacos.

Em relação ao uso externo do chá, este pode ser aplicado diretamente na pele como tratamento para frieiras (por exemplo), ou infecções vaginais. Realizando gargarejos com este chá, é possível tratar quadros de aftas e inflamações na garganta.

Resumidamente, o chá de casca de caju possui propriedades antinflamatórias, analgésicas, cicatrizantes, depurativas, antidiabéticas, tônica, depurativa, vermífuga, diurética, expectorante, adstringente, antisséptica, laxante e hemorrágica.

Chá de Casca de Caju: Faz Mal?

O cajueiro naturalmente contém ácido anacárdico e um óleo cáustico chamado LCC. Em raros casos, ocorre sensibilidade à essas substâncias, manifestando-se através de alergias e dermatites.

Chá de Casca de Caju: Como Preparar?

Para o preparo, basta colocar no fogo 1 litro de água com duas colheres de sopa picada e deixar em fervura por um tempo estimado de 10 minutos.

Após a fervura, este chá deve ser abafado por mais 10 minutos.

Para obter os seus benefícios, a sugestão é que seu consumo seja de 4 xícaras (chá) por dia.

Agora que você já conhece os benefícios que podem ser aproveitados de todas as estruturas do cajueiro, inclusive das suas cascas (matéria-prima para confecção de chás), o convite é para que continue conosco e visite também outros artigos do site.

Aqui há muito material de qualidade sobre botânica, zoologia e ecologia de modo geral.

Até as próximas leituras.

REFERÊNCIAS

ARAÚJO, G. Remédio caseiro. Chá das folhas e casca do cajueiro: Um poderoso cicatrizante! Disponível em: < https://www.remedio-caseiro.com/cha-das-folhas-e-cascas-cajueiro-um-poderoso-cicatrizante/>;

Conquiste sua vida. Caju: 5 benefícios dessa poderosa fruta para a saúde. Disponível em: < https://www.conquistesuavida.com.br/noticia/caju-5-beneficios-dessa-poderosa-fruta-para-a-saude_a1917/1>;

GreenMe. Cajueiro: do nosso Nordeste, uma planta medicinal e alimentar. Disponível em: < https://www.greenme.com.br/usos-beneficios/4116-cajueiro-medicinal-alimentar-planta-do-nordeste>;

Mundo Boa Forma. 13 Benefícios da Castanha de Caju- Para Que Serve e Propriedades. Disponível em: < https://www.mundoboaforma.com.br/13-beneficios-da-castanha-de-caju-para-que-serve-e-propriedades/>.

Veja também

Cogumelo no Forno

Como Consumir Cogumelo Desidratado? Como Secar Cogumelos?

Os cogumelos podem ser encontrados tanto na natureza, como em cultivos particulares que aliás ainda …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *