Home / Natureza / Tipos De Mangue Existentes E Características De Cada Um

Tipos De Mangue Existentes E Características De Cada Um

O Brasil é a região do Planeta Terra que mais possui a presença de manguezais, onde os mesmos aparecem desde a costa norte até a costa Sul.

Além do Brasil apresentar esse fato interessantes, é importante ressaltar que o Brasil é o País que possui os maiores biomas do mundo, tal como a Floresta Amazônica e o Cerrado, além de outros quase tão grandes quanto, como o Pantanal Mato-Grossense.

Isso significa que o Brasil é um dos Países mais ricos do mundo em relação à natureza, superando todos em biodiversidade, e essa informação pode fazer com que nós, brasileiros, adquiramos um pouco mais de consciência em relação ao mundo, sabendo que estamos dentro do País mais verde que existe!

Gostaria de conhecer mais sobre os mangues? Não deixe de conferir:

Conheça Os Tipos de Mangues Existentes

Tipo De Mangue
Tipo De Mangue

Os mangues apresentam poucas diferenças relevantes entre um e outro, e o que define o tipo de mangue, é o seu tipo de vegetação, pois por mais parecido que sejam, os mangues apresentam espécies diferentes de árvores.

Dessa forma, separamos aqui os 3 tipos de mangues que existem e suas principais características:

Mangue-Branco (Laguncularia racemosa)

Mangue-Branco
Mangue-Branco

Esse tipo de árvore é muito comum no Sul do Brasil, indo das costas do Rio Grande do Sul, passando por Santa Catarina, Paraná e depois indo Para São Paulo. Ela faz várias transições entre a vegetação do mangue e partes da Floresta Atlântica, sendo reconhecida por esse fator de transição, e também por fazerem a transição do manguezal e restingas.

Mangue-Vermelho (Rhizophora mangle)

Mangue-Vermelho
Mangue-Vermelho

Esse tipo de vegetação é conhecida pelo fato de ter sementes que caem normalmente e as correntes marítimas são as principais dispersoras das mesmas, pois as sementes se agregam em algum lodo e passam a crescer. Essa sementes came em um broto que parece mais um galho, e muito são levados para as beiras das praias, onde as pessoas acham que são apenas pedações de árvores. Essas sementes podem ficar até um ano flutuando na água antes de começarem a germinar.

Esse tipo de mangue recebe esse nome devido ao fato de que apresenta a coloração avermelhada por dentro do caule. Essa coloração avermelhada tem ligação com os filtros salinos que a espécie apresenta, já que o mangue-vermelho é extremamente adaptado a dessalinização através da sua raiz, o que faz com que ela seja a única espécies a se reproduzir em determinadas regiões, criando grandes extensões de manguezais.

O mangue-vermelho é o tipo de mangue de maior distribuição do mundo, pois além de circundar as costas brasileiras, está presente em outras regiões da América do Sul, Central e do Norte.

Mangue Siriúba (Avicena Schaueriana)

Mangue Siriúba
Mangue Siriúba

Apesar do nome, o mangue siriúba é muito mais conhecido por Mangue Preto, principalmente no Brasil, onde está localizado suas maiores extensões.

Esse nome, por mais curioso que seja, nada mais representa a localização do mangue ao seu redor, que apresenta mais lodo que os demais, que são mais ricos em água, e por isso chamam de mangue preto.

Sua raízes ficam poucos centímetros acima do lodo e da água, apenas o suficiente para garantir sua respiração e sobrevivência.

A Importância dos Mangues Para O Planeta Terra

Independentemente do tipo de mangue, todos eles possuem uma função vital para o equilíbrio da natureza, pois a função dos mesmos é filtrar os inúmeros nutrientes, sedimentos e poluentes da água, fazendo com que ela flua mais limpa e mais rica para os mares, acumulando e decompondo tudo o que for filtrado.

Esse fato faz com que o lodo tenha um cheiro forte e característico, e esse mesmo lodo fornece inúmeros nutrientes para as criaturas que vivem nos arredores e dentro do mangue, tornando-o um bioma completo.

Informações Importantes Sobre os Tipos de Mangues Existentes

A variedade de animais presentes no mangue é muito grande devido ao fato de que os mangues são plantas intermediárias entre a água salgada e a doce, ou entre a água salgada e as praias, ou entre a água salgada e restingas.

As árvores que compõe os mangues são árvores únicas no mundo, pois além de serem capazes de sobreviver em áreas alagadas, podem sobreviver em contato ou até mesmo envoltas de água com salinidade excessiva, pois sua adaptação natural fez com que suas raízes passassem a filtrar e eliminar o sal da mesma.

Além de tudo, as folhas dos mangues possuem usos medicinais, sendo feitos pastas que podem ser aplicadas para eliminar inchaço e erosões na pele, como furúnculos. Até mesmo a lama do mangue é utilizada como protetor medicinal para a pele em tribos indígenas.

Os mangues são de extrema importância para a existência da biodiversidade marinha, terrestre e aérea, além de executar uma função que nenhuma outra planta é capaz. Porém, além de saber de tudo isso, muitas áreas de manguezais são consumidas para construções de encostas, ou muitas áreas acabam sendo popularizadas por pessoas de baixa renda.

Governos atuam com leis que proíbem o desmatamento do mangue, pois é através deles que muito material orgânico é filtrado, deixado as praias livres de milhões de bactérias que poderiam facilmente infectar os humanos, por exemplo.

Veja também

Cor, Porosidade e Textura do Solo Arenoso

Um solo arenoso é um solo composto por mais de 60% de areia. Do ponto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *