Home / Plantas / Alfazema Flor Branca: Características, Nome Cientifico e Fotos

Alfazema Flor Branca: Características, Nome Cientifico e Fotos

A alfazema pertence a um gênero extremamente popular (lavandula) que inclui quase 40 espécies diferentes, que são cultivadas em climas temperados como plantas ornamentais para a paisagem ou para a extração de óleos essenciais.

Cores, formas de flores ou folhas, tempos de florescimento, resistência variam entre variedades. Alfazema de cores brancas nada mais são do que variedades de algumas dessas espécies. Vamos agora falar um pouquinho sobre algumas dessas espécies de alfazema que possuem flores de lindas cores brancas.

Lavandula Stoechas ‘Ballerina’

Uma espécie bicolor muito atraente, apresentando floração dupla de cabeças roxas cobertas com flores brancas de longa duração delicadamente desaparecendo à medida que amadurecem. Este tipo é uma adição maravilhosa ao jardim, dada a aparência muito distinta de suas flores e sua folhagem prateada altamente aromática.

Esta alfazema francesa floresce quase continuamente do meio da primavera ao final do verão. Esta planta geralmente cresce em espessura de até 75 a 90 cm e 90 cm de largura. Assemelhando-se a folhagem de alecrim, as folhas são longas, pontiagudas e macias num tom cinza-esverdeado.

Prosperando em pleno Sol, apresenta melhor desempenho em solos secos a médios, pobres, leves, arenosos e bem drenados. Excelente drenagem e circulação de ar são essenciais, especialmente em climas quentes e úmidos. Espetacular como plantio em massa e excelente se em vasos. Cria sebes impressionantes no verão graças ao seu hábito de floração livre.

Lavandula Angustifolia ‘Munstead’

Compacta, extremamente perfumada com flores rosas esbranquiçadas, esta alfazema é muito atraente durante todo o ano. Uma variedade que cresce bem se cultivada em recipientes e uma ótima opção também para sebes ou jardins de nós. Excelente para pot-pourri ou arranjos secos, uma vez que mantem a sua cor.

Planta bastante resistente, a variedade ‘munstead’ é amada por jardineiros em função de seu perfume duradouro e delicioso, bem como a moda que suas flores de alfazema contrastam lindamente com sua folhagem verde-acinzentada. Floresce duas vezes começando no final da primavera ou início do verão. É conhecida por ter um segundo fluxo de floração completa depois que as flores do primeiro fluxo forem colhidas.

Normalmente desenvolve uma planta espessa com 50 a 60 cm de altura e se espalha entre 60 a 75 cm de largura. É uma perene muito versátil e também pode ser usada em fronteiras perenes, jardins de pedras ou jardins de ervas. Suas flores perfumadas podem ser secas e usadas em pot-pourri. Efeito espetacular em plantações em massa.

Lavandula Angustifolia ‘little Lottie’

Lavandula Angustifolia
Lavandula Angustifolia

Muito perfumada e uma espécie premiada, é uma adorável anã com massas de atraente luz rosas e brancas. A melhor dica é plantar em seus melhores recipientes ou na intenção de usar em seus pratos culinários favoritos. Ganhou um prêmio de prestígio em 2002 por suas notáveis qualidades.

Floresce uma vez no final da primavera ou no início do verão. É possível desfrutar de um segundo fluxo de floração e talvez até um terceiro se as flores forem cortadas no momento certo. Cresce em um arbusto com 50 a 60 cm de altura e 60 a 75 cm de largura. Espessa folhagem, de folhas pequenas e estreitas verde acinzentadas.

Uma perene muito versátil também perfeita em fronteiras, jardins de pedras ou canteiros de ervas. Flores também adaptáveis para pot-pourri e espetacular efeito se cultivada nas plantações em massa. Prospera com as mesmas regras de temperatura e solo que as outras lavandula angustifolia.

Lavandula Angustifolia ‘miss Katherine’

Lavandula Angustifolia 'miss Katherine'
Lavandula Angustifolia ‘miss Katherine’

Altamente perfumada, esta outra alfazema premiada é sem dúvida uma das mais requintadas. Esta variedade muito distinta apresenta cúpulas eretas de folhagens espalhadas e massas de lindas flores rosa profundo com cálices de um branco prateado que brilha ao Sol. As flores abertas, densas, duradouras, de cerca de 07 cm, tem ligeiras gargantas alaranjadas e elevam-se bem acima da folhagem aromática em hastes compridas (cerca de 30 a 40 cm), que pulverizam ao redor elegantemente.

Também floresce do final da primavera ao início do verão e também é possível ser prestigiado não só com um fluxo de floração, mais com dois ou até mesmo três (estes dois últimos com fluxo menor, porém), desde que tenham suas flores cortadas adequadamente. Planta sempre verde que desenvolve majestosamente sua folhagem verde por 60 a 75 cm de altura por 75 a 90 cm de largura. Também é tão versátil e adaptável como qualquer outra variedade de lavandula angustifolia.

Lavandula Angustifolia ‘nana Alba’

Lavandula Angustifolia 'nana Alba'
Lavandula Angustifolia ‘nana Alba’

Esta sim é a mais branca de todas mencionadas até aqui. Compacta e muito florífera, esta premiada alfazema é uma maravilhosa variedade anã de lavandula com flores brancas de neve atraentes em pontas curtas sobre uma folhagem verde prateada. Ficam simplesmente maravilhosa em recipientes, em canteiros de jardins ou no solo bem drenado de sua preferência. Tal como a maioria das angustifolia é uma planta bem resistente.

A variedade ‘nana alba’ é extremamente apreciada e visada por jardineiros devido sua exposição colorida duradoura, seu aroma irresistível, além do jeito como suas flores muito brancas contrastam lindamente com sua folhagem aromática verde num tom claro e prateado. Bem cortadas pode fornecer mais de um fluxo de floração no meio do verão, mais em menor abundância num segundo ou num terceiro fluxo.

Esta é de fato uma planta bem pequena, crescendo em uma cúpula compacta de 12 cm de altura e se espalhando por até 50 cm. Como já dito, todas as variedades de lavandula angustifolia apresentam melhor desempenho a pleno Sol, em solos secos a médios, pobres, leves, arenosos, alcalinos e bem drenados. Ressaltando sempre que a excelente drenagem e circulação de ar, especialmente em climas quentes e úmidos é que lhe garantirão os cultivos de excelência das alfazemas.

Prosperando em pleno Sol, apresenta melhor desempenho em solos secos a médios, pobres, leves, arenosos e bem drenados. Excelente drenagem e circulação de ar são essenciais, especialmente em climas quentes e úmidos. Espetacular como plantio em massa e excelente se em vasos. Cria sebes impressionantes no verão graças ao seu hábito de floração livre.

Esperamos que as informações junto com as lindas imagens que dispusemos pra sua apreciação nesse artigo tenha satisfeito sua curiosidade. Esperamos também que encontre aqui conosco ainda muitos outros assuntos e abordagens de seu interesse. Bem vindo ao nosso blog ‘Mundo Ecologia’!

Veja também

Chá de Barbatimão Para Corrimento Vaginal Funciona? Como Fazer?

Muito comum na região do Cerrado do Brasil, o barbatimão (nome científico Stryphnodendron adstringens Mart …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *