Home / Plantas / Como Desinfetar Orquídeas e Outras Dicas para Cuidar da Planta

Como Desinfetar Orquídeas e Outras Dicas para Cuidar da Planta

Jardins bem cuidados e cheios de flores e árvores majestosas sempre foram uma parte muito importante na história mundial. Grandes reis, imperadores e outras pessoas que tinham poder, possuíam um jardim magnífico, feito especialmente para eles. Com o tempo, essa prática de ter um jardim bem arrumado foi sendo passada para outras camadas sociais.

As flores sempre foram as preferidas para ter no jardim, já que exalam beleza e perfume. Hoje em dia, é comum que as pessoas plantem não somente para ter um belo lugar, mas também como um tipo de terapia. Para muitos, a jardinagem ajuda melhorando sua saúde mental, seu tempo tranquilo.

Uma das flores que hoje estão muito populares para plantar nesses jardins é a orquídea. Ela é muito bonita e fácil de ser cuidada, mas como qualquer planta, está vulnerável para ser infectada com pragas e outros problemas do tipo. Por isso, entender como desinfetar essa planta é muito importante para que a mantenha viva. E é isso que iremos ensinar no post de hoje.

As Orquídeas

Utilizadas e apreciadas pelos humanos há séculos, as orquídeas são plantas que fazem parte da família Orchidaceae, uma das maiores de plantas que existem. Apesar de termos uma única forma e cor que já a identificamos, elas podem vir em diversos formatos, tamanhos e cores.

Sua existência é vista em todos os continentes, exceto na Antártica, mas preferem áreas tropicais. Elas são plantas epífitas, ou seja, que crescem em cima das árvores, as utilizando como apoio para conseguir luz. Apesar de muitas epífitas serem parasitas, não é o caso das orquídeas, elas se alimentam da matéria em decomposição que cai das árvores.

As espécies de orquídeas são criadas com um único motivo: uso ornamental. Algumas poucas espécies também possuem frutos que possibilitam a produção de baunilha, entretanto, é muito limitado e caro, por isso é preferível utilizar o composto artificial. Quanto ao uso ornamental, nem todas também são aproveitadas, já que a maioria possuem flores pequenas com folhas que não são atrativas.

É comum que vejamos os chamados orquidicultores, pessoas que criam orquídeas, utilizando o método de criar híbridos das orquídeas para conseguir um maior lucro comercial. Para criar orquídeas, pode ser utilizado o método de meristemagem, divisão das touceiras ou a chamada semeadura in vitro.

Se você tiver interesse em ter uma orquídea em seu jardim, ou cria-la para negócios como uma floricultura, é preciso saber que elas precisam ter cuidados maiores que simplesmente plantar e regar. É comum que plantas que não estejam sendo criadas com o uso direto de agrotóxicos, sofram pragas de vez em quando.

Essas pragas aparecem das mais diversas formas, como parasitas, fungos ou outros parecidos. Para salvar sua planta, você deve detectar o problema logo no começo e fazer uma desinfectação antes. A seguir, vamos ensinar como fazer isso e também algumas outras dicas para manter sua orquídea viva e saudável.

Como Desinfetar Orquídeas?

Uma dica que muitos costumam dar para quem está começando a lidar com plantas, e especialmente, orquídeas, é que você deve desinfeta-las logo quando as compra. Especialmente se o local que você comprou parece ser meio suspeito e acabado, pois em muitos casos, as plantas são ilegais, tiradas diretamente das matas.

Essas plantas costumam atrair os maiores tipos de problemas no futuro, como caramujos, fungos, bactérias, nematoides e vários outros que gostam de se alojar nesse tipo de planta. Por isso, é ideal fazer uma limpa antes, um tipo de desinfecção preventiva. A mistura não é tão simples, mas pode ser feita.

  • 1 litro de água com pH somente entre 5 e 6
  • Inseticida de amplo espectro
  • E fungicida

Após misturar os ingredientes, coloque em um recipiente com bico para pulverizar na planta. É importante que escorra por toda a planta, do começo ao fim. Assim, ela elimina e previne que esses tipos de animais apareçam novamente.

Caso o problema apareça depois, existem também outras formas de desinfetar. Uma delas é utilizar cerveja junto com desinfetante de pinho, dois produtos de fácil acesso para qualquer um. A cerveja é um ótimo lesmicida (inseticida para lesmas), enquanto que o desinfetante protege as orquídeas de fungos e bactérias.

Outras Dicas Para Cuidar da Orquídea

Depois de escolher o vaso ideal e plantar a orquídea, é necessário manter cuidados diários com ela. Sua poda, adubação e rega deve ser feita de forma sistemática e conforme o padrão. Alguns cuidados são comuns de qualquer planta, já outros, são mais específicos para as orquídeas. A seguir mostraremos algumas dicas para ajuda-los.

  • Nem todas as orquídeas gostam de muita luminosidade. Preste atenção no tipo que você tem, e o que deve fazer.
  • Na hora de cortar uma orquídea, é essencial esterilizar a tesoura, isso ajuda a evitar doenças.
  • Outros equipamentos que ajudam devem ser limpos também, podendo ser utilizado produtos à base de cloro.
  • É interessante e importante limpar as folhas de vez em quando. Pois são nelas que os estômatos estão presentes, que possuem a função de troca de gases e transpiração, além é claro, da fotossíntese.
  • Caso seja necessário descartar uma folha, deve passar canela em pó no local que foi cortado. É um alimento que serve como cicatrizante natural.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender melhor sobre as orquídeas e como fazer para desinfeta-las. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e de também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre orquídeas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Tudo Sobre a Clerodendro: Características, Nome Cientifico e Fotos

O nome etimológico do clerodendro vem de kleros que significa ‘clero’ e dendro que significa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *