Home / Plantas / Azaleia Anã: Altura, Tamanho, Características e Fotos

Azaleia Anã: Altura, Tamanho, Características e Fotos

A azaleia, em sim, é uma flor muito bonita, e que se espalhou pelo mundo, sendo bastante apreciada para quem gosta de cultivar belas flores. Uma dos seus tipos mais interessantes é a chamada azaleia anã, que falaremos melhor sobre ela no texto a seguir.

Além das características básicas da flor, vamos dar dicas de decoração, e de como você pode plantá-la da melhor forma possível.

Características Básicas da Azaleia Anã

De nome científico Rhododendron simsii Planc., essa espécie de azaleia é originária da China, e é pertencente à família Ericaceae. Trata-se de uma flor formada através da hibridização entre outras espécies, como, por exemplo, a Rhododendron indicum.

Trata-se, na verdade, de um arbusto que atinge cerca de 80 cm de latira (por isso, é uma azaleia anã), e que, além disso, é uma planta bastante ramificada. As suas folhas são elípticas, pilosas e bem ásperas. Já as suas flores típicas surgem nas pontas dos galhos, o que a torna diferente da azaleia comum não apenas na questão do tamanho.

Essas flores da azaleia anã florescem durante o ano todo, e não somente nos períodos mais frios (característica básica de uma azaleia comum). Suas cores são bem variadas, possuindo diversas possibilidades, como vermelho, branco, amarelo, laranja, rosa e mesclado. Uma combinação, por sinal, que deixa qualquer arranjo com elas muito bonito.

Esse tipo de azaleia é bastante utilizada quando se quer fazer uma cerca viva mais baixa, por exemplo. Outra utilidade muito comum dela é para fazer canteiros de pequeno porte, que tenha flores sempre vivas durante todo o ano. Além disso, são muito usadas em vasos e floreiras em geral.

Por sinal, quando plantadas de maneira isolada, parecem bonsai, devido ao seu tamanho diminuto, o que permite uma decoração que combina com tudo, e é feita de maneira bem fácil.

Como Plantar Azaleia Anã em Vasos e Canteiros?

A despeito do fato da azaleia anã tem algumas poucas diferenças com relação à azaleia comum, ambas praticamente seguem o mesmo esquema no que se refere ao modo de cultivar ambas. No caso de plantar azaleias anãs em vasos ou em canteiros, por exemplo, certifique-se de que ele pegue a luz direta do sol por, pelo menos, 4 horas diárias. Contudo, se ela estiver em um vaso, o ideal que esteja protegida tanto dos ventos fortes, quanto de chuvas.

Já o solo onde a planta estará precisa ser uma combinação perfeita de terra ou substrato com areia, e mais um composto orgânico qualquer. Em seguida, basta afofar bem a terra para facilitar o enraizamento. Inclusive, a planta pode se danificar caso as suas raízes não estejam devidamente profundas. O solo, por sinal, tem que ser ácido e livre de calcário.

Já com relação às regas, essa é uma espécie que gosta de água, mas, não se solo extremamente encharcado. O ideal é que se o plantio tiver sido num canteiro, a rega deve ser feita duas vezes por semana, e no caso de ter sido em um vaso, um pouco todos os dias. Recomenda-se regar até que a água escorra pelos furos do fundo do vaso em questão.

Quanto às podas, elas devem acontecer logo após o florescimento da azaleia anã. Esse é um procedimento que estimula o surgimento de mais flores ainda no ano seguinte. O procedimento é simples, e consiste em cortar a ponta dos ramos, retirando também galhos secos e flores mortas.

E, por fim, temos a adubação, que pode ser feita a qualquer momento, excerto no período de florescimento da planta. Uma boa dica é usar NPK 04-14-08, intercalando com uma adubação que seja orgânica a cada 3 meses.

Com tudo feito de maneira correta, a sua azaleia anã florescerá, pelo menos, duas vezes no ano; uma no outono, e outra na estação da primavera.

Modos de Usar a Azaleia Anã e Decorações

Seja na decoração de casas, ou mesmo em festas, a azaleia anã é bastante útil, especialmente se você quiser dar um toque simples e minimalista ao lugar ou à ocasião. A forma mais comum de usá-las é através de vasos, e como esse tipo de azaleia possui cores bem variadas, ainda há a possibilidade de escolher que a que melhor se adapta aquele ambiente específico.

Esses vasos podem, facilmente, decorar mesas de jantar, racks e aparadores. Ainda tem como usar a flor de modo suspenso, criando um criativo e interessante jardim aéreo com as azaleias anãs. Há também a possibilidade de usar apenas os ramos floridos em vasos solitários com água. Acredite: o efeito é ótimo.

Outras formas de decoração são igualmente encantadoras, como, por exemplo, usar vasos de cerâmica, vasos portugueses, combinar a azaleia como mini-rosas, colocá-las em garrafas de vidro, e tantas e tantas outras ideias. Basta ter criatividade, pois o tamanho reduzido dessa flor oferece diversas possibilidades de colocá-las em qualquer lugar.

Como Fazer Mudas de Azaleias Anãs?

Caso você queira fazer mudas de azaleias anãs, também é possível, além de ser muito fácil. Primeiro de tudo, você vai cortar um pequeno galho da planta, onde o corte que ficará enterrado precisará ser transversal. É necessário usar uma tesoura esterilizada para isso, só reforçando.

Depois, é pegar um pequeno vaso, que seja devidamente furado na parte de baixo para facilitar o escoamento da água, e colocar um pouco de argila expandida no fundo dele. Em seguida, é colocar terra com algum outro substrato que facilite a retenção de umidade para a planta, pois ela gosta disso.

Muda de Azaleia Anã

Antes de colocar o galho no vaso, retire qualquer flor ou broto que estiver nele (caso contrário, ela não terá força para criar raízes). Por fim, enterre a muda de azaleia anã, e coloque mais um pouco de terra ao redor, molhando um pouco, e colocando num espaço onde possa pegar luz do sol direta algumas poucas horas do dia.

Só lembrando que essas mudas podem ser feitas a partir de plantas adultas que você já tenha, contanto que os galhos sejam retirados após a floração dela. Assim, você não estará prejudicando a planta mãe, danificando-a de alguma forma.

Veja também

Flor da Romã ou Româzeira: Caracteristicas Botanicas e Fotos

Romã é um fruta abundante no Brasil, principalmente na região Sul do nosso país nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *