Home / Natureza / Jaguatirica: Curiosidades e Fatos Interessantes

Jaguatirica: Curiosidades e Fatos Interessantes

A jaguatirica (Leopardus pardalis) é um felino nativo da América do Sul e América Central, com um alcance pequeno no Sul da América do Norte (Texas e Arizona)

São considerados felinos de médio-porte, e podem viver em diversos tipos de habitats, desde que haja comida para se manterem. É possível que uma jaguatirica viva em florestas tropicais, cerrados, savanas, pantanais, florestas densas, encostas montanhas e uma porção de outros locais.

Porém, o ambiente em que a jaguatirica melhor se desempenha, são nas áreas em que existe mata, pois elas usam o mato para se esconderem, capturar presas, se empoleirarem e se protegerem.

Os horários mais comuns em que a jaguatirica se apresenta em campos abertos, é durante o período da noite ou em dias muito nublados. A jaguatirica não gosta de se expor em campos abertos durante dias claros, pois são facilmente detectadas devido às suas manchas.

Animais com pintas ou listras sempre optam por vegetação, pois são os únicos habitats onde podem se camuflar e se esconder com eficácia.

No Brasil, a jaguatirica não se encontra em extinção, exceto por algumas poucas subespécies, e isso vem sendo mudado devido aos esforços ecológicos de preservação.

Era muito comum o comércio da pele da jaguatirica, e além disso, muitas eram caçadas e tidas como animais de estimação, já que seu porte não é tão grande, e apesar de serem muito agressivas em modo selvagem, as jaguatiricas passam a ser bem sociáveis quando se adaptam ao convívio.

Entretanto, o maior inimigo da jaguatirica tem sido o consumo de seu espaço na natureza, que cada vez mais apresenta escassez de comida e mortes por caça predatória, já que a jaguatirica é considerada uma ameaça aos animais de labuta, apesar de ser crime ambiental eliminá-las.

Curiosidade Sobre as Características Físicas da Jaguatirica

Uma jaguatirica pode pesar, no máximo, 16 kg, e alguns exemplares se abstêm até mesmo aos 10 kg.

De comprimento, uma jaguatirica pode ficar entre 60cm e 1m. Sua cauda pode variar entre 24cm e 45cm.

De forma quase unânime, os machos são bem maiores que as fêmeas, e é possível concluir que os exemplares de pequeno porte são fêmeas. Porém, ainda existem machos que possuem pequeno porte, então a conclusão pode ser errônea se não observada de forma conspícua.

A coloração de uma jaguatirica não é padronizada em toda a espécie, pois algumas subespécies que vivem em habitats diferentes possuem manchas e cores e pintas diferentes umas das outras.

O padrão de coloração, pintas e listras da jaguatirica parece com as do gato-maracajá, e é comum que as pessoas confundam esses dois mamíferos, já que ambos vivem em florestas tropicais no Brasil.

O que mais diferencia a jaguatirica dos outros felinos que compõe a família dos felinos de médio porte, é o fato de suas patas serem mais largas do que as outras, e em outros Países da América do Sul, a jaguatirica é conhecida como “manigordo”, o que significa que elas possuem “mãos-gordas”. Além disso, suas caudas podem tanto possuir listras quando contornos anelados.

Fatos Interessantes Sobre a Reprodução da Jaguatirica

A jaguatirica é um felino solitário e poligâmico, o que significa que o macho pode se reproduzir variadas vezes com várias fêmeas.

As fêmeas, durante seus períodos de reprodução, atraem os machos através de marcação de território e por miados estridentes, tais como os gatos domésticos.

Quando os casais estão definidos, os mesmos irão copular quase que incessantemente, por cerca de 10 a 13 vezes por dia, num período de 5 dias. Lembrando que o ato sexual dos felinos dura cerca de 20 segundos.

Após ficar grávida, a jaguatirica terá uma gestação que durará cerca de 90 dias, tendo de 1 até 3 filhotes.

Informações Importantes Sobre o Comportamento e Longevidade da Jaguatirica

Como foi dito anteriormente, a jaguatirica é um animal solitário, podendo, vez ou outra, se aproximarem para caçar uma presa de porte grande, como um cervídeo ou um bando de javalis.

Durante o dia, a jaguatirica passa a maior parte do tempo empoleirada em árvore baixas ou dormindo na vegetação, pois são criaturas noturnas e crepusculares.

Apesar da jaguatirica ser um animal terrestre, a mesma se apresenta como exímia em outros ambientes, tais como em escaladas, saltos e na água.

É muito comum que as jaguatiricas observem os rios em busca de peixes ou crustáceos para se alimentar, assim como ficar de tocaia em galhos de árvores para caçar pássaros.

Diariamente, estudos apontam que uma jaguatirica caminhe entre 2 km e 6 km, ficando ativa durante 12 horas ininterruptas. Quando dormem, podem passar mais de 10 horas dormindo, no máximo, com muitas intermitências.

A jaguatirica também é bastante territorial, e estabelece domínio em torno de mais ou menos 30 km², e isso significa que um macho irá enfrentar outro macho desconhecido dentro dessa área.

As jaguatiricas só lutam por território e por fêmeas, e os perdedores, além de perderem a fêmea, precisam sair do território.

Curiosidades Sobre a Alimentação e Conservação da Jaguatirica

A jaguatirica é uma exímia caçadora, e pode perseguir uma presa seguindo seus rastros deixado pelo odor.

Sua dieta é estritamente carnívora, e elas comem variados tipos de animais, desde roedores, até rastejantes, aéreos, marinhos e terrestres.

Suas principais presas são animais de hábitos noturnos, como ratos, corujas e javalis.

A jaguatirica dificilmente guarda suas presas, pois ela só caça quando sente fome, e por isso sempre comem no lugar onde mataram suas presas.

A jaguatirica, apesar de estar no topo da cadeia alimentar, pode ainda ser presa de felinos de maior porte, tais como os leões e tigres.

Quando filhotes, muitos são caçados por aves de rapina e animais oportunistas como cachorros do mato e hienas.

Por fim, a jaguatirica é atualmente considerada fora de risco de extinção, pois estão muito bem distribuídas nas florestas das Américas e Eurásia.

Os maiores índices de ameaça continuam sendo o consumo de seu habitat pela monocultura e desenvolvimento populacional.

Não obstante, agricultores e fazendeiros pararam de dizimar as populações de jaguatiricas, pois as mesmas tem feito um excelente trabalho no controle da reprodução de animais invasores como os javalis, por exemplo, que são verdadeiros inimigos naturais dos ambientes em que vivem.

Veja também

Óleo de Soja na Pele

Quais os Benefícios do Óleo de Soja Para a Pele?

Óleo de soja  é o óleo vegetal extraído das sementes da soja. Ele contém altas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *