Home / Natureza / Exemplos de Nichos Ecológicos no Estudo da Ecologia

Exemplos de Nichos Ecológicos no Estudo da Ecologia

Seja para quem está estudando no Ensino Médio, para quem tem curiosidade ou quem já está na faculdade, existem certos assuntos que são impossíveis de pular ou fingir que não existem. Cada matéria tem esses assuntos, e na biologia não seria diferente. Nesse caso, estamos falando da ecologia.

Essa é uma área que estuda muitas áreas do nosso planeta Terra, conectando todos os seres vivos e não vivos existentes. Dentro desse estudo, encontramos diversos termos que são imprescindíveis de saber. Um desses é o termo nicho ecológico, muito utilizado no nosso dia a dia. E é sobre ele que iremos falar no post de hoje, mostrando exemplos dele.

Estudo da Ecologia

Como já falamos, ecologia é um ramo da biologia. Essa área estuda as relações entre indivíduos iguais, diferentes e entre indivíduos e o meio abiótico (sem vida). É nessa matéria que podemos ver de um quadro maior como as ações humanas podem gerar impactos negativos em todo o meio ambiente.

De forma simplista, a ecologia busca compreender o funcionamento de toda a natureza. Como tratamos de diversos organismos e denominações, não é uma ciência isolada. É necessário ter uma base em diversos outros assuntos como anatomia, genética e fisiologia. A ecologia é dividida em: autoecologia, demoecologia e sinecologia. Entretanto, é possível encontrar outros ramos como ecofisiologia e outros.

O meio ambiente é a base de vida de todos os seres vivos. Ele quem determina o número de espécies e indivíduos que vão existir naquele local. Cada mudança gera sua determinada consequência, que pode ser positiva ou negativa, no meio ambiente e consequentemente em todos os seres que ali vivem.

É a partir disso que percebemos como existem as questões das relações harmônicas e desarmônicas entre os seres vivos, seja eles da mesma espécie (intraespecíficas) ou espécies diferentes (interespecíficas). Tudo isso é observado dentro do bioma, e pode-se ser melhor classificado quanto dividido em habitat e nicho ecológico.

Esses dois termos são de extrema importância para biologia. O habitat, como o próprio nome já sugere (habita), é o local em que você pode encontrar aquele organismo. Já quanto ao nicho ecológico, vamos explicar melhor abaixo.

O Que é Nicho Ecológico?

O nicho ecológico é caracterizado por ser um conjunto de ações e condições de um a determinada espécie/população. De uma forma básica, é o seu modo de vida na natureza. Isso inclui os fatores físicos e biológicos, como alimentação e reprodução. Também se refere ao modo em que convivem com outros de suas espécie e os de fora.

É preciso entender que não é somente os animais que possuem nicho ecológico. Outros seres vivos, como as plantas, também possuem. Uma das características também é o poder de se adaptar em determinados fatores como pH, solo e outros físicos. Ele mostra como esse ser também explora os recursos da natureza.

O nicho ecológico pode ser dividido em duas grandes categorias:

  • Nicho Ecológico Fundamental: é o que considera todo o conjunto de condições e recursos que vão ou não permitir a manutenção de uma população, na ausência de qualquer outra espécie diferente.
  • Nicho Ecológico Realizado: considera todos os fatores acima, entretanto com a presença de competidores e predadores.

Exemplos de nichos ecológicos

Nicho Ecológico do Leão

Primeiramente, observamos seu habitat para entender o contexto de seu nicho ecológico. No caso dos leões, encontramos-os nas famosas savanas africanas. Indo para seu nicho ecológico, a primeira coisa que podemos notar é que são animais carnívoros, ou seja, são predadores bem altos.

Ele se alimenta principalmente de zebras, antílopes e búfalos. Mas podem ir atrás também de hienas, gazelas e guepardos. Esses últimos normalmente geram uma competição intraespecífica. O período de acasalamento e reprodução mostra um pouco mais sobre como existe uma hierarquia.

O macho dominante que procura a fêmea, com o intuito de passar as características genéticas boas para seus descendentes e manter os leões com uma boa genética. Depois da gestação, o grupo de leões se divide em tarefas. Algumas leoas cuidam de seus filhotes e de outras, enquanto que as que sobram vão caçar. O leão fica para proteger seu bando.

Nicho ecológico da Onça Pintada

A onça pintada virou um símbolo por muitos países, incluindo o Brasil. Seu habitat é nas florestas desde a América do Norte até a América do Sul. Seu nicho ecológico começa pelo fato que são animais de hábito noturno, ou seja, dormem durante o dia e caçam durante a noite. Isso é bom para evitar certos predadores, como o homem.

Ele é carnívoro, se alimenta principalmente de veados, tatus, aves, cobras. Mas também pode comer jacarés, macacos, porco-selvagem e várias outras espécies de animais. Um fato marcante da onça pintada é que ela é muito territorial. Quando encontra um local, o demarca com urina e marcas de garra.

Para a reprodução, o macho que encontra a fêmea ideal. Eles a seguem pelo odor e vocalização que só ocorrem durante a época de acasalamento.

Nicho ecológico da Arara Azul

Habitantes do nosso Pantanal e outros estados como Tocantins, Piauí, Maranhão e Bahia, elas são um marco brasileiro. Seu nicho ecológico se caracteriza por serem dóceis com a aproximação de humanos. Costumam viver em bandos e ficam assim até o período de acasalamento, quando se isolam.

Possuem hábitos diurnos, e dormem em grupos nas árvores. Mantem-se fieis ao seu grupo até o final, sendo bem leais.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender melhor com exemplos os nichos ecológicos. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou do post e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-las. Você pode ler mais sobre ecologia, nicho ecológico e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *