Home / Plantas / Cacto Barba de Velho: Características, Como Cultivar e Fotos

Cacto Barba de Velho: Características, Como Cultivar e Fotos

As plantas são muito especiais e importantes para todo o ciclo da vida no planeta terra, sendo que apenas existe vida na Terra pelo fato d existirem as plantas. Dessa forma, há plantas em praticamente qualquer lugar que se possa imaginar, sendo necessário à sua existência para a produção do gás oxigênio que será usado pelo corpo dos animais posteriormente.

Além disso, é a partir das plantas que os animais conseguem acesso ao gás nitrogênio, que apenas pode ser alcançado quando as bactérias fixadoras de nitrogênio usam as plantas para atrair esse gás essencial à vida para a parte da superfície do planeta Terra.

Dessa forma, de qualquer maneira, o certo é que as plantas são muito importantes e estão em todos os locais que se possa imaginar, incluindo os oceanos. Isso porque, nos mares, há as algas e muitos outros vegetais, que são responsáveis por produzir grande parte do oxigênio consumido pelas pessoas – na prática, as algas é que deveriam ser chamadas de pulmões do mundo e não a Floresta Amazônica.

As Plantas dos Desertos

Ademais, há também exemplares de plantas até mesmo nos ambientes tidos como os mais hostis de todo o mundo. No caso, um grande exemplo disso são os desertos, que guardam um tipo diferente de planta, os cactos.

Com pouca necessidade de acesso à água, os cactos conseguem criar a sua própria reserva de água, sendo que essa reserva serve muito bem para fazer com que esse tipo de planta consiga suportar muito tempo sem ter acesso ao líquido da vida.

Dessa maneira, com raízes grandes e longas, os cactos captam toda a água necessária para muitos meses de vida apenas em um curto espaço de tempo, quando chove. Portanto, é muito importante notar que, ainda nos locais mais hostis, a presença das plantas se faz de forma forte.

Conheça o Cacto Barba de Velho

Um exemplo desse caso é o cacto Barba de Velho, um tipo de cacto muito comum em muitas partes desérticas de todo o planeta Terra. Contudo, de forma mais especial, esse cacto está presente no México, um país que guarda grande parte da diversidade de cactos do planeta.

Com aparência que realmente lembra a barba de uma pessoa idosa, o cacto Barba de Velho é chamado assim por ter fios brancos ao seu redor, dando uma aparência diferente a esse tipo de planta. De toda maneira, é muito interessante notar que o cacto Barba de Velho de vaso pode chegar até mesmo aos 20 centímetros de altura, algo que não costuma acontecer muito, embora existam precedentes.

De toda forma, o mais natural é que, ainda assim, o cacto Barba de Velho seja alto para os padrões de cactos de vaso, com cerca de 10 a 15 centímetros de altura, além de de 15 centímetros de diâmetro. O cacto Barba de Velho sofre, contudo, com a falta de preservação por parte das pessoas. Muito usado como item de decoração, esse tipo de cacto acaba por quase desaparecer da natureza, já que é muito raro encontrar um exemplar do cacto Barba de Velho no México atualmente.

Dessa maneira, há muitos grupos de conscientização popular que buscam chamar a atenção para o fato de o cacto Barba de Velho estar sumindo do ambiente natural, o que prejudica animais daquele habitat e faz com que o equilíbrio da natureza nos desertos do México, mais precisamente em Hidalgo, não seja totalmente mantido.

Características do Cacto Barba de Velho

O cacto Barba de Velho é muito usado de forma decorativa, algo que acaba por fazer parte da vida dos cactos atualmente. Dessa maneira, é muito comum que muitas casas mexicanas tenham um exemplar do cacto Barba de Velho em um vaso.

Com seus fios e pelos brancos que chamam a atenção das pessoas, mesmo de longe, o cacto Barba de Velho é uma ótima opção de decoração para ambientes de trabalho ou até mesmo para os lares das pessoas. De toda forma, vale ressaltar que os pelos brancos são, na verdade, espinhos que o cacto em questão possui para afastar animais ou até mesmo impedir o crescimento de outras plantas sobre ele.

Portanto, o cacto Barba de Velho acaba por ter espinhos muito fortes e perigosos, embora esses espinhos dos pelos sejam um pouco mais macios. Ademais, o pelo também funciona como uma espécie de proteção do cacto Barba de Velho contra o sol e contra o frio extremo.

As flores do cacto Barba de Velho são noturnas, crescendo mais comumente à noite, com a coloração dessas flores variando muito entre muitas possibilidades diferentes.

Cacto Barba de Velho no Vaso
Cacto Barba de Velho no Vaso

Contudo, é importante ter em mente que o cacto Barba de Velho pode levar cerca de 10 a 20 anos para dar as suas primeiras flores, então não compre um exemplar já esperando que as flores apareçam de forma rápida.

Os Cuidados Especiais Com o Cacto Barba de Velho

O cacto Barba de Velho é bastante forte e pode ser capaz de afastar, sozinho, muitos perigos de animais e até mesmo de outras plantas. Contudo, obviamente é necessário que a planta recebe os cuidados adequados para seguir se desenvolvendo de maneira forte e consistente.

Nesse caso, mantenha o cacto Barba de Velho em climas quentes e secos, pois a umidade pode ser um problema grave para esse tipo de planta. Contudo, vale destacar que o cacto em questão suporta até mesmo temperatura negativa, desde que por pouco tempo. Além disso, o cacto Barba de Velho precisa de muita luz solar, o que faz com que a planta possa crescer de forma bela e constante.

O solo precisa ter uma capacidade de drenagem boa, o que pode ser alcançado com o uso de areia ou pedras. Já quanto a regar o cacto Barba de Velho, tenha em mente que um cacto não precisa de muita água e, assim, evite regar esse tipo de planta mais do que uma vez a cada 7 dias. Além disso, não exagere nesse tipo de rega semanal pois o cacto Barba de Velho pode apodrecer com alguma facilidade, então vá com calma com a água.

Veja também

Como Usar a Canela Para Emagrecer?

A canela, assim como o cravo, noz-moscada, gengibre, açafrão, pimenta-do-reino, cúrcuma e outros, é considerada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *