Home / Natureza / Biosfera, Biodiversidade e como o Homem se Encaixa

Biosfera, Biodiversidade e como o Homem se Encaixa

A ecologia é uma parte da biologia que estuda toda a organização dos seres vivos aqui na Terra. Esse estudo é de extrema importância para entendermos melhor como tudo funciona em cada local e de forma conjunta. Nela, compreendemos a coexistência e todas as relações entre esses seres e entre os seres vivos com o meio abiótico (sem vida).

Dentro da ecologia, possuímos uma quantidade bem grande de termos para designar cada categoria e especificar cada coisa. Dois termos que estão muito conectados e são bastante utilizados são: biosfera e biodiversidade. De primeira, pode parecer ser praticamente igual, os dois tem “bio” no começo, certo?

Entretanto, eles não são tão iguais assim. E é sobre esses dois termos e seus significados e importância que iremos falar no post de hoje.

O Que é Biosfera?

A biosfera, que também pode ser chamada de ecosfera é uma palavra do grego que significa exatamente: esfera da vida. Podemos dizer então que ela é, na verdade, a junção de todos os ecossistemas na Terra. Ecossistemas, para quem não se recorda, são o conjunto de comunidades bióticas (seres vivos) e abióticas (sem vida) em uma mesma região.

Por isso, que biosfera, que é a junção de todos esses ecossistemas, é considerada o maior nível de organização ecológica existente. Dentro da biosfera, também está inserido a biota, conjunto de todos os seres vivos interagindo entre si e com os compartimentos terrestres: litosfera, hidrosfera, criosfera e atmosfera.

Esse termo foi criado em 1875 como “habitat dos seres vivos”, porém somente em 1926 ganhou o significado atual pelo russo Vladimir Vernadsky. Reconhecendo esse termo como uma junção dos meios abióticos e bióticos. Temos que entender, que ela é um sistema fechado para troca de matéria com o espaço. As únicas trocas que ocorrem, são pela perda de gases ou o ganho de poeira cósmica devido a atração gravitacional.

Entretanto, é um sistema aberto para fluxo de energia, já que a principal fonte de energia para todos é o Sol. Esse processo de troca sem parar entre a biosfera e o resto do universo é conhecido como balanço radioativo. A energia do Sol é essencial para todos os processos envolvendo os bióticos e os abióticos entre si.

O Homem e a Biosfera

Pela explicação que demos, deu para entender que o homem faz parte da biosfera e possui um papel muito importante. Através das relações ecológicas, que são as interações com outros seres, o homem vive de forma harmônica e também de forma desarmônica. Quando essas relações são desarmônicas, há um prejuízo gigante para a vida em geral da biosfera.
Esses prejuízos são, por exemplo, a destruição de habitats naturais de alguns animais para criação de cidades ou agropecuária. Devemos entender, que possuímos uma responsabilidade maior que os outros seres vivos em manter tudo OK na biosfera. Se nós modificarmos de forma brusca os ecossistemas, os seres vivos que ali vivem são ameaçados.

Por isso, que a UNESCO criou um programa internacional chamado O Homem e a Biosfera, no ano de 1971. Esse programa tem como função incentivar os países e a encontrar novas formas de diminuir o impacto na degradação da biosfera.

O Que é Biodiversidade?

A destruição dos habitats causam um grande impacto como um todo na biosfera, como já deixamos claro acima. Quando destruímos um determinado local, como uma floresta, nós fazemos com que animais que ali vivem sejam mortos ou tenham que migrar, o que pode causar sua morte por vários fatores. Quando isso acontece muito comumente, uma determinada espécie pode chegar a extinção, o que diminui a biodiversidade do planeta.

Também chamada de diversidade biológica, a biodiversidade é a variabilidade entre os seres vivos. Ela inclui a variedade genética dentro de espécies e populações de todos os seres vivos. Mas tudo isso sem intervenção humana, somente ação da natureza. A variabilidade pode mudar de acordo com diversos fatores, como as regiões ecológicas.

Esse termo foi utilizado primeiramente por Thomas Lovejoy, mas até hoje não existe uma definição que esteja em consenso por toda a comunidade científica. Uma forma de entender melhor o que é a biodiversidade, é dividi-la em três grupos que vão de genes até um grupo maior, o ecossistema:

  • Diversidade genética.
  • Diversidade de espécies.
  • Diversidade de ecossistemas.

Ela, entretanto, é bem mais complexo que isso. A biodiversidade também se refere ao número de categorias biológicas, e a abundância dessas categorias, da variabilidade do local e das paisagens. E também, dos recursos genéticos, biológicos e vivos. Nós humanos, para sobrevivermos precisamos da biodiversidade.

Conservar, na ecologia, quer dizer manter e cuidar da fauna e flora de um determinado ambiente ou grupo. Para um lugar estar conservado é preciso: haver diversidade biológica e evolução positivas. Quando os humanos vão lá e causam algum tipo de transtorno no ecossistema, isso afeta diretamente na biodiversidade.

A ameaça que a diversidade biológica vem sofrendo devido as nossas ações já é um tema muito discutido entre os cientistas e que está chegando mundialmente através da ONU em suas Conferências Mundiais. Eles possuem o projeto Global Conservation Trust, que esperam um dia ser fundada para ajudar a manter em todo o mundo a biodiversidade intacta.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender melhor sobre a biosfera e a biodiversidade e de como ambas são afetadas por nós e como elas nos afetam. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Leia mais sobre assuntos da biologia aqui no site!

Veja também

Spitz Japonês: Características, Mini, Fotos e Cores

O spitz japonês é uma raça de cachorro relativamente nova, desenvolvida no Japão nos anos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *