Home / Natureza / O que são Mangues? Qual a sua Origem, Formação e Importância?

O que são Mangues? Qual a sua Origem, Formação e Importância?

Apesar de muitos não saberem, o mangue é sim uma floresta de verdade. Pode parecer estranho, já que esse habitat de muitas espécies é bem diferente do que imaginamos quando pensamos em uma floresta grande. Mas, o mangue, assim como todas as outras florestas pelo mundo, é muito importante para a biodiversidade. Por ficarem entre as águas salgadas e doce, ela acaba sendo moradia para diversas espécies.

No post de hoje iremos mostrar um pouco mais sobre os mangues e sua história. Contaremos o que exatamente eles são, toda a sua origem, formação e principalmente em relação a sua importância para nós e todo o restante do planeta. Continue lendo para descobrir e aprender mais sobre os mangues.

O que são Mangues?

O mangue, ou manguezal é um ecossistema costeiro úmido, que está presente em zonas tropicais e subtropicais. É ele que tem um importante papel na preservação das mais diversas espécies vegetais e animais. Eles surgem do contato do ambiente terrestre e marítimo, ou seja, terra com os rios e os mares.

No Brasil, há presença desse ecossistema em toda a nossa costa litorânea, do norte até o sul do Brasil, sendo então o país que possui a maior faixa de manguezal do planeta. São aproximadamente 20 mil quilômetros quadrados de extensão no total. Em geral, em outras partes do continente americano encontramos esse tipo de ecossistema, estando presente também nos continentes africano, asiático e na Oceania. Locais que possuam clima apropriado para a sua formação.

Os manguezais são ambientes ricos em nutrientes, o que decorre da abundância de matéria orgânica em decomposição. Nesses casos, acaba fazendo com que o nível de salinidade do local se eleve muito. Além disso, apresentam uma fauna características, visto as condições de marés que caracterizam esses ecossistemas. Para eliminar o excesso de sal as árvores do manguezal apresentam glândulas em suas folhas, por isso são chamadas plantas halófitas. Essa salinidade é ideal para o desenvolvimento de várias espécies, principalmente dos anfíbios como rãs, sapos e pererecas e alguns crustáceos.

De acordo com os cientistas, existem exatos três tipos de mangues, sendo os dois primeiros os mais conhecidos:

  • Mangue-branco (Laguncularia racemosa)
Laguncularia Racemosa
Laguncularia Racemosa
  • Mangue-vermelho (Rhizophora mangle)
Rhizophora Mangle
Rhizophora Mangle
  • Mangue siriúba (Avicennia schaueriana)
Avicennia Schaueriana
Avicennia Schaueriana

Qual a Origem dos Mangues e sua Formação?

Não temos noção de como isso é muito antigo, mas os mangues foram formados há mais de 60 milhões de anos. A teoria é que ele surgiu durante o período terciário, quando ocorreu a deriva dos continentes atuais. Ou seja, quando houve a ruptura da Pangeia, que era aquela massa continental única, sem divisão como hoje.

De acordo com pesquisas, para um mangue ser formado é necessário a influência de diversos fatores como: precipitação, evaporação, salinidade, temperatura, amplitude, topografia, ventos, e outras questões como frequência de inundações e sedimentos sendo carregados. Para o futuro, há teorias de como estará a situação dos manguezais. Acredita-se que em 100 anos, o mar estará entre 30 e 80 centímetros acima do que é hoje, o que fará com que haja muitas mudanças. Uma delas, é a migração dos mangues para partes mais altas. E continuando assim, até não haver mais local e consequentemente chegar seu desaparecimento.

A Importância dos Mangues para o Mundo

O mangue, ou manguezal, como dissemos, é um ecossistema de transição. Isso quer dizer que ele interliga o bioma terrestre e o bioma marinho. De uma forma geral, é um termo designado para zonas úmidas, que ficam às margens de baías, barras, desembocaduras, e encontro do rio com o mar. E por estar bem no meio, ele representa um papel muito importante para esses biomas.

Ele apresentar uma flora, e especialmente fauna, enorme. Podemos encontrar representantes de todos os filos de animais, tais como aves, mamíferos, répteis e etc. O mangue é chamado de berçário da natureza, pois é o local que apresenta condições perfeitas para a reprodução das mais diversas espécies. Os que mais são beneficiados nesse local são os peixes e crustáceos. Sua vegetação também é de grande importância, pois ela é como uma proteção contra erosão na linha costeira. Também é o local que é fonte de renda de muitas pessoas. Com relação à pesca, os manguezais produzem mais de 95% do alimento que o homem captura no mar, sendo então, uma importância gigantesca para o mercado brasileiro.

Como reconhecimento pela sua importância, os manguezais foram considerados como Áreas de Preservação Permanente, mas mesmo assim continuam sendo destruídos cada vez mais. A poluição é uma grande ameaça a esse ecossistema também, que vem sofrendo com a expansão urbana e industrial, principalmente agropecuária. É preciso criarmos uma consciência maior da exploração ocorrendo no local, para que ele exerça seu papel ecológico e econômico.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre o mangue, sua formação, características e importância. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-las. Você pode ler mais sobre mangues e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Camarão Pistola: Características, Aquário, Pesca e Fotos

O camarão pistola ou Camarão-de-estalo é, na verdade, uma denominação comum aos camarões da família …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *