Home / Natureza / O Que Significa Leveduras no Exame de Fezes?

O Que Significa Leveduras no Exame de Fezes?

Os termos utilizados por médicos e profissionais associados ao universo da saúde podem ser muito complicados para quem não está inserido nesse cenário, pois na maioria das vezes são expressões técnicas que não podem ser entendidas de forma completamente natural por leigos. Assim, é bastante natural, por exemplo, que as pessoas peguem o resultado de algum exame e não façam a menor ideia do que está escrito ali, sendo necessário pesquisar na internet o significado de cada expressão e de cada termo técnico.

Toda essa dificuldade para entender o que acontece no nosso corpo de maneira mais simples acaba por afastar as pessoas da busca por uma saúde de qualidade, fazendo com que cada vez menos haja interesse em aprender coisas novas a respeito do corpo humano para se cuidar melhor.

Logo, os exames de fezes e urina, geralmente solicitados em conjunto pelo médico, são grandes exemplos de como pode ser complicado interpretar o que está escrito no exame. Uma dessas dificuldades tem a ver com as leveduras, sempre presentes em exames de fezes, seja para apontar a sua ausência ou para indicar a sua presença, o que é algo bastante negativo para o paciente. As leveduras nada mais são do que fungos que chegam ao corpo humano através de outros seres vivos, podendo causar diversos problemas subsequentes, incluindo doenças ligadas ao intestino. Em condições normais de saúde, uma pessoa adulta não deve ter a presença de leveduras nas fezes.

Veja abaixo mais detalhes a respeito das leveduras, além de como evitá-las e o que significa a presença delas nas suas fezes e no seu corpo.

O Que São as Leveduras

As leveduras são fungos que acessam o corpo humano a partir de outros seres vivos parasitados, podendo gerar muitos problemas para a pessoa atingida. As leveduras são seres unicelulares, ou seja, são formadas apenas por uma célula que faz todo o trabalho celular no organismo delas.

Assim, como seres extremamente pequenos que são, as leveduras não são visíveis a olho nu, podendo apenas serem visualizadas a partir do microscópio. A maior parte das leveduras se apresenta no formato oval, quase como uma esfera, embora mais comprida. Todavia, algumas outras podem ser vistas na forma cilíndrica, o que facilita o acesso a muitas regiões do corpo e ainda tornam a movimentação dessas leveduras mais fácil.

As leveduras se reproduzem de maneira assexuada, ou seja, sem o contato sexual propriamente dito e sem a troca de gametas. Assim, o processo responsável pela reprodução das leveduras recebe o nome de brotamento, fazendo com que apenas uma levedura seja capaz de gerar várias outras sem a necessidade de reprodução sexuada ou a participação de um segundo ser.

Isso torna a multiplicação das leveduras algo extremamente rápido no organismo, servindo como um meio de parasitar tal organismo antes que as células de defesa possam agir. Como consequência dessa reprodução veloz, uma vez presentes, as leveduras tomam conta do corpo humano de maneira muito rápida e prejudicam bastante a vida do infectado, podendo até mesmo levar à morte em casos extremos.

As Leveduras e o Ser Humano

As leveduras apenas são capazes de viver em locais com a presença de matéria orgânica para o seu abastecimento, pois não conseguem gerar o próprio alimento que vão consumir sem isso. Logo, para sobreviver as leveduras precisam parasitar um outro ser e sugar os seus nutrientes ou viver em um local rico em matéria orgânica e capaz de oferecer a alimentação necessária para a manutenção da sua vida. É nesse cenário que aparecem os seres humanos, muitas vezes parasitados pelas leveduras para servirem como abrigo e fonte de alimentação para esses fungos. O grande problema é que a presença de leveduras no organismo humano leva a doenças séries que, se não cuidadas, podem provocar a morte do parasitado.

A levedura mais conhecida é a Cândida Albicans, uma das principais responsáveis por parasitar seres humanos e outros seres vivos, provocando a doença conhecida como candidíase. A candidíase tem somo sintomas claros um grave ardor, coceira, fissura na mucosa genital, dor ao engolir alimentos e aftas na boca. A doença é mais comum em mulheres, onde cria um corrimento esbranquiçado, mas também pode afetar homens, causando vermelhidão e uma espécie de nata na ponta do membro sexual masculino.

Porém, nem todas as leveduras são negativas para os humanos, pois algumas espécies são usadas na indústria de bebidas e alimentos em geral. Alguns dos exemplos de uso das leveduras para o bem do homem são o vinho e a cerveja, que usam algumas leveduras em certas partes do processo de finalização do produto. Essas leveduras são usadas, ainda, no processo de fermentação da massa do pão, servindo para dar o ponto correto ao pão e permitir que a massa adquira o tamanho desejado.

Quais Doenças a Presença de Leveduras nas Fezes Indica?

A presença de leveduras não é comum nas fezes humanas, então, quando encontradas, é necessário entender a origem e, sobretudo, o que pode ser indicado pela sua presença. É importante ressaltar, porém, que pequenas quantidades de leveduras nas fazes são consideradas normais, sendo adquiridas por vezes em alimentos naturais. O grande problema se dá quando quantidades maiores de leveduras podem ser visualizadas a partir do microscópio, indicando doenças ou problemas no corpo.

Assim, alguns desses problemas podem ser:

  • Cólica abdominal;
Cólica Abdominal
  • Doença de Chron;
Doença de Chron
  • Síndrome do Intestino Irritável;
Síndrome do Intestino Irritável
  • Intolerância a certos alimentos;
Intolerância a Certos Alimentos
  • Constipação ou Diarreia frequentes;
Constipação ou Diarreia Frequentes
  • Acne;
Teenager Problems
  • Problemas relacionados à digestão.
Problemas Relacionados à Digestão

A melhor maneira de entender o problema por trás da presença de leveduras é a partir de exames médicos, que também permitirão que seja possível entender se esses problemas são uma causa ou uma consequência da presença de leveduras – ademais, é possível que não exista relação entre os casos.

Os Tipos de Leveduras

Existem leveduras de muitos tipos diferentes, mais precisamente 850. Esse grande número de espécies de leveduras torna a presença delas muito comum em seres vivos também diversos. Algumas causam doenças, como a levedura responsável pela candidíase, e outras podem ser usadas em prol da melhora de qualidade de vida do homem, como as leveduras usadas na fabricação de bebidas alcoólicas e de pão.

Veja também

O que é uma Infecção Fúngica? Quais os Sintomas?

Infecções fúngicas são infecções causadas pela presença de fungos parasitas no ser humano. Os fungos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *