Home / Plantas / Cacto Mandacaru: Características, Como Cultivar e Fotos

Cacto Mandacaru: Características, Como Cultivar e Fotos

O mandacaru é uma planta que sempre simboliza e lembra o Nordeste do nosso país. Por ser de fácil adaptação em climas quentes pode ser uma excelente alternativa de cultivo no Brasil. O artigo de hoje traz algumas informações importantes sobre o cultivo e as características dessa planta. Convidamos você a conhecer um pouco sobre o cacto mandacaru!

A planta possui como sua principal característica a presença de espinhos. Além disso,  pode ser conhecida por outros nomes a depender da região que é cultivada (como por exemplo: candelabro,  e jamacaru). A fruta dessa árvore espinheira é doce e pode ser utilizada na alimentação dos seres humanos. Em alguns países a fruta é amplamente utilizada e, inclusive, comercializada.

O cacto mandacaru pode ser encontrado em todas as regiões do Brasil já que se adapta muito bem ao clima do nosso país. A planta é nativa de regiões onde o solo é preferencialmente arenoso e com clima árido.

Podem chegar a atingir mais de quinze metros e possuem caules cheios de ramificações e galhos. Como tempo, a árvore vai crescendo de forma vertical e suas ramificações posicionam-se de forma paralela. Os brotinhos do cacto mandacaru possui uma cor verde e espinhos pequenos que podem chegar a medir seis centímetros.

Como Identificar um Cacto Mandacaru

O cacto mandacaru possui uma espécie de cera que possibilita a identificação do crescimento do vegetal. No seu tronco existem algumas aréolas que possuem espinhos. Já as suas flores são lindas e aparecem sempre nas partes laterais da planta. Possuem coloração branca e podem chegar a ter vinte centímetros de diâmetro.

Cacto Mandacaru

São plantas que se destacam pela rusticidade e presença de espinhos. Entretanto, a característica mais interessante dessa árvore é a sua capacidade de resistir mesmo nas mais difíceis situações climáticas.

Como Cultivar o Cacto Mandacaru

É uma planta de cultivo muito fácil e pode ser uma excelente opção para a sua casa, garantindo um ambiente mais rústico e descolado. Para se ter uma ideia da resistência do cacto mandacaru, ele pode resistir a muito calor e pode aguentar mais de 40° C. Mas engana-se quem pensa que a capacidade de adaptação dessa planta acabar por aí: eles também podem chegar a suportar temperaturas abaixo de zero e são também ideias para as regiões mais frias do Brasil.

Com relação às chuvas, o mandacaru também é muito resistente e pode sobreviver bem em locais em que a precipitação é baixa. Entretanto, ao plantá-lo evite alguns solos com argila e nas proximidades de lagos e rios, ok?

Para cultivar o cacto mandacaru basta selecionar um dos seus galhos que devem ser destacados da planta exatamente onde ficam as articulações. Após selecionar a haste a coloque em uma local iluminado, ventilado e com a base do galho na terra.

Por volta de dois meses as raízes começarão a se fincar e você poderá levar a muda para o local que ela vai ficar. Ela pode se desenvolver até mesmo em vasos e garantem um visual muito especial para os ambientes,

Outra forma de cultivar o cacto mandacaru é por meio das suas sementes. Elas devem ser plantadas em solo rico em matéria orgânica. Por volta de um mês e meio já é possível observar o início da germinação e por volta de dez meses as plantas já podem ser atingir mais de vinte centímetros.

Cuidados no Plantio do Mandacaru

Confira alguns cuidados essenciais para manter o seu cacto mandacaru sempre lindo. Veja:

  • O cacto mandacaru deve ser plantado tanto em sol intenso, quanto em ambientes de meia sombra. Em ambas as situações, a planta desenvolve-se muito bem.
  • Uma das utilizações mais frequentes dessa planta é no paisagismo. Ele pode podem fazer parte de composições com plantas da mesma espécies ou de espécies diferentes. Lembre-se que é preciso deixar um espaço de pelo menos quatro metros em uma árvore e outra.
  • Procure realizar as podas apenas quando a planta estiver com as copas formadas. Outro cuidado importante que deve ser observado com atenção é a adubação do mandacaru.
  • Os frutos do cacto mandacaru costumam aparecer de janeiro até março. Possuem a coloração vermelha e uma casca lisa que deve ser retirada para o consumo apenas da polpa. Quem também aprecia muito os frutos dos cactos são algumas espécies de aves muito encontradas na caatinga.
  • São plantas que tem as cactáceas como família e também podem ser chamadas de careiro. Ocorrem com mais frequência na região Nordeste do Brasil.
  • Você sabia que o florescer do cacto para os nordestinos significa o fim do período da seca. Essa informação foi, inclusive, imortalizada em uma música muito conhecida de Luiz Gonzaga, o rei do baião, e que traz como versos: “Mandacaru quanto ‘fulora’ na seca, é um sinal que a chuva chega no sertão”.
  • Um fato interessante sobre a flor do cacto mandacaru é que elas costumam desabrochar pela noite e amanhecem já murchas. Ou seja, duram apenas uma noite. Uma pena, não é verdade? Apesar desse pequeno detalhe são flores muito exuberantes.

Esperamos que tenhamos ajudado você a conhecer um pouco sobre essa espécie de cacto. Por ser uma planta muito versátil, ela pode ser facilmente cultivada em jardins e até mesmo em vasos. Que tal conferir mais conteúdos sobre plantas e animais aqui no Mundo Ecologia? Aguardamos também o seu comentário, dúvida ou sugestão. Não deixe de compartilhar essas informações com os amigos e nas suas redes sociais.

Veja também

Tudo Sobre Jasmim do Imperador: Características e Nome Cientifico

O jasmim do Imperador, de nome científico Osmanthus Fragrans, é uma espécie nativa da Ásia. Compreende sua …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *