Home / Plantas / Benefícios e Malefícios da Acerola Para a Saúde do Homem

Benefícios e Malefícios da Acerola Para a Saúde do Homem

A acerola, como toda espécie vegetal comestível, costuma trazer excelentes benefícios, tanto para a saúde dos homens quanto para a das mulheres; enquanto os malefícios geralmente estão relacionados com o seu uso excessivo.

Em diversas regiões das Antilhas, da América Central e do Sul, ela costuma ser conhecida como cerejeira-do-pará, azerola, cerejeira-de-barbados, cerejeira-das-antilhas, além de várias outras denominações que a acerola recebe em função da semelhança que possui com a não menos singular espécie “Cerasus”.

A acerola é praticamente um centro de armazenagem de vitamina C. Tanto é assim, que até conseguiu destituir do posto de principais fontes da substância verdadeiras celebridades, como a laranja, a goiaba e o caju – com 30, 20 e 8 vezes mais que essas espécies, respectivamente.

Seja na forma de sucos, sorvetes, in natura, entre outras maneiras de aproveitar-se de todo o seu potencial, a acerola pode ser considerada uma verdadeira “fonte da juventude”.

Apenas 100g diárias da fruta, consumidas desde a mais tenra idade de um indivíduo, garante um sistema de defesa protegido, boa formação do material genético, além de antioxidantes – nesse último caso, um poderoso agente “antienvelhecimento”.

A história da acerola no Brasil, de acordo com registros, teria começado a partir de estudos feitos em Pernambuco, em meados dos anos 50, de onde espalhou-se para todo o restante do país, e a partir daí não parou mais de fazer sucesso em cada esquina desse imenso continente.

Acerolas do Brasil
Acerolas do Brasil

Mas o objetivo desse artigo é fazer uma lista com aqueles que são considerados os principais benefícios e malefícios do consumo da acerola para o homem. Benefícios e malefícios que geralmente estão relacionados, como dissemos, ao consumo exagerado da fruta.

Benefícios

1.Doenças Neurológicas

Transtornos como: Mal de Alzheimer, AVC, Doença de Huntington, Mal de Parkinson, entre outros distúrbios neurológicos, podem ser prevenidos por meio de um estilo de vida saudável e pelo consumo diário (e desde a mais tenra idade) de vitamina B1 e Fósforo, encontrados em boas quantidades na acerola.

Os benefícios dessas substâncias para o cérebro relacionam-se com a capacidade de ajudar na construção das moléculas do organismo, especialmente as cerebrais, RNA e DNA, que, como se sabe, podem estar envolvidas no surgimento desses tipos de transtornos.

A vitamina B1 é uma substância hidrossolúvel, e, como tal, é facilmente dissolvida na água e eliminada por meio do suor e da urina.

E isso faz com que ela precise ser reposta todos os dias, até mesmo por meio do uso moderado de suplementos.

2.É uma Aliado Contra o Câncer de Próstata

Outro benefício (que supera, e muito, os malefícios) da acerola para a saúde do homem, é uma possível prevenção de distúrbios da próstata.

Isso por que, como se sabe, existem genes que são responsáveis por todo o processo de crescimento e divisão das células. E é justamente esse crescimento e divisão (defeituosos ou anômalos) os responsáveis pela constituição dos tumores malignos.

Hoje a ciência já atribui a alterações hereditárias (ou não) de DNA o desenvolvimento do câncer de próstata, pela formação defeituosa das oncogenes (genes que atuam na divisão celular) e dos genes supressores de tumor (que retardam essa divisão e as levam a uma morte natural).

Vitaminas como a B1, B3 e Fósforo atuam na preservação do material genético e na formação dos fetos, o que evita possíveis alterações no DNA de um indivíduo; transtorno que é responsável por até 10% dos casos de cânceres de próstata em homens adultos.

3.Protege o Coração

As vitaminas B1 e C, contidas em grandes quantidades na acerola, tornam o músculo do coração mais protegidos e resistentes. Enquanto isso, a vitamina B3 diminui os níveis de colesterol ruim no sangue, além de ser um eficaz vasodilatador e combatente das diversas toxinas produzidas pelo organismo, que acumulam-se, perigosamente, no corpo humano.

E como a ciência já demonstra que os homens têm mais riscos de desenvolverem problemas cardíacos (apesar de as mulheres terem mais chances de morrer quando os desenvolvem), o uso diário dessas substâncias, associado a uma mudança de estilo de vida – que envolve o hábito de praticar exercícios físicos, manter atitudes positivas e alimentar-se de forma saudável – , pode reduzir em até 80% as chances de um homem desenvolver esse tipo de transtorno.

Malefícios

1.Pode Fazer Mal aos Hipertensos

A acerola, como todo e qualquer espécie vegetal, possui mais benefícios do que malefícios para qualquer indivíduo, inclusive para homens, independentemente da idade. A característica de ser um energético natural e um excelente tonificante, já são motivos suficientes para adotá-la em uma dieta saudável.

Tais malefícios geralmente estão relacionados com o abuso no consumo; com o exagero no uso de uma fruta também conhecida por ser um potente vasodilatador.

E é justamente essa capacidade de vasodilatação que a acerola possui, que deve ser levada em consideração na hora de dar preferência a ela para o consumo diário.

Para os hipertensos, o seu consumo deverá ser moderado, sob pena de superdimensionar esse transtorno.

2.Distúrbios Gastrointestinais

A acerola, quando ingerida em excesso, pode transformar-se em uma substância tóxica para os homens que convivem com algum tipo de distúrbio gastrointestinal. Isso porque trata-se de uma fruta extremamente ácida, e que ainda possui em sua composição diversas outras substâncias que podem agredir um aparelho digestivo já comprometido.

Gastrites, úlceras, esofagites, entre outros distúrbios semelhantes, terão seus sintomas aumentados, exponencialmente, pelas propriedades da fruta.

O recomendado, portanto, para quem sofre com algum desses transtornos, é não mais do que 2 gramas diárias de acerola por dia.

3.Alterações no Sangue

A hemólise é um distúrbio que consiste na “destruição ou simples alteração dos glóbulos vermelhos do sangue (as hemácias), com consequente liberação de hemoglobina.”

O resultado poderá ser um quadro grave de anemia, principalmente em homens com diagnóstico de transtornos, como a deficiência glicose-6-fosfato desidrogenenase.

Acerolas Frescas
Acerolas Frescas

A acerola em excesso, devido aos seus altos níveis de vitamina C, poderá também fazer com que o organismo absorva ferro em demasia. E isso, em homens com algum tipo de predisposição a esse acúmulo, poderá tornar o problema ainda mais grave.

Esses foram alguns exemplos de benefícios e malefícios geralmente associados ao consumo da acerola. Mas fique à vontade para deixar as suas impressões sobre esse artigo. E continue compartilhando os nossos conteúdos.

Veja também

Quais Tipos de Cebola Existem no Brasil?

Nosso tem um clima que favorece bastante o cultivo de muitas e muitas plantas, já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *