Home / Natureza / A Importância da Preservação do Solo

A Importância da Preservação do Solo

Quando se pensa na importância da preservação do solo, de imediato no vem à mente o fato de que ele é simplesmente a principal fonte de alimentos para os seres humanos – é a área de trabalho da agricultura, uma prática que já comemora cerca de 10.000 anos sem qualquer sinal de que um dia seja substituída.

No entanto, a sua importância vai muito além disso! O solo é fonte de pesquisa (do passado para a projeção do futuro) e é onde estão assentados os poderosos conglomerados empresariais – assim como também o humilde abrigo dos inuits do Círculo Polar Ártico.

É o solo que permite que as águas pluviais encontrem um caminho – é ele que impede as inundações e enchentes que tornariam impossíveis a vida na terra –, é a “grande mãe”, que acolhe os seus filhos independentemente da cultura a qual pertençam.

O solo é a base, o apoio, o chão por onde transitamos, através do qual levamos e trazemos o progresso, desenvolvemos modalidades esportivas, descobrimos o passado (por meio da arqueologia), projetamos o futuro (com a ajuda dos materiais e substâncias colhidos nele), encontramos a cura para os mais diversos distúrbios – mantemos a vida, e com ela, sempre a esperança de um futuro melhor.

Através do solo, o progresso é levado de uma plantação de café da distante Honduras para as remotas paragens da América do Sul.

Do Centro-Oeste Brasileiro o solo ajuda a levar uma vertiginosa produção de carne para todo o continente americano, e só depois conta com o auxílio do mar para atravessar os horizontes!

Mas o solo também nos ajuda a combater as nossas doenças, por meio dos princípios ativos extraídos das plantas, que nos dão, na maioria das vezes de forma gratuita, a vida e o prazer de viver!

Portanto, segue abaixo uma lista com algumas razões para que se dê tamanha importância para a preservação do solo, especialmente nos dias atuais. Razões que, apesar de não serem nenhuma novidade, costumam ser negligenciadas pela maioria dos indivíduos ao redor do mundo.

1.Preserva os Seres Vivos

Calcula-se que haja, no planeta, cerca de 8,7 milhões de espécies. Destas, cerca de 1,2 milhão estão devidamente descritas e catalogadas – o que demonstra que quase 90% delas são totalmente desconhecidas.

Desse total de 1,2 milhão, cerca de 1 milhão são espécies terrestres, e o restante habita as profundezas dos oceanos.

São as diversas variedades de mamíferos, répteis, anfíbios, micro-organismos, entre outros animais, que ajudam, com as suas características, a compor o cenário dos mais diversos tipos de ecossistemas ao redor do mundo.

Pois bem, até aqui já podemos ter uma ideia da importância da preservação do solo, especialmente nos nossos dias. Pois é nele que encontra-se praticamente toda a vida da forma como a conhecemos hoje. E por isso a sua influência é decisiva para a preservação do homem na face da terra.

2.Garante a Produção de Alimentos

O Agronegócio é, hoje, o segmento mais importante para a economia brasileira. Ele é responsável, de acordo com dados do IBGE, por cerca de 23% do PIB do país.

O Agronegócio pode ser definido como o conjunto de atividades diretamente ligadas ao setor da Agropecuária.

Ele envolve, não só o plantio e a criação de animais, como também tudo aquilo que gira em torno de tais práticas, como: medicina veterinária, comércio de produtos rurais, meios de comunicação, lojas de insumos, entre outros segmentos diretamente ligados a esse setor.

Logo, não é necessário nem falar da importância da preservação do solo para a garantia do sucesso do Agronegócio no país e no mundo, pois, como se sabe, é de um solo preservado que dependem as melhores praticas da agricultura e da pecuária em qualquer região do planeta.

3.Escoamento das Águas

O solo também é responsável por filtrar a água que deverá permanecer no subsolo, na forma de reservas de água doce, assim como garantir que a água ali contida não seja contaminada ou invadida por substâncias perigosas, ou mesmo por fontes de águas com qualidade duvidosa.

Como se sabe, as diversas atividades executadas sobre terrenos arenosos, por exemplo, podem comprometer, seriamente, a qualidade das águas subterrâneas.

Como é o caso de extrações minerais, queimadas, atividades industriais, entre outras ações humanas que exigem, necessariamente, algum tipo de utilização do subsolo terrestre.

Essas atividades costumam erodir o solo, contaminar os mananciais com produtos químicos, assorear os rios, entre outros prejuízos.

4.Garante o Extrativismo Vegetal

Estima-se que a indústria da mineração, no Brasil, tenha movimentado o montante de US$ 217 bilhões de dólares em 2017, totalizando cerca de 21,4% de todas as exportações realizadas pelo país nesse mesmo ano.

Isso representa um superávit de mais de US$ 23 bilhões de dólares – números que falam por si só quando o assunto é a importância da preservação do solo brasileiro.

Uma verdadeira abundância de manganês, bauxita, cobre, nióbio e ferro precisa ser preservada por meio da extração consciente (ou sustentável).

Isso a partir da utilização das mais modernas técnicas de extração de minérios – no caso do Brasil, especialmente do minério de ferro, que garante ao país uma das 5 posições entre os maiores produtores do planeta.

5.É o Instrumento da Arqueologia

A arqueologia possui, no Brasil, o status de um segmento nobre, pois ela foi instituída no país durante o império de D.Pedro II; e o que se diz é que, ainda naquele período, ela atingiu o patamar de uma das mais desenvolvidas do planeta.

É por meio dela que o homem consegue vislumbrar o seu passado pré-histórico. Ela – a arqueologia – nos conta como se deu a trajetória do homem até atingir o nível de consciência dos dias atuais.

Ela volta no tempo milhares, milhões ou bilhões de anos, para nos revelar o modo de vida de egípcios, hindus, chineses, etruscos, gregos, romanos, assim como a dos índios americanos, das diversas tribos africanas, entre outras inúmeras civilizações do passado.

6. Ela nos Oferece as Propriedades Medicinais das Plantas

Por fim, sabemos que é importante preservar o solo por estar lá a cura, o alívio da dor, a correção dos desvios físicos, o combate aos transtornos do corpo e da mente, entre outras inúmeras possibilidades.

É no solo que estão as plantas, com seus inúmeros princípios ativos, substâncias terapêuticas e demais propriedades que podem ser extraídas e manipuladas pela medicina tradicional.

Mas também pela medicina alternativa, por meio das mais diversas infusões, cremes, unguentos, inalações, entre outras inúmeras formas de tirar delas o que elas têm de melhor a nos oferecer.

É no solo que estão as plantas, que também realizam a fotossíntese, e com isso nos livra do tormento do excesso de gás carbônico; enquanto nos presenteiam com o oxigênio, que, somado aos demais gases da atmosfera, é a garantia da vida humana na terra.

Fotossíntese – Ilustrações, Etapas, Reações

Deixe o seu comentário sobre esse artigo. E ajude-nos a aprimorar, ainda mais, os nossos conteúdos.

Veja também

Camelo Australiano: Características, Nome Cientifico, Extinção e fotos

Você sabia que a Austrália possui um grupo de imigrantes que estão no país desde …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *