Home / Natureza / Alimentacao Da Ariranha: O Que Elas Comem?

Alimentacao Da Ariranha: O Que Elas Comem?

A ariranha é um animal que pertence ao grupo dos mustelídeos, e ela é muito parecida com lontras, texugos, doninhas, entre outros animais conhecidos.

Ela também é conhecida como onça-d ’água, lobo-do-rio ou ainda lontra-gigante. Ela é um dos animais característicos do Pantanal e também da bacia do Rio Amazonas, aqui mesmo na América do Sul.

O seu nome provém do idioma tupi-guarani, onde ari’raña possui o significado de “onça d’água”.

Em alguns locais da Espanha, o nome lobo-do-rio ou cachorro d’água é muito utilizado, por suas características semelhantes a esses animais, e os relatos mais conhecidos são dos séculos XIX e início do XX.

Esses três nomes são utilizados de formas diferentes, por culturas e regiões diferentes, mas todos indicam o mesmo animal.

A ariranha possui uma enorme distribuição geográfica, é carnívora, muito encontrada no Brasil e exercem um papel muito importante no equilíbrio do ecossistema.

E hora, iremos falar sobre a sua alimentação, além de suas características, habitat e hábitos.

Características

Dentro dos mustelídeos existe uma subfamília chamada Lutrinae, que as lontras fazem parte, e a ariranha é considerada a maior espécie dentro dela.

Quando adultas, as ariranhas podem chegar a medir cerca de 2 metros de comprimento, onde a cauda representa 65 centímetros, sendo considerada bem grande.

Normalmente, entre os machos e as fêmeas, quem pesa mais são os machos, com cerca de 34 quilos. As fêmeas pesam cerca de 22 até 26 quilos.

Seus olhos são considerados grandes, com orelhas bem pequenos e com um formato arredondado, e as suas patas são consideradas curtas e também espessas, além de possuir uma cauda achatada e bem comprida.

Ariranha Fotografada no Fundo da Água
Ariranha Fotografada no Fundo da Água

Para facilitar a locomoção e natação dentro dos rios onde vivem, as ariranhas possuem patas onde os dedos são unidos por membranas interdigitais e isso facilita a natação.

As ariranhas possuem uma pelagem bastante espessa, com sua textura sendo considerada bastante aveludada e uma cor bem escura, no entanto, zonas como a garganta elas apresentam uma mancha branca ou uma coloração mais clara.

Por possuírem características bem específicas e exclusivas de comportamento e morfológicas, as ariranhas são facilmente distinguíveis das outras lontras.

A ariranha é considerada o maior membro da família mustelídeo, enquanto que a lontra-marinha é maior levando em conta apenas o seu peso.

Quando falamos sobre a altura da ariranha, os machos quando adultos medem cerca de 1,5 até 1,8 metros de altura, enquanto que as fêmeas são um pouco mais baixas, com 15 até 1,7 metros.

Habitat

As ariranhas, apesar de serem animais mamíferos, são animais subaquáticos, e são encontradas na maioria das vezes em locais onde o clima é úmido, como, por exemplo, nas margens dos lagos, dos rios e em, principalmente, pântanos.

No Brasil, a ariranha é encontrada em diversas partes, sendo que os lugares mais comuns são nos rios da Amazonas e também nos pântanos da região centro oeste, como Mato Grosso do Sul.

Na América do Sul, no geral, a ariranha é muito encontrada nos países vizinhos e que fazem fronteira com o Brasil, como: Colômbia, Peru, Bolívia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Suriname, entre outros.

No início de sua história, a ariranha ocupava quase todos os rios subtropicais e tropicais que existem na América do Sul, no entanto, hoje em dia, ela se encontra extinta em quase 80% da sua distribuição inicial.

As ariranhas hoje são encontradas em lugares mais isolados dentro desses países. Locais como os rios Negros e Aquidauana, Rio Araguaia, e Parque Estadual do Cantão, são os principais refúgios e abrigos das ariranhas brasileiras.

Durante a noite, para se protegerem e dormirem com tranquilidade, as ariranhas costumam procurar por árvores com raízes grandes, para poderem se abrigar, e para marcar o território, deixam suas fezes e xixi.

Alimentação

As ariranhas possuem uma dieta carnívora, e os peixes são os animais preferidos delas. Na maioria das vezes, as principais espécies consumidas são as piranhas, a traíra e também alguns caracídeos.

Para se alimentar, elas colocam as suas cabeças para fora da água, e nadam de forma pitoresca para trás.

Quando em época de escassez de alimentos, as ariranhas podem caçar pequenos jacarés em grupos e também alguns tipos de cobras, que algumas vezes podem ser até sucuris.

Dentro dos seus territórios, e do seu habitat, as ariranhas são consideradas os animais que estão no topo da cadeia alimentar.

A mordida da ariranha é muito forte e potente, e isso facilita na hora de matar e também de digerir as presas que são capturadas.

Quando as ariranhas são adultas, elas podem comer até 2 quilos de alimentos por dia. E, para que esse feito seja possível de se realizar, elas costumam morar e viver em locais que a natureza é mais preservada e contém grande número de alimentos.

Por isso, elas são encontradas em locais mais afastados das principais florestas e rios.

Preservação e Hábitos

Dois Filhotes de Ariranha
Dois Filhotes de Ariranha

As ariranhas são animais muito brincalhões, predadores, com hábitos diurnos, curiosos e que fazem bastante barulho.

Elas vivem em bandos, que contém cerca de até 10 indivíduos da espécie, e durante o dia, ficam socializando nas margens dos rios, ou então descansando e também caçando.

As ariranhas também são consideradas ótimas mergulhadores e ótimas nadadoras. E costumam se aproximar de barcos ou embarcações por curiosidade.

É muito raro acontecer ataques de ariranhas contra humanos. Tanto é que um dos únicos registros conhecidos foi em 1977, quando um sargento entrou no território das ariranhas coma intenção de salvar uma criança que caiu lá, em um zoológico de Brasília.

O sargento acabou falecendo por conta de infecções generalizadas pelas mordidas dadas pelas ariranhas.

Foto dos Dentes Afiados da Ariranha
Foto dos Dentes Afiados da Ariranha

No entanto, na natureza, é muito raro que as ariranhas ataquem humanos por livre e espontânea vontade, e isso só ocorre quando elas se sentem ameaçadas.

Na escala de conservação, a ariranha se encontra com um status de ameaçado, e em perigo. Isso porque no início de sua história ela foi muito caçada e sua pele vendida.

Por isso, muitos programas de conscientização e preservação estão sendo criados por diversos governantes para que a prática de caça pare por completo.

E você, já conheceu uma ariranha ao vivo? Deixe nos comentários a sua experiência e o que achou dessa espécie fascinante.

Veja também

O que é uma Infecção Fúngica? Quais os Sintomas?

Infecções fúngicas são infecções causadas pela presença de fungos parasitas no ser humano. Os fungos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *