Home / Natureza / Jardins Com Pedras e Vasos

Jardins Com Pedras e Vasos

Os jardins, em geral, são um tipo de ornamento muito bem vindo em qualquer residência. Além de deixarem o ambiente mais bonito, possibilitam um contato maior com a natureza, com o lugar ficando com um ar mais limpo e menos poluído.

Um dos jardins mais bonitos de se fazer é o que se constrói com pedras e vasos.

Quer aprender como montar um em ambos os estilos? Então, continue conosco.

Montagem do Jardim com Pedras

Para fazer um belo jardim com pedras, você não vai precisar de muito. Em termos de material, basta rastelo, pá e luvas para jardinagem, pedras e seixos, algumas plantas e delimitador de grama.

No caso da montagem em si, antes de qualquer coisa, você precisará ter uma noção real do espaço que tem disponível. Pra facilitar a sua vida, recorra a um esboço, desenhando os limites do seu jardim com bastante riqueza em detalhes, levando em consideração os elementos que ele já tenha. Assim, você terá uma visão mais detalhada do que pode manter e do que pode remover desse jardim com pedras.

Ao saber das dimensões e limitações do espaço, passe para a etapa seguinte, que é planejar a disposição dos elementos que irão compor o seu jardim. Uma boa dica nessa hora é reservar uma área específica para convívio, com sofás e mesas, e até cadeiras. Assim, você vai enchendo todo o espaço com elementos decorativos do jardim, que, neste caso aqui, serão as próprias pedras.

Outro fator que merece muita atenção é o equilíbrio entre gramado e pedras. Em alguns aspectos, as pedras ornamentais para jardins podem muito bem servir para substituir partes da grama, já que elas são mais resistentes e possuem uma manutenção mais simples. Ou seja, muitas pedras não significam que o seu jardim ficará feio ou entediante. Vai depender muito também dos tipos de plantas que você escolher.

Adquirindo as Pedras Para o Jardim

Com essas informações preliminares, compre as pedras e os seixos em lojas de jardinagem, bricolagem ou construção. Uma boa dica é escolher sempre pedras grandes, pois, caso sejam muito pequenas, podem se fundir com a areia. Não se esqueça de alternar entre pedras brancas e cinzentas (ou castanhas). Já, na preparação do terreno, resolva irregularidades, remova grama e plantas velhas, e defina os espaços para as plantas novas e as pedras através de um delimitador.

Depois, basta colocar as plantas no jardim, cobrindo a área onde deseja colocar as pedras com areia fina ou uma manta específica, pois isso ajudará a fixá-las melhor. Disfarce os espaços entre as pedras com uma mistura delas em cores semelhantes ou simplesmente com terra arenosa. E, o resto é com você, bastando ser criativo para compor um belo jardim com pedras que realmente chame a atenção.

Alguns Tipos de Pedras Que Podem ser Usadas

Além da questão das cores das pedras, você também pode comprá-las (ou simplesmente pegá-las de algum lugar) de acordo com o tipo, e isso vai depender muito do encaminhamento que se quer dar ao jardim. Algumas podem ser meramente decorativas, outras podem servir como caminho, e mais algumas podem funcionar muito bem como peças de mobiliários naturais.

Um dos tipos mais comuns é a pedra de rio, que são bem baratas, e conferem ao jardim um ar bastante natural. Costumam ter tons amarronzados ou beges, sendo facilmente encontradas em rios e lagos. Outro tipo muito comum é o seixo natural, que serve bastante como decoração com seus tons na cor bege. E, ainda podemos citar a brita, aquela pedra usada na construção civil, de cor cinza e irregular, que dá um ar mais rústico ao jardim.

Como se vê, há uma boa variedade dessas pedras, e cabe, de antemão, saber o que você quer com seu jardim, ou seja, que aspecto quer que ele fique, no final das contas. Aí, é só compor o ambiente, e ver o resultado de algo bem ornamentado.

Montagem do Jardim com Vasos

Para compor um jardim unicamente com vasos, é preciso que você tenha em mente algumas regras básicas. A primeira delas é que o conjunto de vasos precisa se “uma coisa só”. Pense neles, portanto, como um organismo unificado, que precisam parecer bem alinhados quando estiverem juntos e arranjados.

Você precisa ter em mente também que cada vaso possui uma função. Se estiverem simplesmente soltos, colocados em qualquer lugar, vai dar a impressão de desleixo, de algo desconexo. Portanto, é preciso determinar onde os vasos realmente ficarão. Eles podem, por exemplo, suavizar muros e paredes muito altas, ou simplesmente orientar caminhos sinuosos, como se fossem uma espécie de “sinalizadores”.

Além disso, não somente os vasos precisam combinar entre si, como eles também precisam combinar com as plantas que estão neles. Plantas e vasos não precisam ser sempre os mesmos, porém, até na variedade, é preciso que haja combinação. Um exemplo prático do que você não deve fazer é usar uma planta com cores muito vibrantes em um vaso extremamente colorido. Simplesmente, fica um visual carregado.

Estude quais são os melhores padrões que se encaixam, e faça do visual do seu jardim algo bonito de se ver.

Modelos de Vasos

Assim como há alguns tipos de pedras que funcionam bem em determinados jardins, há modelos de vasos que podem facilitar ainda mais a composição do ambiente.

É o caso, por exemplo, do vaso de barro ou de cerâmica, que são bastante tradicionais, e nunca estão fora de moda. Seja para ambientes rústicos (com acabamento mais grosseiro), ou para lugares com ar mais moderno (onde o acabamento do vaso precisa ser algo mais bem acabado e diferente), usar peças de barro ou cerâmica é sempre uma ótima pedida.

Também existem os vasos de cimento ou concreto, que são muito resistentes, e podem ser encontrados (e até confeccionados) em diferentes e arrojados modelos. Em se tratando de decoração, é um material que está muito na moda atualmente.

Por fim, podemos citar o cachepot de madeira, uma peça sofisticada, e que pode dar vasão à sua criatividade na hora de compor os ambientes do jardim. Pode ser de madeira crua, tratada ou até mesmo pintada. Tanto faz.

Gostaram das dicas? Agora, cabe a você compor o seu jardim, ou só de pedras, ou só de vasos (ou até mesmo unindo ambos os estilos), e mostrar que paisagismo é a sua área.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *