Home / Natureza / O Que São Fungos Tóxicos? O Que É Um Fungo Patogênico?

O Que São Fungos Tóxicos? O Que É Um Fungo Patogênico?

Além da possibilidade de estar em todos os lugares, os fungos crescem de maneira muito veloz, acelerando sua capacidade de multiplicação quase instantânea. Os nutrientes gerados após um trabalho de decomposição completo por um fungo, por exemplo, são essenciais para a vida na terra, considerando que serão utilizados por toda a teia alimentar posteriormente, dos vegetais até os últimos representantes da cadeia alimentar.

Dessa maneira, o reino dos fungos apresenta uma grande variedade de espécies, famílias e tipos de fungos, que se relacionam de muitas maneiras com o ambiente ao redor, podendo ser prejudiciais ou benéficos para os seres com os quais compartilham esse ambiente. O fungo responsável pela popular frieira nos pés, algo que acomete muitos atletas que passam longos períodos com calçados fechados e também é muito comum no meio militar, é totalmente diferente de um cogumelo, por exemplo, que, por mais que não pareça, também é um fungo. Assim, o universo relacionado aos fungos abrange uma grande possibilidade de funções, relações, cadeias e ciclos, sendo preciso analisar um a um para entender melhor cada situação.

Os fungos em geral são os grandes decompositores da natureza, transformando matéria morta e reciclando o carbono para ser novamente utilizado pelo ambiente. Esses fungos são organismos que não fazem fotossíntese, então têm a capacidade de crescer e se desenvolver praticamente em qualquer lugar, havendo ou não a incidência de luz. Essa é uma grande arma para se multiplicar por todos os lugares e aumentar a sua presença, o que faz dos fungos decompositores uma espécie extremamente comum no curso das nossas vidas, por mais que seja difícil notá-los a todo momento.

Em meio ao universo de fungos, dentre as muitas especificações que podem ser feitas para separar uns dos outros, uma delas é destacar os fungos tóxicos dos não tóxicos. Essa é uma maneira especialmente interessante de classificação para pessoas que vão se aventurar na natureza, facilitando a diferenciação correta entre os fungos que podem significar doenças e aqueles que podem ajudar de alguma formas os seres-humanos.

Veja abaixo mais detalhes a respeito dos fungos tóxicos e patogênicos para que você saiba identificar um quando ver e, ademais, entenda os problemas que esses seres pertencentes ao Reino Fungi podem causar na sua vida.

O Que São Fungos Tóxicos?

Na natureza, como se sabe, os fungos podem ser encontrados de milhares de formas diferentes. Sem uma correta classificação dos que podem ou não ser utilizados para o bem das pessoas, por exemplo, seria impossível lidar com os fungos. Assim, alguns fungos são inofensivos ao ser-humano, tal como o bolor do pão.

Alguns outros já são até saborosos, como os cogumelos comestíveis que tanto fazem parte da culinária asiática e se tornaram populares ao redor de todo o mundo. Porém, alguns fungos são capazes de gerar muitos problemas para a nossa saúde, seja fungos em formato de cogumelo ou os que se adaptam a diferentes superfícies. Esses fungos são conhecidos como fungos tóxicos e é altamente recomendado que você se mantenha distante deles.

As Amanitas

As amanitas são uma espécie de fungo que exemplifica bem o quanto é possível ter problemas com a ingestão de determinados cogumelos ou gêneros semelhantes. No gênero das amanitas se encontram alguns dos cogumelos mais mortais para o ser-humano, sendo usados até mesmo como veneno para assassinar dissidentes do Império Chinês no passado. A grande questão é que as amanitas contêm a toxina amanitina, uma das substâncias químicas mais maléficas para as pessoas já vista. Supõe-se que, após o contato com doses razoáveis da toxina, seja quase impossível sobreviver – quando isso acontece, muitas vezes têm-se sequelas remanescentes para o sobrevivente.

Como características comuns da amanita, para que você saiba identificar uma quando avistar uma, destaca-se brânquias esbranquiçadas, com anéis de hastes e esporos também brancos. Para a sua segurança, como regra é recomendado que você sequer toque em cogumelos com essas características sem o equipamento devido.

Mofo Preto Tóxico

O mofo preto também é conhecido como bolor negro ou, em inglês, como stachybotrys chartarum. O mofo se desenvolve em áreas úmidas de construções, sejam casas em geral ou prédios. O fungo responsável pelo mofo, em si, não é tóxico, como muitos imaginam. Porém, os metabólitos produzidos por esse mofo são extremamente maléficos, pois contém substâncias químicas prejudiciais conhecidas como microtoxinas. Quando essas microtoxinas são inaladas pelas pessoas, percorrem o sistema respiratório e atingem o pulmão, podendo causar uma série de reações alérgicas ou problemas respiratórios.

Segundo estudos desenvolvidos em Portugal, há uma relação direta entre as microtoxinas presentes no mofo preto e doenças muito graves relacionadas ao trato respiratório, como hemorragia pulmonar, por exemplo. Por isso é tão recomendado evitar que o bolor negro, como também é conhecido no Brasil, se espalhe pela sua casa. Pois mesmo que não haja contato direto com o mofo, o simples fato de estar próximo e respirar o ar contaminado pelas toxinas pode fazer com que você desenvolva doenças.

Fungos Patogênicos

Fungo Patogênico
Fungo Patogênico

Os fungos patogênicos, embora não estejam diretamente presentes na lista de fungos tóxicos, também são extremamente maléficos para o ser-humano. O que acontece é que esses fungos atuam de maneira diferente em relação a maior parte dos fungos que causam problemas para as pessoas. Na verdade, a atuação dos fungos patogênicos se dá de maneira muito mais silenciosa, ganhando espaço e prejudicando o organismo sem que o indivíduo prejudicado perceba exatamente o quanto está com problemas.

De forma resumida, um fungo patogênico é um fungo que produz infecção ou doenças infecciosas nos hospedeiros mais suscetíveis a isso. Além de produzir a infecção com a liberação de toxinas, como os fungos tóxicos em geral, os agentes patogênicos ainda provocam problemas infecciosos pela sua simples multiplicação, o que faz deles uma ameaça ainda maior e mais perigosa. Contudo, um detalhe importante é que os fungos patogênicos só causam as doenças quando em contato com o hospedeiro de alguma maneira.

Ou seja, para evitá-los basta que você se mantenha distante das possibilidades de transmissão. No caso, para evitar esses fungos é importante usar preservativo para evitar doenças sexualmente transmissíveis e respirar um ar de qualidade para evitar problemas respiratórios, as duas principais maneiras de entrar em contato com os fungos patogênicos.

Veja também

O que é uma Infecção Fúngica? Quais os Sintomas?

Infecções fúngicas são infecções causadas pela presença de fungos parasitas no ser humano. Os fungos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *